Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 2 de abril de 2016

Bailão eletro-popular de Ana & Jorge tem hits de Cassiano, Elson e Prêntice

SÃO PAULO (SP) - Em 1985, o cantor fluminense Prêntice Maciel Teixeira (1956 - 2005) - conhecido como Prêntice - conseguiu um sucesso popular ao gravar um compacto pela RCA com Não diga nada (Prêntice, Ed Wilson, Gilson e Ronaldo Bastos, 1985), melodiosa canção romântica que ganha as vozes de Ana Carolina e Seu Jorge 36 anos após ser propagada em escala nacional na trilha sonora da novela Ti-ti-ti (TV Globo, 1985). Revivida com reverência à arquitetura melódica da canção, Não diga nada é uma das surpresas do roteiro do show da turnê nacional Mais uma vez Ana & Jorge. O show teve estreia nacional na noite de ontem, 1º de abril de 2016, na Citibank Hall, na cidade de São Paulo (SP). Além de Não diga nada, a dupla surpreendeu ao dar voz a uma outra balada propagada em novela das 19h da Globo. Ana e Jorge revivem Coleção (Cassiano e Paulo Zdanowski, 1976), bela canção de alma soul lançada há 40 anos pelo cantor e compositor paraibano Cassiano no segundo álbum solo, Cuban soul (Polydor, 1976), e difundida em 1977 na trilha sonora da novela Locomotivas (TV Globo, 1977). Em momento solo, Jorge também cantou Talismã (Michael Sullivan e Paulo Massadas, 1989), samba propagado na voz do cantor fluminense conhecido como Elson do Forrogode. Sucessos do compositor paulistano Adoniran Barbosa (1910 - 1982) e do Trio Preto + 1 - Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa e Osvaldo Molles, 1980) e Sábado e domingo (Nenê Brown e Alexandre França, 2012), respectivamente - também entraram em cena no bailão eletro-popular feito por Ana e Jorge com as adesões das programações e teclados pilotados por Mikael Mutti e Rodrigo Tavares. Mas a base do repertório é formada por hits de Ana e Jorge. Eis o roteiro seguido em 1º de abril de 2016 por Ana Carolina e Seu Jorge - em foto de Mauro Ferreira - na estreia nacional do show da turnê que reúne os (ótimos) cantores onze anos após o sucesso de show de vozes & violões que virou DVD e CD ao vivo:

1. Tanta saudade (Djavan e Chico Buarque, 1983)
2. Pole dance (Ana Carolina e Edu Krieger, 2013)

3. Mina do condomínio (Seu Jorge, Pretinho da Serrinha, Gabriel Moura e Pierre Aderne, 2007)
4. Cantinho (Ana Carolina e Gastão Villeroy, 2006)
5. Chatterton (Serge Gainsbourg, 1967, em versão em português de Seu Jorge, 2004)
6. É isso aí (The blower's daughter) (Damien Rice, 2002, em versão em português de Ana
    Carolina, 2005)
7. Mais uma vez (Nós dois) (Ana Carolina, Dudu Falcão, Gabriel Moura e Leandro Fab, 2016)
8. Quem não quer sou eu (Seu Jorge, Gabriel Moura e Adriano Trindade, 2011)
9. Não diga nada (Prêntice, Ed Wilson, Gilson e Ronaldo Bastos, 1985)
10. Coleção (Cassiano e Paulo Zdanozwski, 1976)
11. Sábado e domingo (Nenê Brown e Alexandre França, 2012)
12. Vox populi (Ana Carolina, 2003)
13. Comparsas (Ana Carolina e Seu Jorge, 2005)
14. O pequinês e o pitbull (Gabriel Moura, Jovi Joviniano e Aranha, 2001)
15. Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa e Osvaldo Molles, 1980)
16. Chiclete com banana (Gordurinha e Almira Castilho, 1958)
17. Mal acostumada (Meg Evans e Ray Araújo, 1997)
18. Pra rua me levar (Ana Carolina e Antonio Villeroy, 2001)
19. Talismã (Michael Sullivan e Paulo Massadas, 1989)
20. São Gonça (Seu Jorge, 1998)
21. Carolina (Seu Jorge, 2001)
22. Sinais de fogo (Ana Carolina e Antonio Villeroy, 2003)
23. Amiga da minha mulher (Seu Jorge, Gabriel Moura, Pretinho da Serrinha e Rogê, 2001)
24. Rosas (Antonio Villeroy, 2006)
25. Alma de guerreiro (Seu Jorge, Gabriel Moura, Pretinho da Serrinha e Leandro Fab 2012)
26. Elevador (Livro do esquecimento) (Ana Carolina, 2003)
27. Burguesinha (Seu Jorge, Gabriel Moura e Pretinho da Serrinha, 2007)
28. Garganta (Antonio Villeroy, 1999)
Bis:
29. Mais uma vez (Nós dois) (Ana Carolina, Dudu Falcão, Gabriel Moura e Leandro Fab, 2016)
30. O beat da beata (Ana Carolina e Seu Jorge, 2003)

