Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Chitãozinho & Xororó lançam inédita e gravam CD com músicas de Jobim

♪ Enquanto lançam nas rádios a música Hipótese (Renan, Bruno e Denis), em gravação inédita produzida por Fernando Zorzanello (da dupla Fernando & Sorocaba), Chitãozinho & Xororó preparam, em estúdio de São Paulo, disco inteiramente dedicado ao cancioneiro do compositor carioca Antonio Carlos Jobim (1927-1994). Trata-se do primeiro CD feito pela dupla sertaneja paranaense com músicas de um determinado compositor. O repertório inclui Eu sei que vou te amar (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1959), entre outros standards de Jobim. A ideia da dupla Chitãozinho & Xororó é transpor o cancioneiro de Tom para o universo sertanejo.

13 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Enquanto lançam nas rádios a música Hipótese (Renan, Bruno e Denis), em gravação inédita produzida por Fernando Zorzanello (da dupla Fernando & Sorocaba), Chitãozinho & Xororó preparam, em estúdio de São Paulo, disco inteiramente dedicado ao cancioneiro do compositor carioca Antonio Carlos Jobim (1927-1994). Trata-se do primeiro CD feito pela dupla sertaneja paranaense com músicas de um determinado compositor. O repertório inclui Eu sei que vou te amar (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1959), entre outros standards de Jobim. A ideia da dupla Chitãozinho & Xororó é transpor o cancioneiro de Tom para o universo sertanejo.

Leo-MT disse...

Gostei! Espero ansioso por este trabalho inusitado. Sou fã da dupla, tenho quase todos os CD`s deles. Ao mesmo tempo que tenho muitos CD´s deles, tenho todos os CD´s da Simone, Maria Bethania, Clara Nunes, Tom Jobim, Zizi Possi, Gal Costa e muitos outros, nacionais ou internacionais. Fiz questão de dizer algumas discografias que tenho no meu acervo, para calar almas atrasadas que acham música sertaneja inferior, ou coisa de gente brega. Nas redes sociais sempre vejo esses tipo de comentário esdruxulo, e fico profundamente irritado. Sinto pena de gente deste tipo. Sou grande fã da dupla Chitão e Xororó, sempre colecionei!

Marcelo disse...

Isso deve ser pegadinha da gravadora!!! Se for verdade...corram pras colinas!!! E deixem as almas evoluidas pra trás!!! ;)

André disse...

Coitado do Tom, não merecia isso.

Tombom disse...

Não sou fã desses dois cantores — mas espero, sinceramente, que C&X honrem a qualidade excepcional do cancioneiro de Tom Jobim. E que a transposição seja inspiradora e bem-sucedida!

Clayton Moreira disse...

Jobim compôs algumas músicas que possuem esse clima sertanejo: "Correnteza", "Caminho de pedra"... Mas tem como dar certo esse tal tributo?

Alan disse...

Não sei porque tudo que é música que certo grupo não gosta é considerada "ruim" e a MPB é sinônimo de música boa etc. Temos que ver que são gêneros distintos e devem ser analisados justamente,tanto nas resenhas quanto em comentários. Claro, que tem a opinião do Mauro, do que ele gosta ou não, mas deve ser olhar a música, não com o olhar "MPB de ser", mas sim com o lado do gênero que ele é. É só uma opinião.

ADEMAR AMANCIO disse...

Alguém devia avisar a dupla,que a obra de Tom Jobim não é repertório da mãe Joana.

Eduardo Cáffaro disse...

Não gosto de falar sem ouvir, mas vejo como se a Joelma da Banda calypso gravasse um Cd cantando repertório da Elis. Jobim e suas melodias sinuosas e delicadas, e as vezes ardentes como Borzeguim , ao meu ver, não tem nada a ver com vozes abertas em terças - o que fazem as duplas no geral - nem com os irritantes vibratos e mudanças na melodia trocando notas para a oitava superior, como fizeram em No Rancho Fundo... Sei também que é uma maneira de levar o repertório do Tom para muitos fãs da dupla que não o conhecem. Na verdade fico aqui no aguardo, e torcendo para que seja um belo trabalho como Tom merece.

Matheus Nascimento disse...

vocês acham que seria melhor se o grande público gostasse de músicas mais "cultas", mas não aceitam quando artistas populares as querem gravar
ou será que vocês querem mesmo é que o que é de "bom gosto" continue nos guetos elitizados do setor cultural brasileiro?

José Adriano disse...

Chitãozinho & Xororó na minha humilde opinião possui uma carreira Fantástica e Promissora, fez álbuns fantásticos, com o aval de gente renomada da 'MPB', inclua-se Djavan, Jair Rodrigues, Ney Matogrosso, Simone, Caetano Veloso, entre outros!

Tom Jobim merece essa justa homenagem, que acredito que se tivesse vivo aprovaria, assim como fez o Maestro João Carlos Martins que deixou o preconceito de lado e viu qualidade na música desses meninos!

Parabéns e ansioso pela chegada desse trabalho.

Bernardo Barroso Neto disse...

Meu Deus dá medo de ouvir, deixem Tom Jobim em paz.

Luis Guto disse...

Gente, vamos esperar o CD sair? Não curto Ch&X, mas um tributo ao mestre Tom é sempre bem-vindo. E deve ficar interessante e inusitado ouvir suas canções em vozes sertanejas. Cuidemos.