Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 15 de abril de 2016

Single 'Outro sim' reafirma modernidade em movimento de Fernanda Abreu

Resenha de single
Título:
Outro sim
Artista: Fernanda Abreu
Gravadora: Garota Sangue Bom / Sony Music
Cotação: * * * * *


Primeira gravação inédita lançada por Fernanda Abreu em uma década, Outro sim inicia ciclo de modernidade na discografia da eterna garota carioca de suingue sangue bom. A sonoridade avança em relação aos álbuns anteriores da artista sem deixar de expor o d.n.a. criativo desta cantora pioneira no uso de samples e beats eletrônicos em álbuns inovadores lançados no início da década de 1990. Com letra que expõe o fluxo incessante da vida e dos acontecimentos, em ágil sucessão de versos cantados sobre inebriante batida contemporânea, o single Outro sim dá animadora pista do primeiro álbum de músicas inéditas de Fernanda Abreu em 12 anos. Primeiro single do álbum Amor geral, Outro sim chega hoje, 15 de abril de 2016, às plataformas digitais, em edição do selo Garota Sangue Bom comercializada pela gravadora Sony Music. Parceria da cantora e compositora carioca com Gabriel Moura e Jovi Joviniano, a música Outro sim foi arranjada por Fernanda com Pedro Bernardes, produtor da faixa e piloto das programações e beats eletrônicos da gravação turbinada com efeitos de Sérgio Santos. Feita com requinte traduzido visualmente na capa do single, criada por Giovanni Bianco a partir de foto de Gui Paganini, a gravação é vibrante e sinaliza que vem por aí, em 6 de maio de 2016, álbum revigorante que vai renovar o som de Fernanda Abreu sem afastá-la da matéria-prima - a música eletrônica, o funk, o som de pista e o uso dos samples - que moldou discografia singular na história da música pop brasileira, mas que precisava dar outro passo à frente para se tornar novamente relevante. Outro sim faz o movimento que não veio com álbuns menos progressistas como Entidade urbana (EMI Music, 2000) e Na paz (Garota Sangue Bom / EMI, 2004), gerando (as melhores) expectativas sobre o vindouro álbum Amor geral.

18 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Primeira gravação inédita lançada por Fernanda Abreu em uma década, Outro sim inicia ciclo de modernidade na discografia da eterna garota carioca de suingue sangue bom. A sonoridade avança em relação aos álbuns anteriores da artista sem deixar de expor o d.n.a. criativo desta cantora pioneira no uso de samples e beats eletrônicos em álbuns inovadores lançados no início da década de 1990. Com letra que expõe o fluxo incessante da vida e dos acontecimentos, em ágil sucessão de versos cantados sobre batida contemporânea, o single Outro sim dá animadora pista do primeiro álbum de músicas inéditas de Fernanda Abreu em 12 anos. Primeiro single do álbum Amor geral, Outro sim está disponível a partir de hoje, 15 de abril de 2016, nas plataformas digitais, em edição do selo Garota Sangue Bom comercializada pela gravadora Sony Music. Parceria da cantora e compositora carioca com Gabriel Moura e Jovi Joviniano, a música Outro sim foi arranjada por Fernanda com Pedro Bernardes, piloto das programações e beats eletrônicos da faixa, turbinada com efeitos do produtor Sérgio Santos. Feita com requinte traduzido visualmente na capa do single, criada por Giovanni Bianco a partir de foto de Gui Paganini, a gravação é vibrante e sinaliza que vem por aí, em 6 de maio de 2016, álbum revigorante que vai renovar o som de Fernanda Abreu sem afastá-la da matéria-prima - a música eletrônica, o funk, o som de pista e o uso dos samples - que moldou discografia singular na história da música pop brasileira, mas que precisava dar outro passo à frente para se tornar novamente relevante. Outro sim faz o movimento que não veio com álbuns menos progressistas como Entidade urbana (EMI Music, 2000) e Na paz (Garota Sangue Bom / EMI, 2004), gerando (as melhores) expectativas sobre o vindouro álbum Amor geral.

