Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Caixa com os três primeiros álbuns de Chico Buarque é reposta em catálogo

Lançada originalmente em 2006 pela Som Livre, a luxuosa caixa Chico Buarque de Hollanda - Os primeiros anos está sendo reposta em catálogo pela gravadora - herdeira do acervo da extinta RGE - neste mês de dezembro de 2015. A caixa reúne reedições em formato digipack dos três primeiros álbuns de Chico Buarque, gravados e lançados pelo cantor e compositor carioca entre 1966 e 1968. Chico Buarque de Hollanda (RGE, 1966), Chico Buarque de Hollanda volume 2 (RGE, 1967) e Chico Buarque de Hollanda volume 3 (RGE, 1968) foram embalados na caixa em reedições que recuperam os textos e a arte gráfica dos álbuns originais, além de reproduzirem as letras das músicas. Cada disco traz encarte com texto em que o jornalista carioca Mauro Ferreira, editor de Notas Musicais, contextualiza o álbum em pauta na trajetória inicial de Chico Buarque e detalha o repertório da fase mais lírica da obra do compositor, então (mais) voltada para o samba.

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Lançada originalmente em 2006 pela Som Livre, a luxuosa caixa Chico Buarque de Hollanda - Os primeiros anos está sendo reposta em catálogo pela gravadora - herdeira do acervo da extinta RGE - neste mês de dezembro de 2015. A caixa reúne reedições em formato digipack dos três primeiros álbuns de Chico Buarque, gravados e lançados pelo cantor e compositor carioca entre 1966 e 1968. Chico Buarque de Hollanda (RGE, 1966), Chico Buarque de Hollanda volume 2 (RGE, 1967) e Chico Buarque de Hollanda volume 3 (RGE, 1968) foram embalados na caixa em reedições que recuperam os textos e a arte gráfica dos álbuns originais, além de reproduzirem as letras das músicas. Cada disco traz encarte com texto em que o jornalista carioca Mauro Ferreira, editor de Notas Musicais, contextualiza o álbum em pauta na trajetória inicial de Chico Buarque e detalha o repertório da fase mais lírica da obra do compositor, então (mais) voltada para o samba.

Alice disse...

legal. gostei!

Natálio disse...

Adoro esses álbuns. Relançamento oportuno.

Rafael M. disse...

Caixa primorosa!!!

Ugo Barra Limpa disse...

Só acho uma pena, ao contrário da edição em vinil dessa caixinha "primeiros anos", não vir com o disco Chico Buarque na Itália. Este disco, no qual ele canta suas músicas em italiano não saiu nem na coleção da Editora Abril nem no último Box de sua discografia na Universal.

BIGODE disse...

Caixinha muito bonita, o som está excelente e a qualidade das musicas indiscutível...Vale muito a pena