Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 13 de agosto de 2014

'Espelho d'água', canção de amor em paz, sinaliza alto nível do CD de Gal

Música inédita que batizou o show de voz, violão e guitarra feito por Gal Costa em São Paulo (SP) com o violonista Guilherme Monteiro, Espelho d'água é a única composição já ouvida do CD que a cantora baiana - em foto de Rodrigo Goffredo - grava neste segundo semestre de 2014. Dada a Gal por Marcelo Camelo, parceiro de seu irmão Thiago Camelo nessa bela canção de amor em paz, Espelho d'água integra repertório garimpado pela artista com Marcus Preto ao lado de músicas (também inéditas) de Adriana Calcanhotto, Arthur Nogueira (com Antonio Cícero), Criolo (sua primeira parceria com Milton Nascimento, Dez anjos), Caetano Veloso, Gilberto Gil e Tom Zé. Comenta-se nos bastidores ser de alto nível o repertório já selecionado para o CD produzido por Kassin e Moreno Veloso. Pela música de Camelo, o comentário pode ter fundamento. Eis os versos escritos - por Thiago Camelo - para a melodia de Espelho d'água:

Espelho d'água
(Marcelo Camelo e Thiago Camelo)

Toda sorte de paz
Rodeia nossos passos
Não sinto mais o tempo, ó flor
Teus olhos põem um sol de amor

Eu vi a revoada
O mar, estrela e o nada
Os olhos da morena
E o nosso espelho d'água

A solidão, o sal lavou
Alcançam-se os abraços
O mar cuidou do tempo, ó flor
Semeia o nosso céu de amor

Eu vi a revoada
O mar, estrela e o nada
Os olhos da morena
E o nosso espelho d'água

13 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Música inédita que batizou o show de voz, violão e guitarra feito por Gal Costa em São Paulo (SP) com o violonista Guilherme Monteiro, Espelho d'água é a única composição já ouvida do CD que a cantora baiana - em foto de Rodrigo Goffredo - grava neste segundo semestre de 2014. Dada a Gal por Marcelo Camelo, parceiro de seu irmão Thiago Camelo nessa bela canção de amor em paz, Espelho d'água integra repertório garimpado pela artista com Marcus Preto ao lado de músicas (também inéditas) de Adriana Calcanhotto, Arthur Nogueira (com Antonio Cícero), Criolo (sua primeira parceria com Milton Nascimento, Dez anjos), Caetano Veloso, Gilberto Gil e Tom Zé. Comenta-se nos bastidores ser de alto nível o repertório já selecionado para o CD produzido por Kassin e Moreno Veloso. Pela música de Camelo, o comentário pode ter fundamento. Eis os versos escritos por Thiago Camelo para a melodia de Espelho d'água:

Espelho d'água
(Marcelo Camelo e Thiago Camelo)

Toda sorte de paz
Rodeia nossos passos
Não sinto mais o tempo, ó flor
Teus olhos põem um sol de amor

Eu vi a revoada
O mar, estrela e o nada
Os olhos da morena
E o nosso espelho d'água

A solidão, o sal lavou
Alcança os seus abraços
O mar cuidou do tempo, ó flor
Semeia o nosso céu de amor

Eu vi a revoada
O mar, estrela e o nada
Os olhos da morena
E o nosso espelho d'água

Fabio disse...

A música tem força, ficou linda na voz da Gal e foi uma das melhores do show. Quem quiser ver e ouvir tem no youtube.

Pedro Progresso disse...

música bem cansada, chata. tomara que o disco surpreenda com coisas melhores. essa coisa de "os olhos da morena" pela milésima vez... não dá!

André disse...

Realmente depois do inovador Recanto, que bom que Gal continua trilhando este caminho e com certeza será sucesso de crítica e público. Mais do que merecido!

rafael disse...

Pedro, concordo com você, achei a música modorrenta, não vi primor nem na melodia nem na letra. Podia ter alguma inédita do Moreno no disco, aí eu já veria vantagem!

Nilson Wehdorn disse...

Gosto e mal gosto não se discute, mas espelho d'agua é linda. Mas pra quem não curte quem sabe o CD do Chimbinha e da Joelma não esteja melhor, né?

Jorge Ramiro disse...

Quando se toma por obrigação ter de elogiar um artista por seu legado,sua contribuição e/ou iluminação na arte que exerce(ou exerceu)alguma coisa fica fora de foco,fica patético. Gal inegavelmente,iluminou o que represente o canto,a interpretação,e a criatividade ao longo de sua trajetória.Mas chega a ser engraçado com existem os que se doem,como talvez nem mesmo a cantora se doa,quando as opiniões são críticas ou não representem o endosso absoluto daquilo que o artista em questão esteja fazendo.Isso me leva ver-me livre do que se convencionou chamar de fã.Hoje não sou fã,muito menos "nático" em relação à artista nenhum e como bom ter a liberdade de ser fiel apenas ao que sentidos e informações podem julgar bom ou mal sem o compromisso de fidelidade à figura dos artistas.Gal fez muita coisa boa,muita coisa média e algumas poucas coisas sem significância,mas está longe(e ainda bem,porque isso humaniza a artista)de não poder ser alvo de críticas ou de comentários que não são de fans,mas de pessoas que acompanham seu trabalho e num dado momento podem não curtir,não gostar,não insistir em "endeusar" o que não tem razão pra ser "endeusado".Espelho D'agua não é nada demais.Não é novidade,não é genial nem acrescenta nada á própria Gal.É o que muitos acham,é o que eu acho e temos direito de achar isso,sem com isso querer dizer que não gostamos da artista ou que não respeitamos sua trajetória e importância.Ninguém na arte,seja que arte for,é Deus ou Deusa absoluta que se tenha sempre que venerar.Ao menos não,quando se tem relacionamento saudável como o que seja arte...

Marcelo disse...

Jorge Ramiro...com esse tipo de fã não existe nenhuma argumentação nem diálogo. São fanáticos e a conversa pára por aí!! Pq já vai pro lado da ofensa e muitas vezes da ignorância!

DJ Zé Pedro disse...

Falou e disse Jorge Ramiro. Vida inteligente no blog do Mauro

Leo-MT disse...

Eu vou contra todos aqui! Não gosto e não compro Gal Costa nos últimos anos. Essa modernidade eletrônica dela não me agrada nenhum pouco. Bethania continua seguindo o seu ritmo, com o estilo interiorano e profundo na seleção do repertório como sempre fez. Com shows lotados, e discos aplaudidos pelo publico e crítica. Mesma coisa a Simone que segue a mesma linha desde os anos 70 e continua perfeita a meu ver. Mesmo com o passar dos anos e a mudança na voz compreensível pela idade, Gal continua cantando lindamente. Porém o repertório fica a desejar, digo o repertório inédito, e não este do show citado pelo Mauro que esta excelente. Só contendo o "Negro Amor" já vale ver o show!

Fabio disse...

Não entendi o ataque do Jorge Ramiro e nem o apoio do Zé Pedro.

Marcelo disse...

Ataque? Não vi ataque algum, apenas uma pessoa expressando sua opinião... Eu hein!!!

Jorge Ramiro disse...

Dj Zé Pedro & Marcelo!
Que bom ter a compreensão de vocês para o que quis dizer.Marcelo obrigado por me defender do "ataque" que eu sim recebi só por me expressar...Rs!
Zé Pedro,muito lisonjeiro ser por você considerado inteligente.Você sim é um cara inteligente,
talentoso e que nos oferece sempre muito com seu trabalho musical.O blog do Mauro tem essa coisa democrática de aglutinar opiniões.Isso é muito legal!!