Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Sandra de Sá dá (nova) voz em 'Lado B' a músicas eclipsadas na discografia

Sandra de Sá vai lançar em janeiro de 2016 o 18º título de discografia iniciada em 1980 com as edições do compacto e do LP que traziam Demônio colorido (Sandra de Sá, 1980), música que projetou a cantora e compositora carioca ao ser defendida pela artista no festival MPB-80, exibido pela TV Globo naquele ano. Intitulado Lado B, o 18º disco de Sandra é EP, projeto arquitetado desde 2013. Como o título do EP já explicita, a cantora dá voz em Lado B a músicas que passaram despercebidas em álbuns anteriores. Entre as sete músicas do disco, há Perdidamente apaixonada (Jorge Cardoso e Beto Correia, 1993) - samba lançado no álbum D'Sá (BMG, 1993) - e Quero ver você dançar, música de Ton Sagga, gravada originalmente pela cantora no segundo álbum, Sandra de Sá (RGE, 1982), disco de fase inicial em que o som da artista estava mais voltado para o funk e o soul. Outra música é Usa e abusa (1986), parceria de Sandra com Júnior Mendes eclipsada pelos diversos hits radiofônicos do álbum comercialmente mais bem-sucedido da carreira fonográfica da cantora, Sandra Sá (RCA, 1986). Produzido pela própria Sandra de Sá, o disco Lado B foi gravado com intervenções de Buchecha, Dennis DJ,  DJ Detonna, Melanina Carioca, Revelação e Thiaguinho.

15 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael M. disse...

Que delícia ouvir Sandra novamente... Vou gostar de revê-la cantar seus lados B...

Rafael M. disse...

Ah, belíssima capa... Mas já desgostei de saber que NX Zero e Revelação estarão nesse disco... Vão estragar as músicas...

Carlos Eduardo disse...

Não entendi a foto, mas Sandra está linda.

claudiopaes disse...

Finalmente um novo trabalho dela, é uma pena ter que aturar NX Zero e Revelaçao, mas podemos pular estas faixas.

Alexandre Teixeira disse...

Taí um projeto interessante!
E falando em lado B, ouvi dizer por aí que Marisa Monte tem um projeto de "reerguer" alguns lados B de Carlinhos Brown. Mesmo achando que ela precisa de novos parceiros, penso que pode sair algo interessante dessa ideia.

Daniel Lopes disse...

Amo a Sandra de Sá. Tenho sua discografia completa, sempre acompanhei ferozmente seu trabalho na música e admirava seu engajamento em causas contra o racismo, desarmamento, preconceito, entre outras. Mas fiquei espantado com seu posicionamento político recente, ao apoiar partidos e personalidades duvidosas e com causas questionáveis, leia-se PSDB. Isto me fez desinteressar pelo seu trabalho, apesar de todo o talento que sempre admirei nela. Espero realmente que este álbum seja digno o suficiente de sua grandeza e que possa a redimir de um público fiel, que se sentiu traído em suas convicções.

Marcelo disse...

Ô Sandrinha.... deixa o lado B quietinho... Precisamos de você em projetos revigorantes...novos ares...novos horizontes!!!

lurian disse...

A Sandra soul/funk era ótima, espero que o disco venha azeitado. Grande voz!!

Rafael M. disse...

Gosto do lados B da Sandra, mas também acho que ele deveria gravar coisa nova... Tá precisando (e nos devendo) muito material inédito... Apesar da capa ser bonita, com uma tonalidade de cor interessante, também fiquei sem entender o que ela quis transmitir com a mesma... Vai entender...

CelloPiazza disse...

Sandra sempre faz falta. Que venham mais e mais projetos, sejam lado s B , seja inéditos, sejam tributos. Grande voz !

Douglas Carvalho disse...

Sandra é ótima cantora, adorei a capa, mas essa estória de regravar lados B quando na verdade ela não faz nada de instigante há muitos anos, me parece, pura e simplesmente, repetição.

Eduardo disse...

Tomara que CANÇÃO DE BÚZIOS esteja no repertório.

Rodrigo disse...

Uma correção: o nome do álbum de 1986 é "Sandra Sá". Ela passou a usar o 'De' a partir de 1988.

Mauro Ferreira disse...

Tem razão, Rodrigo. Grato pelo toque. Abs, MauroF