Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Kuarup reedita 'Samba na madrugada', álbum seminal de Elton com Paulinho

Já fora de cena por problemas de saúde, o cantor e compositor Elton Medeiros completou 85 anos de vida em 22 de julho. Já Paulinho da Viola - parceiro e amigo de Elton desde a década de 1960 - percorre o Brasil com o show comemorativo de seus 50 anos de carreira. Aproveitando tais efemérides, a gravadora Kuarup relança neste mês de setembro de 2015 Samba na madrugada, álbum decisivo e seminal nas trajetórias desses artistas cariocas que debutaram juntos no mercado fonográfico como integrantes do grupo A Voz do Morro antes de gravarem em dupla, numa única noite, este disco autoral em que ambos dão vozes, entre solos e duetos, a 19 sambas distribuídos em 11 faixas. A atual edição é remasterizada pelo engenheiro de som Ricardo Carvalheira. Reposto em catálogo pela última vez em 2001, o já então raro álbum foi lançado originalmente em 1966 pela gravadora RGE com o título Na madrugada. Em 1968, ano em que Paulinho iniciou sua carreira solo, o disco foi reeditado com o título Samba na madrugada, pelo qual ficaria conhecido. Na companhia de célebres músicos como Raul de Barros (trombone), Dino Sete Cordas (violão), Meira (violão), Canhoto (cavaquinho), Copinha (flauta), além de Marçal e dos irmãos Gilberto Luna e Jorge Luna na percussão e no ritmo, Paulinho e Elton registraram sambas então inéditos em disco como 14 anos (Paulinho da Viola), Alô, alô (Paulinho da Viola), Arvoredo (Paulinho da Viola), Minha confissão (Elton Medeiros), Momento de fraqueza (Paulinho da Viola), Samba original (parceria de Elton Medeiros e Zé Kétti),Sofreguidão (Elton Medeiros e Cartola) e Sol da manhã (Elton Medeiros).

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Já fora de cena por problemas de saúde, o cantor e compositor Elton Medeiros completou 85 anos de vida em 22 de julho. Já Paulinho da Viola - parceiro e amigo de Elton desde a década de 1960 - percorre o Brasil com o show comemorativo de seus 50 anos de carreira. Aproveitando tais efemérides, a gravadora Kuarup relança neste mês de setembro de 2015 Samba na madrugada, álbum decisivo nas trajetórias desses artistas cariocas que debutaram juntos no mercado fonográfico como integrantes do grupo A Voz do Morro antes de gravarem em dupla, numa única noite, este disco autoral em que ambos dão vozes, entre solos e duetos, a 19 sambas distribuídos em 11 faixas. Fora de catálogo desde 2001, o álbum foi lançado originalmente em 1966 pela gravadora RGE com o título Na madrugada. Em 1968, ano em que Paulinho iniciou sua carreira solo, o disco foi reeditado com o título Samba na madrugada, pelo qual ficaria conhecido. Na companhia de célebres músicos como Raul de Barros (trombone), Dino (violão), Meira (violão), Canhoto (cavaquinho), Copinha (flauta), além dos percussionistas Gilberto, Luna e Jorge, Paulinho e Elton registraram sambas então inéditos como Alô, alô (Paulinho da Viola), Arvoredo (Paulinho da Viola), Minha confissão (Elton Medeiros), Momento de fraqueza (Paulinho da Viola), Samba original (Elton Medeiros e Zé Kétti),Sofreguidão(Elton Medeiros e Cartola) e Sol da manhã (Elton Medeiros).

Rafael M. disse...

Disco essencial para quem gosta de boa música...

BIGODE disse...

Mauro poderia comentar mais sobre essa edição, como está a qualidade do aúdio, a ultima vez que ela foi lançada achei bem ruim

Mauro Ferreira disse...

Bigode, eu ainda não recebi esta edição. Mas o texto informa que a atual reedição é remasterizada. abs, MauroF