Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 1 de setembro de 2015

Eis capa e faixas de 'Delírio', CD em que Roberta vai de Ataulfo a Tom Veloso

♪ Com capa criada por Cássia D'Elia a partir de foto de Daryan Dornelles, o sexto álbum oficial de Roberta Sá, Delírio, chega ao mercado fonográfico no início de outubro de 2015, em edição da MP,B Discos distribuída em escala nacional pela gravadora Som Livre. A capa - revelada hoje com exclusividade por Notas Musicais - tem direção de arte assinada pela própria Roberta Sá. Já o disco traz onze músicas no repertório. Oito são inéditas. Integrante do grupo carioca Tono, o compositor e músico carioca Rafael Rocha assina a música-título Delírio, já alvo de clipe gravado pela cantora no Rio de Janeiro (RJ). O compositor e violonista baiano Cezar Mendes é o nome mais recorrente no repertório, assinando três das 11 músicas de Delírio em parcerias com Arnaldo Antunes, José Carlos Capinam e Tom Veloso (filho de Caetano Veloso). O disco em que Roberta Sá canta de Ataulfo Alves (1909 - 1969) a Tom Veloso - passando por Baden Powell (1937 - 2000), Martinho da Vila e Adriana Calcanhotto - foi produzido por Rodrigo Campello sob a direção artística da cantora e compositora potiguar radicada no Rio de Janeiro (RJ). João Mário Linhares assina a direção de produção do disco.  Eis, na ordem do álbum, as onze músicas gravadas por Roberta Sá em  Delírio:

1. Meu novo Ilê (Quito Ribeiro e Moreno Veloso, 2015)
2. Me erra (Adriana Calcanhotto, 2015)
3. Um só lugar (Cézar Mendes e Tom Veloso, 2015)
4. Não posso esconder o que o amor me faz (Cézar Mendes e José Carlos Capinam, 2015)
5. Delírio (Rafael Rocha, 2015)
6. Se for para mentir (Cézar Mendes e Arnaldo Antunes, 2011) - com Chico Buarque
7. Amanhã é sábado (Martinho da Vila, 2015) - com Martinho da Vila
8. Feito Carnaval (Rodrigo Maranhão, 2015)
9. Última forma (Baden Powell e Paulo César Pinheiro, 1972)
10. Covardia (Ataulfo Alves e Mário Lago, 1938) - com António Zambujo (faixa gravada em Lisboa)
11. Boca em boca (Roberta Sá e Xande de Pilares, 2015) - com Xande de Pilares (no banjo)

26 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Com capa criada por Cássia D'Elia a partir de foto de Daryan Dornelles, o sexto álbum oficial de Roberta Sá, Delírio, chega ao mercado fonográfico neste mês de setembro de 2015 - em edição da MP,B Discos distribuída pela Som Livre - com onze músicas no repertório. Oito são inéditas. Integrante do grupo carioca Tono, o compositor e músico carioca Rafael Rocha assina a música-título Delírio. O compositor e violonista baiano Cezar Mendes é o nome mais recorrente no repertório, assinando três das 11 músicas de Delírio em parcerias com Arnaldo Antunes, José Carlos Capinam e Tom Veloso (filho de Caetano Veloso). O disco em que Roberta Sá canta de Ataulfo Alves (1909 - 1969) a Tom Veloso - passando por Baden Powell (1937 - 2000), Martinho da Vila e Adriana Calcanhotto - foi produzido por Rodrigo Campello sob a direção artística da cantora e compositora potiguar radicada no Rio de Janeiro (RJ). João Mário Linhares assina a direção de produção do disco. Eis, na ordem do álbum, as onze músicas gravadas por Roberta Sá em Delírio:

1. Meu novo Ilê (Quito Ribeiro e Moreno Veloso, 2015)
2. Me erra (Adriana Calcanhotto, 2015)
3. Um só lugar (Cézar Mendes e Tom Veloso, 2015)
4. Não posso esconder o que o amor me faz (Cézar Mendes e José Carlos Capinam, 2015)
5. Delírio (Rafael Rocha, 2015)
6. Se for para mentir (Cézar Mendes e Arnaldo Antunes, 2011) - com Chico Buarque
7. Amanhã é sábado (Martinho da Vila, 2015) - com Martinho da Vila
8. Feito Carnaval (Rodrigo Maranhão, 2015)
9. Última forma (Baden Powell e Vinicius de Moraes, 1972)
10. Covardia (Ataulfo Alves e Mário Lago, 1938) - com António Zambujo (faixa gravada em Lisboa)
11. Boca em boca (Roberta Sá e Xande de Pilares, 2015) - com Xande de Pilares (no banjo)

tarcizio disse...

Última forma e do Baden Powell e Paulinho Cesar Pinheiro e não Vinicius.

Mauro Ferreira disse...

