Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 9 de agosto de 2015

Eis a capa (e o nome) do álbum em que Mariana Aydar interpreta Nuno Ramos

Pedaço duma asa é o título do quarto álbum de estúdio da cantora e compositora paulistana Mariana Aydar. Pedaço duma asa é também título de uma das sete músicas inéditas de Nuno Ramos gravadas por Aydar neste disco inteiramente dedicado ao belo cancioneiro do compositor e artista plástico paulista. Com lançamento agendado para 21 de agosto de 2015, em edição da Pommelo distribuições, o CD Pedaço duma asa tem produção assinada por Duani Martins. Aydar dá voz a músicas compostas por Nuno Ramos com parceiros como Clima e a própria Mariana Aydar. Entre as inéditas, há Mamãe papai (Clima e Nuno Ramos), Dedo duro (Clima e Nuno Ramos), Vem na voz (Mariana Aydar e Nuno Ramos), Cabou (Clima e Nuno Ramos) e Saiba ficar quieto (Nuno Ramos), entre outras músicas de Ramos.  Eis, na ordem do CD, os títulos das 12 músicas do álbum Pedaço duma asa:

1. Mamãe papai (Clima e Nuno Ramos, 2015) - música inédita
2. Dedo duro (Clima e Nuno Ramos, 2015) - música inédita
3. Poeira (Mariana Aydar e Nuno Ramos, 2014)
4. Atrás dessa amizade (Nuno Ramos, 2006)
5. Samba triste (Clima, 2015) - música inédita
6. Saiba ficar quieto (Nuno Ramos, 2009) 
7. Isso pode (Nuno Ramos, 2015) - música inédita
8. Pedaço duma asa (Nuno Ramos, 2015) - música inédita
9. Dentro das rosas (Clima e Nuno Ramos, 2015) - música inédita
10. Caia na risada (Clima e Nuno Ramos, 2009)
11. Cabou (Clima e Nuno Ramos, 2015) - música inédita
12. Barulho feio (Romulo Fróes e Nuno Ramos, 2014)

11 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Pedaço duma asa é o título do quarto álbum de estúdio da cantora e compositora paulistana Mariana Aydar. Pedaço duma asa é também o nome de uma das músicas inéditas de Nuno Ramos gravadas por Aydar neste disco inteiramente dedicado ao cancioneiro do compositor e artista plástico paulista. Com lançamento previsto para este mês de agosto, em edição da Pommelo distribuições, o CD Pedaço duma asa tem produção assinada por Duani Martins. Aydar dá voz a músicas compostas por Nuno Ramos com parceiros como Clima e a própria Mariana Aydar. Entre as inéditas, há Mamãe papai (Clima e Nuno Ramos), Dedo duro (Clima e Nuno Ramos), Vem na voz (Mariana Aydar e Nuno Ramos) e Cabou (Clima e Nuno Ramos), entre outras composições de Nuno.

Marcelo disse...

Essa é das boas! Sabe o que faz!!

Alison Gonçalves disse...

Bom dia, Mauro.

Prévias do disco podem ser ouvidas aqui: http://muzoic.com/en/release/album/mariana-aydar-peda%C3%A7o-duma-asa

No Amazon, a venda está prevista para 21 de agosto.
Ainda, a título de curiosidade, Mariana e equipe ganharam edital do SALIC para 10 shows em capitais brasileiras a partir de novembro.

Rafael M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael M. disse...

Gostei das prévias das músicas... Vamos ver como ficará o resultado final. Adoro a Mariana!!! Sei que ela está fazendo algo de qualidade...

Rafael M. disse...

Capa maravilhosa! Bonita, de encher os olhos!!!

Raffa disse...

Mauro, vc teria mais informações sobre os músicos que gravaram esse disco? Bela capa! Os trechos para audição infelizmente são curtos, ainda não consigo saber se gostarei desse trabalho; mas vem em boa hora, não aguentava mais o show do Cavaleiro Selvagem Aqui Te Sigo.

Mauro Ferreira disse...

Oi, Raffa, aguarde um post mais detalhado sobre o disco. Abs, MauroF

Luca disse...

a capa é boa, tem que ver o disco

Noite Veloz disse...

Gosto é gosto, não se discute. Vi todos tecendo loas à capa, putz! Será que só eu achei ela horrorosa/estranha/esquisita? Saudades de quando a música precisava de um dispositivo móvel para se vender e havia todo um cuidado em se envolver esse dispositivo (seja ele vinil, cd ou cassete) com uma capa bem trabalhada para despertar um desejo a partir dela! O que tenho visto nos últimos tempos acho lamentável, os únicos sentimentos que consigo ter são de estranhamento e às vezes repulsa, nunca de admiração. Mas talvez eu esteja errado e não entenda nada de "arte" mas "sei do que não gosto".

ADEMAR AMANCIO disse...

As pessoas quando compram um disco querem,além da música,que as letras sejam um compêndio literário,e que tenha uma capa com um valor artístico à altura de um Picasso,muito estranho.