Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 23 de agosto de 2015

Ultraje surfa entre tango, bolero e rocks em projeto de 'covers' instrumentais

Há 25 anos, bem no início da década de 1990, o grupo paulistano Ultraje a Rigor já começava a amargar fase de menor sucesso comercial e partiu para um projeto de covers, gravando músicas que influenciaram a banda no álbum intitulado Por quê Ultraje a Rigor? (Warner Music, 1990). Decorridos estes 25 anos, o grupo de Roger Moreira surpreende ao lançar o segundo volume do projeto nas plataformas digitais através do selo EF / Sony Music. Já disponível, Por quê Ultraje a Rigor? Vol. 2 é disco inteiramente instrumental gravado em um único dia no estúdio 500, em São Paulo (SP), com produção pilotada por Roger e pelos músicos da atual formação de sua banda. O repertório inclui 20 músicas. Uma das mais conhecidas é o tango La cumparsita (Gerardo Matos Rodríguez, 1916), recriado pelo Ultraje na onda da surf music. A propósito, o repertório inclui Love pipe (1997), tema do repertório do grupo russo-americano The Red Elvises, cujo som inclui muito surf rock. Entre bolero como Perfídia (Alberto Domínguez, 1939) e tema instrumental de surf rock como Walk, don't run (Johnny Smith, 1954), o Ultraje a Rigor toca até o tema de abertura do programa de TV  The Noite, talk-show apresentado pelo humorista Danilo Gentili na emissora SBT.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Há 25 anos, bem no início da década de 1990, o grupo paulistano Ultraje a Rigor já começava a amargar fase de menor sucesso comercial e partiu para um projeto de covers, gravando músicas que influenciaram a banda no álbum intitulado Por quê Ultraje a Rigor? (Warner Music, 1990). Decorridos estes 25 anos, o grupo de Roger Moreira surpreende ao lançar o segundo volume do projeto nas plataformas digitais através do selo EF / Sony Music. Já disponível, Por quê Ultraje a Rigor? Vol. 2 é disco inteiramente instrumental gravado em um único dia no estúdio 500, em São Paulo (SP), com produção pilotada por Roger e pelos músicos da atual formação de sua banda. O repertório inclui 20 músicas. Uma das mais conhecidas é o tango La cumparsita (Gerardo Matos Rodríguez, 1916), recriado pelo Ultraje na onda da surf music. A propósito, o repertório inclui Love pipe (1997), tema do repertório do grupo russo-americano The Red Elvises, cujo som inclui muito surf rock. Entre bolero como Perfídia (Alberto Domínguez, 1939) e tema instrumental de surf rock como Walk, don't run (Johnny Smith, 1954), o Ultraje a Rigor toca até o tema de abertura do programa de TV The Noite, talk-show apresentado pelo humorista Danilo Gentili na emissora SBT.

rockeiro galponeiro disse...

isso porque falta criatividade para lançar um disco tipo sexo ou nós vamos invadir sua praia.

Cassius Burle disse...

Seria bom se este cd fosse lançado também na plataforma física,porém não acredito que vá superar o primeiro volume lançado em 1990 que continha excelentes covers.Mesmo que o Ultraje seja um grupo que teoricamente ´já deu o que tinha que dar´este novo volume pode ser interessante.