Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 22 de maio de 2015

Sony Music antecipa em quatro dias venda da edição digital de álbum de Gal

Prevista de início para começar no iTunes em 26 de maio de 2015, a venda da edição digital do álbum Estratosférica, de Gal Costa, foi antecipada em quatro dias pela gravadora Sony Music. Desde hoje, 22 de maio, já é possível comprar o 33º álbum solo da discografia da cantora baiana (em foto de Bob Wolfenson). Mas, por ora, somente é possível fazer o download de 14 das 16 faixas. As duas (ótimas) músicas exclusivas da edição digital de Estratosférica - Átimo de som (Arnaldo Antunes e Zé Miguel Wisnik) e Vou buscar você pra mim (Guiherme Arantes) - devem ser adicionadas ao repertório somente daqui a alguns meses, numa data ainda não divulgada pela Sony.

18 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Prevista de início para começar no iTunes em 26 de maio de 2015, a venda da edição digital do álbum Estratosférica, de Gal Costa, foi antecipada em quatro dias pela gravadora Sony Music. Desde hoje, 22 de maio, já é possível comprar o 33º álbum solo da discografia da cantora baiana (em foto de Bob Wolfenson). Mas, por ora, somente é possível fazer o download de 14 das 16 faixas. As duas (ótimas) músicas exclusivas da edição digital de Estratosférica - Átimo de som (Arnaldo Antunes e Zé Miguel Wisnik) e Vou buscar você pra mim (Guiherme Arantes) - devem ser adicionadas ao repertório somente daqui a alguns meses, numa data ainda não divulgada pela Sony.

Rafael M. disse...

Fiquei decepcionado com esse álbum. Só gostei de 3 faixas... No mais, achei muito artificiais as programações feitas por Kassin.

peu disse...

Esse novo cd de Gal é massa. Quem está decepcionado vai ouvir Anita.

Rafael M. disse...

Esse novo CD de Gal está horrível, e ponto final. E não ouço Anita porque não gosto.

Marcelo disse...

O novo CD da Gal não sai do meu som (quarto e carro) e realmente está muito bom e alegre, pra cima. A música "Estratosférica" é impossível de ouvir sem mexer os pés. Muita gente reclama do disco porque esperava outra coisa, acredito que são as "viúvas do Recanto" que acham que o bom é escutar ruídos em vez de música, apesar que a música "Você Me Deu" do novo disco tem chiados e ruídos mais do que deveria mas com menos intensidade que no Recanto.

Marcelo disse...

Essa reação do peu é igual a de muitos e muitos fãs que não aceitam a diferença. Muitas pessoas não gostaram e outras tantas amaram...simples assim.

noca disse...

É isso aí Marcelo!

Rafael M. disse...

Adorei "Estrastosférica", "Quando Você Olha Pra Ela" e "Espelho D'Água". O resto achei fraquinho...

Leo-MT disse...

Disco ruim, a voz da Gal não envelheceu muito bem. Esta cansada, sem brilho. Esses novos compositores tentam, tentam, aceleram mas não chegam no lugar de destino. Participava de grupos de fã no facebook e resolvi sair, pessoas apagadas, sem critica alguma. Se o artista da um peido aplaudem e acham que é o máximo só porque é o artista que eles gostam. Falta personalidade nas pessoas nos dias que correm. critica zero, engolem tudo que lhe mandam. Eu mesmo comprando tudo, tendo uma coleção gigantesca de artistas mundo a fora...Se eu ouço CD e não gosto, eu passo a diante na semana seguinte, vendo pra sebo ou presenteio alguém. Ao menos com o avança da internet eu já consigo ver e ouvir a cagada toda sem gastar dinheiro.

Dona Emengarda disse...

Gal continua a pleno vapor!

Fabio disse...

Digamos que o "problema" não seja a voz da Gal e sim a técnica que faz com que a emoção seja quase anulada. Ouvindo o disco Mina D'Água Do Meu Canto fica nítido essa minha interpretação. O disco é perfeito porém frio.

Leo-MT disse...

O rapaz Fabio logo acima disse algo interessante. A Gal faz 15 anos que entrou no freezer e não saiu mais, ta congelada! Quero ouvir discos quentes como Água Viva (1978) Tropical (1979) Fantasia (1981). Gal esta num tom pastel, falta cor, calor!

Luca disse...

O disco é bom sim, não vale cinco estrelas mas é bom, Gal não tá parada no tempo

Douglas Carvalho disse...

Fico imaginando a ranzinzisse de quem pões defeito num disco desse se estivesse vivo nos anos 70. São pessoas que iriam dizer que "Love, try and die", "O céu e o som", "Pontos de luz", "Pulsars e quasars" não prestam, e que só gostaram de uma ou duas faixas dos discos fundamentais da história de Gal.

Leo-MT disse...

A minha turma que assistiu Gal e toda trupe nos anos 70 e 80 ao vivo e a cores, não gosta dela hoje em dia. Ninguém compra mais os álbuns dela. A frase recorrente na turma é: Já cantou muito!(Passado) Quem acha o que ela faz hoje em dia fantástico, é quem não viu ela nos anos 70 ou até metade dos 80. O que a Gal produz e canta hoje, é um rascunho do que ela já foi capaz de fazer.

Douglas Carvalho disse...

E o que dizer dos saudosistas?

Rogério José Hreczuck disse...

Adorei o CD Gal volta a suas origens com sabedoria saindo daquele barulho que foi o Recanto a voz da cantora está bem melhor e confesso que não canso de escutar em auto e bom som ao contrário do recanto que ficou esquecido na estante pra mim 4 estrelas.
PS: seria muito bom ver Gal dividindo um trabalho com Maria Gadu outra que fez um lindo CD e saiu do conforto.

ADEMAR AMANCIO disse...

A Gal voltar com o brilho dos anos 70?-Só reencarnando.