9 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Em 1985, o cantor fluminense Prêntice Maciel Teixeira (1956 - 2005) - conhecido somente como Prêntice - conseguiu um sucesso popular ao gravar um compacto pela RCA com Não diga nada (Prêntice, Ed Wilson, Gilson e Ronaldo Bastos, 1985), melodiosa canção romântica que ganha as vozes de Ana Carolina e Seu Jorge 36 anos após ser propagada em escala nacional na trilha sonora da novela Ti-ti-ti (TV Globo, 1985). Revivida com reverência à arquitetura melódica da canção, Não diga nada é uma das surpresas do roteiro do show da turnê nacional Mais uma vez Ana & Jorge. O show teve estreia nacional na noite de ontem, 1º de abril de 2016, na Citibank Hall, na cidade de São Paulo (SP). Além de Não diga nada, a dupla surpreendeu ao dar voz a uma outra balada propagada em novela das 19h da Globo. Ana e Jorge revivem Coleção (Cassiano e Paulo Zdanowski, 1976), bela canção de alma soul lançada há 40 anos pelo cantor e compositor paraibano Cassiano no segundo álbum solo, Cuban soul (Polydor, 1976), e difundida em 1977 na trilha sonora da novela Locomotivas (TV Globo, 1977). Em momento solo, Jorge também cantou Talismã (Michael Sullivan e Paulo Massadas, 1989), samba propagado na voz do cantor fluminense conhecido como Elson do Forrogode. Sucessos do compositor paulistano Adoniran Barbosa (1910 - 1982) e do Trio Preto + 1 - Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa e Osvaldo Molles, 1980) e Sábado e domingo (Nenê Brown e Alexandre França, 2012), respectivamente - também entraram em cena no bailão eletro-popular feito por Ana e Jorge com as adesões das programações e teclados pilotados por Mikael Mutti e Rodrigo Tavares. Mas a base do repertório é formada por hits de Ana e Jorge. Eis o roteiro seguido em 1º de abril de 2016 por Ana Carolina e Seu Jorge - em foto de Mauro Ferreira - na estreia nacional do show da turnê que reúne os (ótimos) cantores onze anos após o sucesso de show de vozes & violões que virou DVD e CD ao vivo:

1. Tanta saudade (Djavan e Chico Buarque, 1983)
2. Pole dance (Ana Carolina e Edu Krieger, 2013)
3. Mina do condomínio (Seu Jorge, Pretinho da Serrinha, Gabriel Moura e Pierre Aderne, 2007)
4. Cantinho (Ana Carolina e Gastão Villeroy, 2006)
5. Chatterton (Serge Gainsbourg, 1967, em versão em português de Seu Jorge, 2004)
6. É isso aí (The blower's daughter) (Damien Rice, 2002, em versão em português de Ana
Carolina, 2005)
7. Mais uma vez (Nós dois) (Ana Carolina, Dudu Falcão, Gabriel Moura e Leandro Fab, 2016)
8. Quem não quer sou eu (Seu Jorge, Gabriel Moura e Adriano Trindade, 2011)
9. Não diga nada (Prêntice, Ed Wilson, Gilson e Ronaldo Bastos, 1985)
10. Coleção (Cassiano e Paulo Zdanozwski, 1976)
11. Sábado e domingo (Nenê Brown e Alexandre França, 2012)
12. Vox populi (Ana Carolina, 2003)
13. Comparsas (Ana Carolina e Seu Jorge, 2005)
14. O pequinês e o pitbull (Gabriel Moura, Jovi Joviniano e Aranha, 2001)
15. Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa e Osvaldo Molles, 1980)
16. Chiclete com banana (Gordurinha e Almira Castilho, 1958)
17. Mal acostumada (Meg Evans e Ray Araújo, 1997)
18. Pra rua me levar (Ana Carolina e Antonio Villeroy, 2001)
19. Talismã (Michael Sullivan e Paulo Massadas, 1989)
20. São Gonça (Seu Jorge, 1998)
21. Carolina (Seu Jorge, 2001)
22. Sinais de fogo (Ana Carolina e Antonio Villeroy, 2003)
23. Amiga da minha mulher (Seu Jorge, Gabriel Moura, Pretinho da Serrinha e Rogê, 2001)
24. Rosas (Antonio Villeroy, 2006)
25. Jorge da Capadócia (Jorge Ben Jor, 1975)
26. Elevador (Livro do esquecimento) (Ana Carolina, 2003)
27. Burguesinha (Seu Jorge, Gabriel Moura e Pretinho da Serrinha, 2007)
28. Garganta (Antonio Villeroy, 1999)
Bis:
29. Mais uma vez (Nós dois) (Ana Carolina, Dudu Falcão, Gabriel Moura e Leandro Fab, 2016)
30. O beat da beata (Ana Carolina e Seu Jorge, 2003)

Unknown disse...

Que roteiro louco (e irresistível)!
Quero ver esse show.

Rhenan Soares disse...

Cantores populares de músicas populares para gostos populares! Nunca enganaram. <3

Roteiro maravilhoso! : ))

GAY disse...

Rsrsrs

GAY disse...

Pois é...

Rafael M. disse...

Roteiro bem requentado... Não estou animado com essa volta...

Unknown disse...

Mauro, creio que a música certa seja 'Alma de guerreiro' do Seu Jorge, e não 'Jorge da Capadócia', do Ben Jor. Ela começa com "Jorge vem de lá da Capadócia, montado em seu cavalo...", mas são músicas diferentes.

Unknown disse...

Se eu estiver certo, a composição é do Pretinho da Serrinha

Mauro Ferreira disse...

Victor Amarante, você está certo, sim. Grato pelo toque. Abs, MauroF