Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 27 de dezembro de 2015

RETROSPECTIVA 2015 – Estrelas da música mudam de lugar e saem de cena

RETROSPECTIVA 2015 – Salvo alguma fatalidade reservada para os cinco dias que faltam para enterrar 2015, o suicídio do compositor sul mato-grossense Geraldo Roca - parceiro de Paulo Simões na música Trem do Pantanal (1975) - na noite de 25 de dezembro fechou o arco de partidas de ano marcado por perdas substanciais no universo pop brasileiro. Diversas estrelas da música - 26! - mudaram de lugar, saindo de cena ao longo do ano. Por ordem de saída, a música do Brasil perdeu este ano Lincoln Olivetti (1954 - 2015), Vanja Orico (1929 - 2015), Odete Lara  (1929 - 2015), Renato Rocha (1961 - 2015), José Rico (1946 - 2015), Vital Dias (1960 - 2015), Inezita Barroso (1925 - 2015), Severo do Acordeom (1950 - 2015), Cleide Alves (1946 - 2015), Percy Weiss (1955 - 2015), Mangabinha (1942 - 2015), Selma do Coco (1935 - 2015), Vó Maria (1911 - 2015), José Messias (1928 - 2015), Fernando Brant (1946 - 2015), Ivinho (1953 - 2015), Cristiano Araújo (1986 - 2015), Renato Ladeira (1958 - 2015), Luizito da Mangueira (1954 - 2015), Cláudia Barroso (1932 - 2015), Luiz Carlos Miele (1938 - 2015), Waldir 59 (1928 - 2015), Marília Pera (1943 - 2015), Selma Reis (1960 - 2015), Júpiter Maçã (1968 - 2015) e Geraldo Roca (1958 - 2015). Ficou a Arte!!

8 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ RETROSPECTIVA 2015 – Salvo alguma fatalidade reservada para os cinco dias que faltam para enterrar 2015, o suicídio do compositor sul mato-grossense Geraldo Roca - parceiro de Paulo Simões na música Trem do Pantanal (1975) - na noite de 25 de dezembro fechou o arco de tragédias de ano marcado por perdas substanciais no universo pop brasileiro. Diversas estrelas da música mudaram de lugar, saindo de cena ao longo do ano. Por ordem de saída, a música do Brasil perdeu este ano Lincoln Olivetti (1954 - 2015), Vanja Orico (1929 - 2015), Odete Lara (1929 - 2015), Renato Rocha (1961 - 2015), José Rico (1946 - 2015), Vital Dias (1960 - 2015), Inezita Barroso (1925 - 2015), Severo do Acordeom (1950 - 2015), Cleide Alves (1946 - 2015), Percy Weiss (1955 - 2015), Mangabinha (1942 - 2015), Selma do Coco (1935 - 2015), Vó Maria (1911 - 2015), José Messias (1928 - 2015), Fernando Brant (1946 - 2015), Ivinho (1953 - 2015), Cristiano Araújo (1986 - 2015), Renato Ladeira (1958 - 2015), Luizito da Mangueira (1954 - 2015), Cláudia Barroso (1932 - 2015), Luiz Carlos Miele (1938 - 2015), Waldir 59 (1928 - 2015), Marília Pera (1943 - 2015), Selma Reis (1960 - 2015), Júpiter Maçã (1968 - 2015) e Geraldo Roca (1958 - 2015). Ficou a Arte!!

Rafael M. disse...

Muitos bons artistas morreram, indo brilharem lá no céu agora.... Que descansem em paz!!!

lurian disse...

Ainda outro dia ouvia Trem do pantanal na gravação de Diana Pequeno, cantora que faz falta no cenário musical.
Muitas perdas para nossa música. Mas arte os imortalizou.

ADEMAR AMANCIO disse...

O coro no céu agradece e engrandece.

ADEMAR AMANCIO disse...

Vanja Orico,Geraldo Roca,Selma do coco e tem até Vó Maria.Adoro nomes engraçados.

Vladimir disse...

Lurian, Diana Pequeno pode fazer falta no cenário musical, mas por talvez ter desistido da carreira e não por ter passado para o outro lado!

Bergamasco disse...

Tambem a cantora Wilma Bentivegna.

Mauro Silva disse...

Quero muito o CD Remasterizado de "Elas por Ela", pois esta fora de catálogo há décadas.