Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Chico integra o time de intérpretes que se ocupa da canção-protesto de Dani

A IMAGEM DO SOM - Postada na página oficial de Dani Black no Facebook, a foto flagra o cantor e compositor paulistano com Chico Buarque em estúdio da cidade do Rio de Janeiro (RJ). Em 19 de dezembro de 2015, nomes como Chico, Pedro Luís e Zélia Duncan gravaram participações na música inédita O trono do estudar, composta por Black em solidariedade aos estudantes da cidade de São Paulo (SP) que foram para as ruas protestar contra plano de reorganização escolar proposto pelo governo de Sampa. Chico, Pedro e Zélia se juntaram ao time de intérpretes que, em São Paulo (SP), foi formado por artistas como Arnaldo Antunes, Hélio Flanders, Lucas Silveira, Tiago Iorc e Tiê, entre outros. A gravação originou clipe veiculado pelo movimento intitulado Virada Ocupação.

16 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A IMAGEM DO SOM - Postada na página oficial de Dani Black no Facebook, a foto flagra o cantor e compositor paulistano com Chico Buarque em estúdio da cidade do Rio de Janeiro (RJ). Em 19 de dezembro de 2015, nomes como Chico, Pedro Luís e Zélia Duncan gravaram participações na música inédita O trono do estudar, composta por Black em solidariedade aos estudantes da cidade de São Paulo (SP) que foram para as ruas protestar contra plano de reorganização escolar proposto pelo governo de Sampa. Chico, Pedro e Zélia se juntaram ao time de intérpretes que, em São Paulo (SP), foi formado por artistas como Arnaldo Antunes, Hélio Flanders, Lucas Silveira, Tiago Iorc e Tiê, entre outros. A gravação originou clipe veiculado pelo movimento intitulado Virada Ocupação.

Fred Alves disse...

Eu sei que aqui não é espaco politico mas pq esses mesmos não fazem música contra o corte de verbas que o Governo Federal realizou na educacão,talvez a ajudinha financeira acalme ou cale eles

Marisa disse...

Fred, gostaria de entender o seu comentário. Mas esse final ficou confuso!

Vitor disse...

Marisa, acredito que o comentário final do Fred seja referente as leis de incentivo que todos esses artistas recebem. De fato, aqui não é espaço político, mas chega a ser meio constrangedor ver esses artistas idolatrando partidos, cegos como fanáticos religiosos, seja de qual lado for. No meio de toda essa lama, de todos os lados, o melhor que eles tem a fazer é guardar suas convicções. Em tempo, está rolando um vídeo do Chico batendo boca, por causa do PT, com um pessoal nas ruas do Leblon.

lurian disse...

Por quê os artistas precisam guardar suas convicções politicas? Arte e politica sempre andaram juntas, simplesmente porque a vida é politica. Não existe neutralidade. Antes quem mostra a cara do que um bando de gente sob a mascara da farsa anônima.

Fred Alves disse...

Exatamente Vitor,muito bem explicado o que eu quis dizer!Esses artistas fazem vista grossa a toda bandalheira pelas famigeradas leis de incentivo.é realmente constrangedor e vergonhoso

Vitor disse...

Precisar, não precisam. Mas diante de tanta sujeira não vejo sentido em sair em defesa de nenhum lado.

Fabio Gomes disse...

Mauro, Chico é carioca, o que aliás levou a batizar com este termo gentílico canção de 1998 e CD de 2006.

Mauro Ferreira disse...

Fábio, eu sei que o Chico é carioca. O 'paulistano' na frase 'A fota flagra o cantor paulistano COM Chico...' se refere ao Dani Black. De todo modo, grato. Abs, MauroF

Clayton Moreira disse...

Li que o Chico topou gravar sem sequer conhecer a canção, apenas porque era, digamos, de "potresto". Já teve mais critério musical este senhor...

Fabio Gomes disse...

De fato, Mauro, você está certo, eu que fiz uma leitura excessivamente dinâmica e acabei me confundindo. Agradeço sua atenção.

Fred Alves disse...

Fábio com a ressalva de que seja protesto contra qualquer um que não o beneficie com a famigerada lei Rouanet

ADEMAR AMANCIO disse...

Eu fiz a mesma confusão que o Fabio Gomes.

Melman disse...

Quanta estupidez, as pessoas não sabem nem como funciona a lei Rouanet e saem por ai escrevendo coisas absurdas para denegrir a imagem das pessoas! Tudo com a intenção de patrulhar a convicção politica dois outros! Quanta ignorância!

Rhenan Soares disse...

A música é ótima, o vídeo ficou bonito e é muito importante que tenham feito. Assim como os shows dentro das escolas também foram importantíssimos. Nunca achei que veria algo parecido. Prova que a música brasileira contemporânea produzida em SP é mesmo independente em todos os aspectos. Diferentemente de outras canções que foram lançadas em 2015, "O trono do estudar" não soa demagoga e traz um discurso dessa importância com clareza e poesia incríveis. Dani Black, Chico e todos que participaram mandaram muito bem.

E, preciso dizer, quanto constrangimento ler esses comentários equivocados, conservadores e com um nível de informação tão baixo. Socorro!

Gill Sampaio Ominirò disse...

Eu sempre me entristeço com essa improbidade de termos da língua portuguesa. No futebol, temos elenco (que é coletivo de artistas), na música temos time (que é o coletivo de jogadores). E assim "o poste mija no cachorro". Por que o brasileiro gosta de ser o pior?