Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Lucy Alves celebra o centenário de Rosil Cavalcanti em álbum com Clã Brasil

Um dos maiores compositores da nação musical nordestina, Rosil Cavalcanti (20 de dezembro de 1915 - 10 de julho de 1968) tem origem pernambucana. Nasceu em Macaparana, cidade do interior de pernambuco. Mas muitos pensam que Rosil é paraibano - o que de certa forma também é verdade, pois foi na Paraíba, onde se radicou no início da década de 1940, que Rosil cresceu e apareceu como artista em carreira associada à trajetória do cantor e compositor paraibano Jackson do Pandeiro (1919 - 1982), um dos pilares da obra musical do Nordeste. E foi lá na Paraíba, mais precisamente em Campina Grande (PB), que Rosil - nome eclipsado pela luz irradiada pelo vivaz parceiro Jackson, com quem Rosil formou a dupla Café com Leite nos anos 1940 - saiu de cena cinco meses antes de completar 53 anos. A cantora, sanfoneira e atriz Lucy Alves é da Paraíba, assim como os músicos da família da artista, integrantes do grupo Clã Brasil. Por isso, Lucy Alves se sente em família e em casa ao celebrar o centenário de nascimento de Rosil Cavalcanti com a edição do álbum No forró do Seu Rosil, editado pela gravadora Biscoito Fino neste mês de dezembro de 2015. Expondo os tons da aquarela nordestina do compositor, Lucy Alves & Clã Brasil revivem oito sucessos de autoria de Rosil - inclusive o maior sucesso do compositor, Sebastiana, coco lançado na voz de Jackson do Pandeiro em disco de 78 rotações editado em 1953 - e apresentam três músicas inéditas (Coco x baião, Gibão e Tambaú), feitas pelo patriarca do Clã Brasil, José Hilton Alves, o Badu, a partir de poesias de Rosil. As oito músicas conhecidas foram lançadas em vozes como as de Luiz Gonzaga (1912 - 1989), Marinês (1935-2007) e do próprio Jackson do Pandeiro nas décadas de 1950 e 1960. Eis - na disposição da edição em CD lançada pela gravadora Biscoito Fino - as onze músicas de Cavalcanti gravadas por Lucy Alves & Clã Brasil no álbum  No forró do Seu Rosil:

1. Aquarela nordestina (Rosil Cavalcanti, 1958)
2. Tropeiros de Borborema (Rosil Cavalcanti, 1964)
3. Ô véio macho (Rosil Cavalcanti, 1962)
4. Forró na gafieira (Rosil Cavalcanti, 1959)
5. Sebastiana (Rosil Cavalcanti, 1953)
6. Coco do Norte (Rosil Cavalcanti, 1955)
7. A festa do milho (Rosil Cavalcanti, 1963)
8. Coco x baião (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
9. Gibão (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
10. Tambaú (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
11. Assunto novo (Rosil Cavalcanti, 1963)

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Um dos maiores compositores da nação musical nordestina, Rosil Cavalcanti (20 de dezembro de 1915 - 10 de julho de 1968) tem origem pernambucana. Nasceu em Macaparana, cidade do interior de pernambuco. Mas muitos pensam que Rosil é paraibano - o que de certa forma também é verdade, pois foi na Paraíba, onde se radicou no início da década de 1940, que Rosil cresceu e apareceu como artista em carreira associada à trajetória do cantor e compositor paraibano Jackson do Pandeiro (1919 - 1982), um dos pilares da obra musical do Nordeste. E foi lá na Paraíba, mais precisamente em Campina Grande (PB), que Rosil - nome eclipsado pela luz irradiada pelo vivaz parceiro Jackson, com quem Rosil formou a dupla Café com Leite nos anos 1940 - saiu de cena cinco meses antes de completar 53 anos. A cantora, sanfoneira e atriz Lucy Alves é da Paraíba, assim como os músicos da família da artista, integrantes do grupo Clã Brasil. Por isso, Lucy Alves se sente em família e em casa ao celebrar o centenário de nascimento de Rosil Cavalcanti com a edição do álbum No forró do Seu Rosil, editado pela gravadora Biscoito Fino neste mês de dezembro de 2015. Expondo os tons da aquarela nordestina do compositor, Lucy Alves & Clã Brasil revivem oito sucessos de autoria de Rosil - inclusive o maior sucesso do compositor, Sebastiana, coco lançado na voz de Jackson do Pandeiro em disco de 78 rotações editado em 1953 - e apresentam três músicas inéditas (Coco x baião, Gibão e Tambaú), feitas pelo patriarca do Clã Brasil, José Hilton Alves, o Badu, a partir de poesias de Rosil. As oito músicas conhecidas foram lançadas em vozes como as de Luiz Gonzaga (1912 - 1989), Marinês (1935-2007) e do próprio Jackson do Pandeiro nas décadas de 1950 e 1960. Eis - na ordem do CD - as 11 músicas gravadas por Lucy Alves & Clã Brasil no álbum No forró do Seu Rosil:

1. Aquarela nordestina (Rosil Cavalcanti, 1958)
2. Tropeiros de Borborema (Rosil Cavalcanti, 1964)
3. Ô véio macho (Rosil Cavalcanti, 1962)
4. Forró na gafieira (Rosil Cavalcanti, 1959)
5. Sebastiana (Rosil Cavalcanti, 1953)
6. Coco do Norte (Rosil Cavalcanti, 1955)
7. A festa do milho (Rosil Cavalcanti, 1963)
8. Coco x baião (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
9. Gibão (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
10. Tambaú (Rosil Cavalcanti e Badu, 2015) - música inédita
11. Assunto novo (Rosil Cavalcanti, 1963)

Marcelo Barbosa disse...

Bela cantora! Virei fã e passei a admirá-la depois de defender o belíssimo samba da Imperatriz (Zé Katimba e parceiros) na quadra . Ficou tão maravilhoso que foi convidada para gravar no cd oficial do carnaval.
Diga-se de passagem o samba do ano de 2016 das escolas de samba!
Salve Luci! Irei comprar!

Fabio Passadisco disse...

Para os que pensavam que Rosil Cavalcanti seria esquecido no ano do seu centenário; eis que dois CDs e um livro são lançados em 2015. O outro CD foi "Rosil do Brasil" de Chico Salles (Universal) e o livro foi "Pra Dançar e Xaxar na Paraíba" de Rômulo Nóbrega e José Batista Alves (Independente).

Viva Rosil !

Rafael M. disse...

Ué, a Lucy voltou para o Clã Brasil? Não sabia... De qualquer forma um disco homenageando Rosil é sempre necessário de se ter...

Marcelo Barbosa disse...

Lucy**

Clayton Moreira disse...

Ótima sacada!