Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Eis a capa de 'Amanhecer', disco que Paula Fernandes vai lançar em outubro

Esta é a capa de Amanhecer, nono álbum da cantora e compositora mineira Paula Fernandes. Com 12 composições autorais em seu repertório inédito, o disco vai chegar ao mercado fonográfico a partir de 16 de outubro de 2015, em edição da gravadora Universal Music. Uma das composições inéditas do disco é a música-título Amanhecer. Outra - já lançada em single - é A paz desse amor.

15 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Esta é a capa de Amanhecer, nono álbum da cantora e compositora mineira Paula Fernandes. Com 12 composições autorais em seu repertório inédito, o disco vai chegar ao mercado fonográfico a partir de 16 de outubro de 2015, em edição da gravadora Universal Music. Uma das composições inéditas do disco é a música-título Amanhecer. Outra - já lançada em single - é A paz desse amor.

Rafael M. disse...

A capa é interessante, o repertório que deve ser meloso aos extremos...

[rafael ribeiro] disse...

...simplesmente desnecessária ! Não sei o que tanto se fala e se admira na mesma !

Marcelo disse...

Essa podia ir pra uma ilha deserta com Sandy, Anitta e Wanessa Camargo. Sem volta e nem resgate!!

Raffa disse...

Essa capa tá parecendo mais aqueles cds que, vendidos em camelôs, ficam expostos ao sol por muito tempo.

ADEMAR AMANCIO disse...

Viva a diversidade de gosto,mas no meu ouvido só entra coisa boa.
Portanto...passo.

Eduardo Cáffaro disse...

nossa que cara de dor de cabeça heim .....tomou neosaldina e ficou esperando o amanhecer mesmo ! hehe. Dispenso tb. Adorei a idéia da ilha ! Fico pensando se atualmente a industria da música brasileira tivesse de fazer um single para ajudar o norte e nordeste, como fez com a bela canção CHEGA DE MÁGUA em que o time era maravilhoso, hoje seria assim : Paula Fernandes, Sandy, Anitta, Mc Naldo, Mc Gui, Mc Catra, Walesca Popozuda, Ludmila, Jorge e Mateus, Mumuzinho, Mc Guime, Claudia leitte, Michel Teló, Gustavo lima e Luan Santana.

Victor Moraes, disse...

Achei que ela fosse continuar imitando a Taylor e cortar o cabelo e fazer um pop. Mas tá a mesma coisa. Pelo que soube a música dela já "flopou" pros padrões. O título me lembrou crepúsculo. Será que ela vai fazer uma saga?

Marcelo disse...

Cáffaro...sua seleção foi primorosa!! Mas ainda faltaram Ivete, Zeca Pagodinho, Zeze Di Camargo e Luciano e Alexandre Pires!

O fantástico mundo de Maycon disse...

Quando conheci Paula Fernandes, há 10 anos, ela ainda não tinha se tornado nacionalmente conhecida e seu estilo era completamente diferente. E sim, eu já me emocionei muito com sua voz e suas interpretações. A quem interessar, procure o video em que ela canta Dust in the wind, e poderá perceber que o estilo era bem diferente. Tanto que ela chegou a lançar um CD todo em inglês com regravações de grandes sucessos da música internacional. Talvez ali, existisse mais verdade em seu canto. Hoje em dia, com as necessidades e adaptações do mercado fonográfico, ela faz uma linha que não me emociona. A impressão que eu tenho, é a de que é sempre mais do mesmo. Fui assistir seu show, e não gostei do que vi. A impressão que tive é a de que ela estava ligada no automático e não passou nenhuma emoção. Foi algo artificial.

Rhenan Soares disse...

Acho bem sintomático que o pessoal do pagode / sertanejo universitário, etc., tem ~ logomarca ~.

Victor Moraes, disse...

HAHAHA, boa observação Rhenan. Não adianta 580485084304820480309 mil produções, eles sempre tem um pé lá cafonice.

Luca disse...

a expressão de sofrimento dela na capa é algo ina-cre-di-tá-vel

Eduardo Cáffaro disse...

kkkk Marcelo ...você completou mesmo a lista agora ! hehehehehe

O blog disse...

Um produto mais do mesmo. O mesmo "chororô" de sempre. É uma pena alguns artistas terem que se vender para ficarem no topo das paradas. Essas cláusulas de contrato deveriam ser abolidas. É preciso ter um consenso por parte do produtor/empresário/gravadora, para verem que é preciso originalidade e criatividade. Chega de sempre às mesmas coisas. Ainda bem que esse som não faz a minha cabeça.