Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 16 de agosto de 2015

Próximo projeto de Ana é trabalho de voz e violão com intervenções de Mutti

Encerrada a turnê nacional do show inspirado no álbum #AC (Armazém / Sony Music, 2013), a cantora e compositora mineira Ana Carolina já parte para outro projeto. Trata-se de show de voz e violão (tocado pela própria Ana) que vai ter eventuais intervenções eletrônicas - leia-se samples e programações - do músico, arranjador e produtor musical baiano Mikael Mutti. Provável objeto de registro fonográfico, o show vai misturar músicas de autoria da artista com composições de lavra alheia. Está prevista no roteiro uma música do compositor pernambucano Zé Manoel, cujo segundo álbum, Canção e silêncio (Independente, 2015), vem despertando a atenção do meio musical (o cantor gaúcho Filipe Catto já inclui a canção-título em seu segundo álbum de estúdio, Tomada, programado para setembro). Dirigido pela própria Ana Carolina (em foto de Leo Aversa), o show tem estreia prevista para o último trimestre de 2015,  chegando à cena possivelmente em outubro.

15 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Encerrada a turnê nacional do show inspirado no álbum #AC (Armazém / Sony Music, 2013), a cantora e compositora mineira Ana Carolina já parte para outro projeto. Trata-se de show de voz e violão (tocado pela própria Ana) que vai ter eventuais intervenções eletrônicas - leia-se samples e programações - do músico, arranjador e produtor musical baiano Mikael Mutti. Provável objeto de registro fonográfico, o show vai misturar músicas de autoria da artista com composições de lavra alheia. Está prevista no roteiro uma música do compositor pernambucano Zé Manoel, cujo segundo álbum, Canção e silêncio (Independente, 2015), vem despertando a atenção do meio musical (o cantor gaúcho Filipe Catto já inclui a canção-título em seu segundo álbum de estúdio, Tomada, programado para setembro). Dirigido pela própria Ana Carolina (em foto de Leo Aversa), o show tem estreia prevista para o último trimestre de 2015, chegando à cena possivelmente em outubro.

Rafael M. disse...

Poderia focar somente num álbum de voz e violão, e não inventar moda de misturar som eletrônico no meio...

mana mingota disse...

Rafael eu respeito a sua opinião, porém um artista sendo que tem voz para compor outro tipo de musicalidade e interpretar outros estilos de musica, porque não optar? no caso o #AC não foi algo que o publico estivesse a espera, mas foi um resultado plausivel e que a meu ver está de parabéns, conseguimos ver uma Ana aquém daquilo que o publico estava a espera, ela poderia ter optado por um género de voz e violão, mas optou pelo género eletrónico, um artista deve explorar-se mais, ir além do que o seu estilo musical demonstra, esta é a minha opinião ;)
Quanto ao Mauro Ferreira, parabéns pelo Blog e pelas suas críticas construtivas.

Abraços

mana mingota disse...

Rafael eu respeito a sua opinião, porém um artista sendo que tem voz para compor outro tipo de musicalidade e interpretar outros estilos de musica, porque não optar? no caso o #AC não foi algo que o publico estivesse a espera, mas foi um resultado plausivel e que a meu ver está de parabéns, conseguimos ver uma Ana aquém daquilo que o publico estava a espera, ela poderia ter optado por um género de voz e violão, mas optou pelo género eletrónico, um artista deve explorar-se mais, ir além do que o seu estilo musical demonstra, esta é a minha opinião ;)
Quanto ao Mauro Ferreira, parabéns pelo Blog e pelas suas críticas construtivas.

Abraços

Cristiano RM disse...

Pela primeira vez acho que vou concordar com o Rafael M. hahaha
;)

Cristiano RM disse...

Mas estou ansioso demais com esse projeto novo! Sonho de consumo de muita gente ouvir Ana Carolina em tom acústico.

Leonardo Ribeiro - Personal Dancer - BH disse...

Ontem me perguntei qual seria o futuro da Ana após término da turnê #AC. Obrigado por responder de maneira tão maravilhosa. Ana e seu violão, sozinhos no palco. Que maravilha! Tunts tunts

Rhenan Soares disse...

Notícia maravilhosa. Bom saber que a Ana está buscando o repertório de outros compositores. Aposto que virá algo excelente. E acredito que a participação do Mutti não deve lembrar o trabalho no #AC, não. Vamos aguardar! :)

Marcelo Barbosa disse...

Grava samba, Ana! Está tão raro! rs (ironia)
Mas eu confesso que iria adorar!!

Victor Moraes, disse...

Acho que a Ana deveria [tentar] optar por uma set mais surpreendente, mesmo contendo musicas da própria lavra. Dar ênfase em música "de canto" dos álbuns anteriores, que não foram trabalhadas, ou veiculadas nas rádios. Sair do conforto das músicas de sempre.

Leonardo Ribeiro - Personal Dancer - BH disse...

Victor, você foi perfeito em sua colocação! 👏

Cristiano RM disse...

Concordo com o Vítor. Um exemplo é "O avesso dos ponteiros". Essa canção é digna de um registro ao vivo. Voz e violão então nem se fala...

Estalactites hemorrágicas disse...

Gente, não tá fácil prá ninguém
É uma onda de disco esquema voz e violão, músico que toca todos os instrumentos, visto que, produzir um disco não sai barato com muito músico em torno do canário e, patrocino para bancar todo um aparato em show tá mais difícil que Babilônia emplacar,daqui a pouco rola CD a capela. A Daniela já fazendo axé só com violão.

Ricardo Sérgio

codigoacesso disse...

Só o fato de Ana gravar Zé Manoel, uma das grandes surpresas para mim este ano, acredito que virá coisa boa por aí. Esperemos!

Victor Amarante disse...

Será que esse registro sai, minha gente? Sai, Mauro?