Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Gal toca violão no show 'Estratosférica' para lembrar o passado com Caetano

SALVADOR (BA) - "Não reparem no violão", pediu Gal Costa, com humildade, ao público que lotou a sala municipal do Teatro Castro Alves na noite de ontem, 27 de setembro de 2015, para assistir à estreia nacional do show Estratosférica, baseado no homônimo álbum de músicas inéditas lançado pela cantora baiana em maio deste ano de 2015. No número mais íntimo do show dirigido por Marcus Preto, a cantora ocupa o palco a sós com seu violão canhestro - como visto na foto de Mauro Ferreira - para lembrar um passado vivido com Caetano Veloso há mais de 50 anos na capital da Bahia. É quando Gal conta para o público como o então desconhecido compositor baiano lhe ensinou Sim, foi você (Caetano Veloso, 1965), canção seminal de Caetano que Gal gravou em compacto editado há 50 anos pela gravadora RCA. Foi num pólo de artes plásticas de Salvador (BA) que Gal conheceu, na voz de Caetano, a canção que daria início à sua já cinquentenária carreira fonográfica. A lembrança de Sim, foi você por Gal na estreia nacional do show Estratosférica foi tão bonita que ninguém reparou no toque tímido do violão da cantora. Sim, foi  você foi um dos grandes números do show Estratosférica

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ SALVADOR (BA) - "Não reparem no violão", pediu Gal Costa, com humildade, ao público que lotou a sala municipal do Teatro Castro Alves na noite de ontem, 27 de setembro de 2015, para assistir à estreia nacional do show Estratosférica, baseado no homônimo álbum de músicas inéditas lançado pela cantora baiana em maio deste ano de 2015. No número mais íntimo do show dirigido por Marcus Preto, a cantora ocupa o palco a sós com seu violão canhestro - como visto na foto de Mauro Ferreira - para lembrar um passado vivido com Caetano Veloso há mais de 50 anos na capital da Bahia. É quando Gal conta para o público como o então desconhecido compositor baiano lhe ensinou Sim, foi você (Caetano Veloso, 1965), canção seminal de Caetano que Gal gravou em compacto editado há 50 anos pela gravadora RCA. Foi num pólo de artes plásticas de Salvador (BA) que Gal conheceu, na voz de Caetano, a canção que daria início à sua já cinquentenária carreira fonográfica. A lembrança de Sim, foi você por Gal na estreia nacional do show Estratosférica foi tão bonita que ninguém reparou no toque tímido do violão da cantora. Sim, foi você foi um dos grandes momentos do show Estratosférica.

Natálio disse...

Opa! Já quero conferir!

Rafael M. disse...

Que delícia ver Gal em plena forma e tocando violão... Isso é um colírio para os meus olhos...

Gill disse...

"ao público que lotou a sala municipal"... não seria principal?

Henrique disse...

Que imagem linda!

Douglas Carvalho disse...

As pessoas falam que o violão de Gal é ruim... mas acho que ela cantando com seu violão modesto é mais interessante que muita cantora que estraçalha no violão e acabam sendo chatas.