Felipe disse...

"Outro Sim" está realmente lindo, Fernanda manja como compositora, e o som é suave e cativante.

Jefferson Pazini disse...

Single SENSACIONAL! Resenha SENSACIONAL! Fernanda vai retomar seu lugar de direito, de dona da música pop brasileira.

Marcelo Barbosa disse...

Em tempos de Anittas e Ludmilas, salve Fernanda! Outro nível!No aguardo do cd.
Quanto ao single, capa linda, mas a música ainda não me cativou. Prefiro quando ela envereda pelo samba funk.

Leonardo Cidreira disse...

acabei de ouvi... também não me cativou! pareceu meio que... "mais do mesmo"...

Fabio disse...

Que frescor! A música está no repeat aqui. Salve Fernanda Abreu. Sempre curti desde o primeiro disco.

Henrique disse...

Bem vinda de volta Fernanda!

Estalactites hemorrágicas disse...



É um produto digno, prima pelo bom gosto e, dentro das limitações da cantora, tá excelente.
Disco é isso também: concepção, atitude.
E quando há grife, tipo um Bianco na ficha do disco, até a impressa, tem ouvidos mais complacentes para o artista. O que uma Madonna não faz?
Exemplo o disco da Anitta que por ter a assinatura do cara, de produto medíocre passou a ter resenha até em prospecto de ofertas em supermercados, como um produto bom.(Ç)ei.



Ricardo Sérgio

André M. Amorim disse...

Achei o clip bonito. A música avança com suingue e grande parte da letra é legal... Mas daí cai num trecho vulgarizado que fica insinuando ...*querendo dar, querendo dar, querendo dar*... (rsrsrs) e é nessa hora que realmente a música nos remete ao que já rola com Anittas, Ludimilas e afins... Aí não dá!

Rafael M. disse...

Canção deliciosa... E que capa de single linda!!!

O blog disse...

Não gostei do single, e achei mais do mesmo. Esperava mais um single com a alma da Fernandinha. Uma música cheia de swing e com samba-funk. Agora é esperar o disco. Pois adoro seu som.

Antonio Fausto disse...

Sofisticação é outra história: Outro Sim é um musicão! Aguardando ansiosamente o Amor Geral. Fernanda, você fez falta.

Melman disse...

Entendeu nada né André M Amorim? Tem um lance ambíguo, ma as frase certa é QUERENDO, DÁ! Taí o q falta nas outras, inteligencia pra brincar com as palavras. Musica muito boa, sua interpretação, lamento, foi rasteira!

Geilson Lopes disse...

Bom retorno da diva! Que venha esse Amor Geral...

Joao Neves disse...

Gostei do novo single da Fernanda Abreu, e a capa e o clip são muito bons. Cinco estrelas é exagerado, quatro seria mais justo. Mas continuo a achar Bang de Anitta melhor, ela faz um pop dançante bem bonito. Não percebo por que tanta gente critica Anitta. Poucos a defendem e no entanto não vejo melhor do que ela no pop mainstream brasileiro.

André M. Amorim disse...

Quer dizer Melman que não é *querendo dar* e sim *querendo, dá*??? Um lance ambiguo (e inteligente)??? Não sabia pois não li a letra. Sorry... Você sabe que a Elza Soares no último disco de estúdio gravou uma música ótima mas que tem o refrão *pra fuder, pra fuder, pra fuder*... Quando eu ouvi achei diferente mas não achei vulgar... Diante de seu comentário fui me certificar se não era também um lance ambiguo... Pois não era não... Elza canta *Pra Fuder* mesmo!

anderson_marx disse...

É ambíguo sim, pois se você assistir ao clipe aparece propositalmente "querendo, dá", assim como o título "outro sim" que joga com a palavra "outrossim".

ADEMAR AMANCIO disse...

Ainda bem que enquanto tem uns querendo dar,tem outros querendo fuder.