Claro, Tarcizio. É minha cabeça cansada, ao fim de um dia cheio, já trocando as bolas e os parceiros de Baden. Grato pelo toque. Abs, MauroF

Henrique disse...

Linda capa! Grande Roberta!

Rhenan Soares disse...

Tanto disco sendo lançado que eu nem dei conta que a Roberta também está na lista. <3

Marcelo Barbosa disse...

É bela no cantar, é graciosa, escolhe muito bem seu repertório (apesar do último cd) e é caprichosa na arte de seus projetos.
Grande cantora! Roberta NUNCA é demais! Que venha um belo disco e de preferência cantando muitos sambas!

Thiago Freires disse...

Sem Pedro Luís dessa vez?

Rafael M. disse...

Capa lindíssima, repertório afiadíssimo. Quero entrar nesse delírio logo, rsrs...

Cláudio disse...

Acho a quantidade de participações grande. Um disco de 11 faixas tendo 4 faixas divididas eu acho demais. Discos com muitas participações eu prefiro os duetos como fizeram Alcione, Zeca Pagodinho, ... Disco individual, no máximos 2 faixas divididas.

Marcelo disse...

Linda capa! O cd promete! Roberta é uma das melhores cantoras que deram o ar da graça nos últimos tempos de pouca vida na MPB.

Victor Moraes, disse...

Linda, linda, linda!
Time de peso. Eu já louco pra ouvir a música da Adriana. E nem se fala a com Chico. Os dois tem uma ótima sintonia, como em "mambembe".

Flavimar Dïniz disse...

Daryan está ali sempre com sua turminha (Roberta, Alice, Jeneci) criando capas bem legais. Aguardemos o cd com boa expectativa!

rafael h. disse...

Nenhuma informação sobre o primeiro single? data de lançamento e tal? Super curioso!

lurian disse...

A seleção de compositores está interessante.

Vitor disse...

Nunca mais vi Roberta e Pedro Luis juntos (sempre os via nos shows pelo RJ). Imagino que a relação pessoal possa ter chegado ao fim e como consequência um afastamento profissional.

Mauro Ferreira disse...

O primeiro single do álbum é a música-título 'Delírio'. Roberta até já gravou o clipe da faixa. Abs, grato a todos pelos comentários, MauroF

Alexandre Tex disse...

Minha conterrânea sempre me dá um orgulho danado. A capa é linda e o conteúdo não deve decepcionar, pois gosto muito de todos os discos dela e sinto que com esse não vai ser diferente. Não vejo a hora de ouvir a composição de Adriana Calcanhotto, que ela disse ter feito pensando em Roberta durante uma de suas passagens por Natal. Ansioso!

Cristiano Mendes disse...

Ansioso. Sem dúvidas será um ótimo algum, no mínimo.

Denilson Santos disse...

Para quem está interessado na vida pessoal da Roberta Sá...
"Cupido

Depois de confirmar a separação com o cantor Pedro Luis, a potiguar Roberta Sá foi vista com novo affair. Segundo o Glamurama, a cantora circulou pelo Rock in Rio acompanhada de um “amigo” e não quis ser fotografada."
http://tribunadonorte.com.br/noticia/parabens/261975 (Publicação: 2013-09-24)

abração
Denilson

Victor Moraes, disse...

Denilson, não é interesse na vida pessoal, os comentários foram sobre as parcerias profissionais e notável ausência do Pedro na ficha técnica. Mas, de qualquer forma, acho que informação responde as duas coisas - então, obrigado!

Waguinho disse...

Bastante ansioso por este novo album da super Roberta!!!

Sempre graciosa e incrível cantora.

Daniel Lima disse...

O que dizer de uma música do Moreno Veloso chamada "meu novo Ilê? Ansiedade!

Gill disse...

Quando ouvi um disco dela, pensei: Roberta sem Sal

ADEMAR AMANCIO disse...

Faltou alguma coisa do Pai-Veloso - o chefe do clã e dono da franquia.

Samprirenata disse...

Adoro a Roberta Sá. Muito mesmo! Tenho TODOS os cd's. Estava ansiosa por esse cd de samba desde quando foi anunciado. Maria Rita lançou ano passado um CD de samba, com uma capa "sem sorriso" e praticamente monocromática, vestindo preto e com cabelo "bagunçado". Coincidências à parte, que ao menos seja inovador, bem produzido e mais caprichado que o [desprentensioso] "Coração a Batucar" de Rita...

Paulo Henrique Magalhães Gomes disse...

Samprirenata, também notei essa pequena semelhança entre os ensaios fotográficos do CD da Rita ao Delírio de Roberta. Espero que o trabalho dela no disco seja diferente. Gosto de ambas e também me identifiquei com o Coração a Batucar, mas eu ainda tenho uma afinidade com o 'Samba Meu'. Esse marcô! Já a Roberta, gosto de todos os discos, porém o Segunda Pele foi o que menos identifiquei.