Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Eis a capa de 'Caymmi Centenário', disco que junta Caetano, Chico e Gil

Esta é a capa de Dorival Caymmi - Centenário, álbum lançado pela Biscoito Fino neste mês de agosto de 2014. Idealizado para festejar o centenário de nascimento de Dorival Caymmi (1914 - 2008), o disco tem arranjos sinfônicos divididos entre Dori Caymmi e Mario Adnet. Diferentemente de Caymmi (Som Livre, 2013), álbum de raridades do cancioneiro lapidar de Dorival, gravado por Dori com seus irmãos Danilo e Nana Caymmi, Dorival Caymmi - Centenário está centrado nos grandes sucessos do compositor e reúne os três irmãos com Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil. Juntos, Caetano, Chico e Gil se unem na abordagem do samba O que é que a baiana tem? (Dorival Caymmi, 1939), faixa que abre o CD. Sozinho, Caetano dá voz ao samba-canção Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Carlos Guinle, 1951) e ao samba Saudade da Bahia (Dorival Caymmi, 1957). Solo, Gil cai no Samba da minha terra (Dorival Caymmi, 1940) e canta Rosa Morena (Dorival Caymmi, 1942). Já Chico sola Dora (Dorival Caymmi, 1945) e Marina (Dorival Caymmi, 1947). Por sua vez, Danilo canta sozinho Nem eu (Dorival Caymmi, 1952) e remexe no Vatapá (Dorival Caymmi, 1942) enquanto Nana reconta A lenda do Abaeté (Dorival Caymmi, 1948) e se embrenha no Sargaço mar (Dorival Caymmi, 1985). Além de arranjar metade do disco, Dori canta João Valentão (Dorival Caymmi, 1953) e O bem do mar (Dorival Caymmi, 1952) assim como Adnet dá voz ao samba A vizinha do lado (Dorival Caymmi, 1946). Juntos, os três irmãos Caymmi entoam a Canção da partida (Dorival Caymmi, 1957). O CD já está no iTunes.

7 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Esta é a capa de Dorival Caymmi - Centenário, álbum lançado pela Biscoito Fino neste mês de agosto de 2014. Idealizado para festejar o centenário de nascimento de Dorival Caymmi (1914 - 2008), o disco tem arranjos sinfônicos divididos entre Dori Caymmi e Mario Adnet. Diferentemente de Caymmi (Som Livre, 2013), álbum de raridades do cancioneiro lapidar de Dorival, gravado por Dori com seus irmãos Danilo e Nana Caymmi, Dorival Caymmi - Centenário está centrado nos grandes sucessos do compositor e reúne os três irmãos com Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil. Juntos, Caetano, Chico e Gil se unem na abordagem do samba O que é que a baiana tem? (Dorival Caymmi, 1939), faixa que abre o CD. Sozinho, Caetano dá voz ao samba-canção Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Carlos Guinle, 1951) e ao samba Saudade da Bahia (Dorival Caymmi, 1957). Solo, Gil cai no Samba da minha terra (Dorival Caymmi, 1940) e canta Rosa Morena (Dorival Caymmi, 1942). Já Chico sola Dora (Dorival Caymmi, 1945) e Marina (Dorival Caymmi, 1947). Por sua vez, Danilo canta sozinho Nem eu (Dorival Caymmi, 1952) e remexe no Vatapá (Dorival Caymmi, 1942) enquanto Nana reconta A lenda do Abaeté (Dorival Caymmi, 1948) e se embrenha no Sargaço mar (Dorival Caymmi, 1985). Além de arranjar metade do disco, Dori canta João Valentão (Dorival Caymmi, 1953) e O bem do mar (Dorival Caymmi, 1952) assim como Adnet dá voz ao samba A vizinha do lado (Dorival Caymmi, 1946). Juntos, os três irmãos Caymmi entoam a Canção da partida (Dorival Caymmi, 1957). O CD já está no iTunes.

Mauro Silva disse...

Com total respeito a este projeto, mas ele soa muito repetitivo, até por que muitos destes artistas(não todos, mas quase todos) já gravaram Caymmmi em seus discos próprios...o Caymmmi merece muitas homenagens,mas a melhor delas seria colocar sua própria e original obra de volta ao catálogo. Muito se falou e se lançou nestas últimas comemorações mas o Box com a sua discografia não veio e esta fora do mercado á anos.Por outro lado o Chico que esta neste projeto já esta no 3° Box (1°Construção, 2°Abril, 3° De todas as maneiras), pra muitos falta MUITO e pra outros podemos até escolher qual prensagem remasterizada comprar.Fala Sério :(

ADEMAR AMANCIO disse...

Ratifico o comentário acima.

Eduardo Cáffaro disse...

Concordo totalmente com vc mauro Silva. Não tem mais sentido essas regravações. Por mais que a obra seja maravilhosa. prefiro o show de caymmi com Gal que ficaram de lançar e até agora nada. Seria muito mais interessante do que esse CD.

Fábio Passadisco disse...

Mauro Silva.

O box "Caymmi, amor e mar", que reúne 12 LPs em 06 CDs continua em catálogo.

Marcelo disse...

Caymmi nunca é demais..principalmente com novas gravações com artistas de verdade. Pena que Nana pegou 2 canções bem chatinhas ( gosto pessoal )... Mas tá valendo...

Luca disse...

se esquecem do centenário, reclamam, se fazem discos reclamam também... ora, tem sempre gente nova chegando...