Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Milton se une ao trio de Dudu Lima em CD de projeto que protege tartaguras

Distribuído em todas as plataformas digitais pela gravadora Som Livre na última sexta-feira, 18 de setembro de 2015, o álbum Tamarear - título do disco editado pelo selo MP,B Discos que junta o cantor e compositor carioca Milton Nascimento ao mineiro Dudu Lima Trio - é projeto de caráter beneficente. Tamarear é o verbo conjugado por quem colabora com o Tamar, projeto criado para proteger da extinção espécies raras de tartarugas marinhas. Milton e o jazzístico Dudu Lima Trio colaboram em forma de música com disco que aloca 11 composições em nove faixas gravadas em vários estúdios entre julho e outubro de 2014. A maioria vem do repertório de Milton. Mas há temas inéditos como a música-título Tamarear (Guy Marcovaldi), gravada com a adesão, na guitarra, do músico norte-americano de jazz Stanley Jordan, também convidado de Belafonte (Dudu Lima), tema instrumental turbinado com sons aquáticos captados por Pauly Di Castro para o projeto Tamar. A propósito, a gravação de Tamarear cita O mar (1940), clássica canção praieira do compositor baiano Dorival Caymmi (1914 - 2008). Em clima de jazz mineiro, Milton e o virtuoso Dudu Lima Trio recriam composições famosas como Clube da esquina nº 2 (Milton Nascimento, Lô Borges e Márcio Borges, 1972), Fé cega, faca amolada (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1974), Travessia (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1967) - unida em medley com o tema instrumental Nascimento (Dudu Lima) - e Gran circo (Milton Nascimento e Márcio Borges, 1975), entre outras músicas do clube mineiro dos anos 1970.  O disco sai também em edição física em CD.

7 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael M. disse...

Capa bem simples, mas bonita... Lindos clássicos da MPB que há no disco...

Victor Moraes, disse...

Milton tá com todo fôlego pra produzir! Deveria servir de exemplo para as novas gerações e seus longos anos pra presentear seu público com algum novidade...

Lucas disse...

Ouvi o disco e realmente está maravilhoso. Pode soar repetitivo para alguns, mas ouvir Milton cantando "Travessia" é sempre um elixir. E, claro, repaginando outros clássicos do eterno Clube da Esquina. Maravilhoso CD.

Clayton Moreira disse...

Oi, Mauro! Os 70 anos de Gonzaguinha, completados nesta terça-feira, não merecem um editorial? Sua obra - sobretudo a parte romântica e os sambas - permanece presente.

Mauro Ferreira disse...

Clayton, os 70 anos de Gonzaguinha são assunto da resenha do CD que comemora a data e que acabou de entrar no ar. Abs, MauroF

ADEMAR AMANCIO disse...

Tem gente pedindo mais lançamentos,com tantos que há!
Haja prateleiras pra alojar tantos CDs e DVDs.
O ideal seria um lançamento pra cada dez anos.