Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 20 de dezembro de 2015

RETROSPECTIVA 2015 – Elba expande olhar musical com belo álbum e DVD

RETROSPECTIVA 2015 – Há um ano, em dezembro de 2014, Elba Ramalho lançou EP digital, Do meu olhar, que sinalizou o excelente ano musical vivido pela cantora paraibana em 2015. Focando andanças atrevidas da artista em três gravações de tom humanista, o EP Do meu olhar deu pista certeira do álbum que Elba lançou em março deste ano de 2015, Do meu olhar pra fora, com distribuição da gravadora Coqueiro Verde Records. No 33º álbum de discografia iniciada em 1979, Elba expandiu olhar musical ao apresentar 12 músicas gravadas com o toque pop contemporâneo da produção de Luã Mattar e Yuri Queiroga. Promovido com show que estreou em abril, em São Paulo (SP), o álbum se revelou um dos melhores e mais ambiciosos discos da trajetória da Leoa do Norte. Coroando ano feliz, de grande harmonia pessoal e profissional, a artista lançou em dezembro, também via Coqueiro Verde Records, kit de CD e DVD Cordas, Gonzaga e afins, com a gravação ao vivo do homônimo show de arquitetura teatral apresentado em 2014 por Elba com o grupo armorial SaGRAMA e o quarteto de cordas Encore, ambos de Pernambuco. A Leoa continua valente.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ RETROSPECTIVA 2015 – Há um ano, em dezembro de 2014, Elba Ramalho lançou EP digital, Do meu olhar, que sinalizou o excelente ano musical vivido pela cantora paraibana em 2015. Focando andanças atrevidas da artista em três gravações de tom humanista, o EP Do meu olhar deu pista certeira do álbum que Elba lançou em março deste ano de 2015, Do meu olhar pra fora, com distribuição da gravadora Coqueiro Verde Records. No 33º álbum de discografia iniciada em 1979, Elba expandiu olhar musical ao apresentar 12 músicas gravadas com o toque pop contemporâneo da produção de Luã Mattar e Yuri Queiroga. Promovido com show que estreou em abril, em São Paulo (SP), o álbum se revelou um dos melhores e mais ambiciosos discos da trajetória da Leoa do Norte. Coroando ano feliz, de grande harmonia pessoal e profissional, a artista lançou em dezembro, também via Coqueiro Verde Records, kit de CD e DVD Cordas, Gonzaga e afins, com a gravação ao vivo do homônimo show de arquitetura teatral apresentado em 2014 por Elba com o grupo armorial SaGRAMA e o quarteto de cordas Encore, ambos de Pernambuco. A Leoa continua valente.

Rafael M. disse...

O CD/DVD "Cordas, Gonzaga E Afins" é lindo de doer... Já o "Do Meu Olhar Pra Fora" é bom, mas não tanto quanto o "Cordas".

Victor Moraes, disse...

Vou discordar do comentário acima e dizer que me apaixonei fácil pelo "Do meu olhar pra fora"!
Olha que artista com décadas de carreiras, conhecidos por determinado som, quando vem inovar com algo mais pop, mais ousado e/ou jovem...acaba fazendo algo de difícil degustação. Mas a misturada de Elba ficou perfeita, dela se divertindo em "patchulli" até cantando perfeitamente em francês soou maravilhoso e até natural, logo de cara. Ela conseguiu fazer essa inovação sem causar estranheza. Pra mim tá fácil no top10 ou até top5 do ano!

Pra mim "cordas" é ótimo e fácil pros conservadores apreciarem. Mas acho que deveria haver um investimento maior em "do meu olhar pra fora"...no conceito, no show, num registro do show, em artes visuais... super cabem clipes para aquelas cancões e conceito do álbum.
Desceu bem mais fácil que álbuns [bons inclusive] como recanto de Gal. Por que não perde a identidade de sempre da cantora ao mesmo tempo que soa diferente das outras obras. Enfim, um bom equilíbrio.

Falar em top10... Mauro, vai arriscar fazer uma lista sua? Adoraríamos ver! Abraço

claudiopaes disse...

Realmente foi um ano de comemoraçao para Elba. O "do meu olhar..." E lindo demais, muito proximo do conceito "qual assunto...", e cordas e muito clean, e Elba no tempo da delicadeza.