Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Violão de Menescal harmoniza Canto na abordagem de músicas de Lupicínio

Por definição a antítese da leveza da Bossa Nova, o cancioneiro amargurado, denso e pesado do compositor gaúcho Lupicínio Rodrigues (1914 - 1974) ganha o toque do violão de Roberto Menescal - um dos mestres da bossa carioca - no projeto Lupicínio Rodrigues por Eduardo Canto e Roberto Menescal. Gravado sob a direção de Oswaldo Montenegro no estúdio Joá Produções, no Rio de Janeiro (RJ), em maio de 2014, ano de centenário do compositor de Esses moços (Pobres moços) (1948), o projeto foi lançado neste ano de 2015 em edição dupla que junta CD e DVD postos no mercado na Coleção Canal Brasil. Somente com o toque do violão sutil de Menescal, Eduardo Canto dá boa voz - à moda antiga - a músicas como Cadeira vazia (Lupicínio Rodrigues e Alcides Gonçalves, 1950), Quem há de dizer (Lupicínio Rodrigues e Alcides Gonçalves, 1948), Nervos de aço (Lupicínio Rodrigues,1947), Nunca (Lupicínio Rodrigues, 1952) e Volta (Lupicínio Rodrigues, 1957). No DVD, a música é aditivada com conversa na qual são contados causos sobre o lendário Lupicínio.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog.

Rafael M. disse...

Tenho o áudio desse disco e o mesmo é ótimo. É uma bela homenagem a obra de Lupicínio cantada pelo Eduardo Canto.

Karla Maria disse...

Um dos melhores registros da obra de Lupicínio