Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Kessous lança single sobre cantada gay gravado com Ney e feito com Chico

Monique Kessous apresenta mais uma música do quarto álbum, Dentro de mim cabe o mundo, o terceiro de repertório autoral. Mais de um ano após lançar na web Volte para mim (Monique Kessous e Denny Kessous), balada pop de grande potencial radiofônico que foi excluída da seleção final do disco, a cantora e compositora carioca apresenta Meu papo é reto, single que entrou hoje, 3 de setembro de 2015, em rotação no Spotify. Primeira parceria de Kessous com o compositor paraibano Chico César, Meu papo é reto foi a última música a ser gravada para o disco produzido por Berna Ceppas. Música que versa sobre uma cantada entre dois homens gays, passada na porta de uma boate, Meu papo é reto foi gravada com a participação realmente especial do cantor Ney Matogrosso. Com a gravação, Kessous - vista em foto de Yuri Sardenberg postada na página da artista no Facebook - afasta o fantasma da comparação com Marisa Monte que vem rondando sua carreira desde o álbum anterior, Monique Kessous (Sony Music, 2010), por conta de equivocada estratégia de marketing da gravadora Sony Music. Gravado com músicos como Alberto Continentino e Domenico Lancellotti, Dentro de mim cabe o mundo segue a linha essencialmente autoral de seu antecessor e traz no repertório (parcialmente composto por Monique com seu irmão Denny Kessous) o samba Acorde - gravado com coro formado pelas cantoras Ana Claudia Lomelino, Anna Ratto, Lia Sabugosa, Nina Becker e Silvia Machete - e Espiral, música de Kessous com João Cavalcanti, gravada com o piano de Daniel Jobim e com a harpa de Cristina Braga. O repertório inclui também inédita de Moska, Por causa do seu pensamento, gravada com as participações do cantor e compositor carioca e do artista norte-americano Jesse Harris.  O álbum reúne 13 músicas.

7 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael M. disse...

Ainda não ouvi a música, mas adoro a Kessous... E a faixa deve ser uma delícia de se ouvir, já que tem a participação maestral do grande Ney Matogrosso...

Vladimir disse...

Cantora maravilhosa! No aguardo do CD físico!!

Rhenan Soares disse...

Kessous & Chico & Ney: amor pouco é bobagem! Música ótima (em repetição aqui). Que venha o disco da moça, que é maravilhosa!

Zayara Santos disse...

Amei a música♡ Totalmente diferente de suas outras canções. Que ela continue nesse caminho trazendo um som diferente do que ela costuma fazer ♡

Felipe Candido disse...

Posso estar enganado, mas ouvi inúmeras vezes a música (que realmente é muito boa), e não achei nenhuma evidência direta que o eu-lírico seja um rapaz. Não consigo ver a cantada gay de forma explícita.

Luca disse...

tá diferente mesmo mas não gostei da música