Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 16 de maio de 2015

Universal Music começa a explorar o acervo de Clara herdado da EMI Music

Ao comprar a EMI Music, a gravadora Universal Music levou para seu acervo toda a obra fonográfica de Clara Nunes (1942 - 1983), já que os 16 álbuns oficiais da cantora mineira foram lançados pela Odeon (extinta companhia brasileira vinculada à multinacional EMI). A transação comercial - anunciada em 2011 e concretizada em 2012 - paralisou a produção da reedição da caixa Clara (2004). Ainda está prevista, para data incerta, a reedição dessa caixa com os 16 álbuns da artista, dentro dos moldes da Universal Music. Mas, enquanto não lança a caixa, a gravadora já começa a explorar o acervo da cantora - em foto de Wilton Montenegro - com a edição de coletânea dedicada a Clara na série Novo millennium. Lançada este mês, a compilação rebobina gravações já selecionadas para coletâneas anteriores da artista. Com 20 fonogramas, a atual compilação inclui Alvorecer (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1974), O mar serenou (Candeia, 1975), Juízo final (Nelson Cavaquinho e Élcio Soares, 1973), Conto de areia (Romildo Bastos e Toninho Nascimento, 1974), Canto das três raças (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro, 1976), Feira de mangaio (Sivuca e Glória Gadelha, 1977) e Morena de Angola (Chico Buarque, 1980), entre outros sucessos da artista.

10 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Ao comprar a EMI Music, a gravadora Universal Music levou para seu acervo toda a obra fonográfica de Clara Nunes (1942 - 1983), já que os 16 álbuns oficiais da cantora mineira foram lançados pela Odeon (extinta companhia brasileira vinculada à multinacional EMI). A transação comercial - anunciada em 2011 e concretizada em 2012 - paralisou a produção da reedição da caixa Clara (2004). Ainda está prevista, para data incerta, a reedição dessa caixa com os 16 álbuns da artista, dentro dos moldes da Universal Music. Mas, enquanto não lança a caixa, a gravadora já começa a explorar o acervo da cantora - em foto de Wilton Montenegro - com a edição de coletânea dedicada a Clara na série Novo millennium. Lançada este mês, a compilação rebobina gravações já selecionadas para coletâneas anteriores da artista. Com 20 fonogramas, a atual compilação inclui Alvorecer (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1974), O mar serenou (Candeia, 1975), Juízo final (Nelson Cavaquinho e Élcio Soares, 1973), Conto de areia (Romildo Bastos e Toninho Nascimento, 1974), Canto das três raças (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro, 1976), Feira de mangaio (Sivuca e Glória Gadelha, 1977) e Morena de Angola (Chico Buarque, 1980), entre outros sucessos da artista.

Marcelo Barbosa disse...

Eles deveriam pensar em relançar seus discos separadamente. Possuo a caixa, mas essas coletâneas caça níqueis trazem sempre as mesmas músicas, só mudam a capa.

Rafael M. disse...

Tomara que lancem um box decente dela urgentemente...

Bernardo Luiz disse...

Espero ansiosamente esse box.

Dona Emengarda disse...

Que venham a caixa e o prometido material inédito!

acac2001 disse...

uma pena que muitos só vejam o lado monetário e esquecem o valor da artista.

Ricardo disse...

Tomara que dessa vez seja um lançamento caprichado, como Clara e sua bela obra merecem.

Unknown disse...

Clara merece, e tem público para isso, uma caixa no mesmo nível das de Nara, Simone e Nana. NADA DE DOIS DISCOS NUM MESMO CD.

Mauro Silva disse...

Por falar em caixa, e a caixa da Rita Lee, Mauro Ferreira ?? Sera lançada ainda este ano ou já desistiram também do projeto ?

ADEMAR AMANCIO disse...

Adoro "Feira de Mangaio" - Forró da moléstia.