Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 27 de março de 2015

Jane dá voz a uma canção de Fátima Guedes em gravação para CD de Navas

A cantora paraense Jane Duboc gravou hoje à tarde no Drum Studio, no Rio de Janeiro (RJ), sua participação no décimo álbum do cantor paulistano Carlos Navas, Crimes de amor, já em fase de finalização. Na gravação realizada na tarde desta sexta-feira, 27 de março de 2015, Jane fez dueto com Navas em canção de Fátima Guedes, Óbvio, lançada na voz da cantora Juliana Martins em disco de 2003. Com som calcado nas cordas de violões e contrabaixos, o CD Crimes de amor tem lançamento previsto para maio, em edição independente que será distribuída pela Tratore. O disco tem 13 músicas.

12 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A cantora paraense Jane Duboc gravou hoje no Drum Studio, no Rio de Janeiro (RJ), sua participação no décimo álbum do cantor paulistano Carlos Navas, Crimes de amor, já em fase de finalização. Na gravação realizada na tarde desta sexta-feira, 27 de março de 2015, Jane fez dueto com Navas em canção de Fátima Guedes, Óbvio, lançada na voz da cantora Juliana Martins em disco de 2003. Com som calcado nas cordas de violões e contrabaixos, o CD Crimes de amor tem lançamento previsto para maio, numa edição independente que vai ser distribuída pela Tratore.

Rafael M. disse...

Adoro a Jane... Para mim é uma das maiores cantoras incompreendidas deste país...

Marcelo Barbosa disse...

Taí uma grande cantora que pouco grava. Teve seu boom nos anos 80 e poderia nos brindar com novos trabalhos. Gosto muito da Jane! Outro dia revi o dvd da novela Vale Tudo (era noveleiro e foi a melhor novela que já assisti!), me questionei sobre o seu desaparecimento artístico (lançou a Jam Music e depois disso nenhuma notícia) e leio esta nota agora aqui. Tomara que volte logo!!

ana lucia moreira disse...

Jane Duboc voz doce em dueto com Carlos Navas em CD saindo do forno em breve, sucesso garantido !

Leandro Soares disse...

Mas ela não está sumida. Apenas optou por trabalhos mais sofisticados como cantar standarts da canção americana.

Marcelo Barboza disse...

Sou suspeito a falar pois sempre fui fã de Navas, Jane e Fatima Guedes, mas participei desse momento estando ao lado deles no estúdio e posso afirmar que vi nascer uma obra prima. Lindíssima composição de Fátima Guedes numa interpretação pra lá de delicada, emocionante, ambos se entregaram a canção e o resultado foi maravilhoso!Bravo!!!!

lurian disse...

Tanta gente "who?" grava discos e Fátima Guedes permanece nos deixando sem um disco de inéditas.
:(

Marcelo Barbosa disse...

Leandro,

Até tenho o Sweet Lady Jane e sei que ela prestou um tributo à Ella, mas a Jane é nossa, brasileiríssima e paraense, merece voltar a cantar MPB. Abs

Marcelo Barboza disse...

Jane Duboc não está sumida, tem participado de alguns cds de amigos e continua fazendo shows pelo Brasil afora, recentemente fez dois lindos shows no Rio cantando o repertório de Dorival Caymmi, um desses shows acompanhada também de Carlos Navas. Gravar um cd dá trabalho e custa dinheiro, mas o artista vai muito além de gravar um cd. Também sinto falta de ds novos de meus artistas preferidos e neles incluo a Jane, nunca é demais ouvir essa galera maravilhosa, mas estejamos antenados, nossos artistas , muitos deles, estão por ai cantando pra quem quiser ouvir.

Marcelo Barbosa disse...

Xará com Z,

Todo fã quer mais é que seus cantores preferidos lancem novos projetos. Torço para que a Jane volte urgentemente aos estúdios. Desperdício não tê-la no aparelho de som! Abs

Leandro Soares disse...

O estilo dela realmente é mais sofisticado. Na sua fase mais popular com músicas em novelas vi o Chacrinha perguntando como foi fazer a transição de um repertório sofisticado para um mais popular.

RegimentoEscolarVascoPinto disse...

Ela canta em discos de outros artistas desde a decada de 70. Ter a participaçao deJane Duboc 'e um grande presente.