Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 4 de maio de 2016

Eis a capa e as (13) músicas de '7', o álbum do Casuarina que inclui Maria Rita

Com capa que expõe arte de Diogo Montes, o sétimo álbum do grupo carioca Casuarina, 7, chega ao mercado fonográfico na segunda quinzena deste mês de maio de 2016, em edição digital, com 13 músicas e a participação da cantora paulistana Maria Rita no samba Eu já posso me chamar saudade, primeira parceria de João Cavalcanti - um dos vocalistas e compositores do quinteto - com Moacyr Luz. A edição física em CD de 7 vai para as lojas em junho de 2016 e já está em pré-venda no site da distribuidora Discole. Produzido pelos próprios integrantes do Casuarina, 7 foi gravado em quatro dias de fevereiro deste ano de 2016 na Gargolândia, estúdio de Rafael Garga Alterio situado em fazenda do interior do estado de São Paulo. A única faixa gravada fora desta imersão de quatro dias no estúdio paulista é Queira ou não queira (João Cavalcanti e Alaan Monteiro), samba captado no estúdio carioca Tenda da Raposa e já previamente lançado como single em dezembro de 2015. O repertório de 7 é inteiramente autoral. Cada música é assinada por pelo menos um integrante do Casuarina, a sós ou com parceiros como Aluísio Machado, Sérgio Fonseca, João Martins, Alaan Monteiro e o já mencionado Moacyr Luz. O repertório é inédito, com exceções de Queira ou não queira e de Chicala, música de João Cavalcanti lançada pela cantora paulistana Fabiana Cozza no álbum Partir (Agô Produções, 2015). Eis, na ordem do disco, as 13 músicas e os respectivos compositores de 7, álbum cuja edição em CD e digital foi viabilizada através de parceria do grupo carioca Casuarina com a empresa Superlativa:

1. Ambidestra (Daniel Montes e João Cavalcanti, 2016)
2. Firme e forte (Daniel Montes, Gabriel Azevedo e Sérgio Fonseca, 2016)
3. Quiproquó (João Cavalcanti, 2016)
4. Sumidouro (João Cavalcanti e João Martins, 2016)
5. Casa minha (João Fernando, 2016)
6. Quando você deixar (João Cavalcanti, 2016)
7. Eu já posso me chamar saudade (João Cavalcanti e Moacyr Luz, 2016) - com Maria Rita
8. Rasteira (Gabriel Azevedo, 2016)
9. Deixa sangrar (Daniel Montes, Gabriel Azevedo e Sérgio Fonseca, 2016)
10. A matemática do amor (Gabriel Azevedo e Aluísio Machado, 2016)
11. Chicala (João Cavalcanti, 2015)
12. Pé de vento (Daniel Montes, Rafael Freire e Sérgio Fonseca, 2016)
13. Queira ou não queira (João Cavalcanti e Alaan Monteiro, 2015)

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Com capa que expõe arte de Diogo Montes, o sétimo álbum do grupo carioca Casuarina, 7, chega ao mercado fonográfico na segunda quinzena deste mês de maio de 2016, em edição digital, com 13 músicas e a participação da cantora paulistana Maria Rita no samba Eu já posso me chamar saudade, primeira parceria de João Cavalcanti - um dos vocalistas e compositores do quinteto - com Moacyr Luz. A edição física em CD de 7 vai para as lojas em junho e já está em pré-venda no site da distribuidora Discole. Produzido pelos próprios integrantes do Casuarina, 7 foi gravado em quatro dias de fevereiro deste ano de 2016 na Gargolândia, estúdio de Rafael Garga Alterio situado em fazenda do interior do estado de São Paulo. A única faixa gravada fora desta imersão de quatro dias no estúdio paulista é Queira ou não queira (João Cavalcanti e Alaan Monteiro), samba captado no estúdio carioca Tenda da Raposa e já previamente lançado como single em dezembro de 2015. O repertório de 7 é inteiramente autoral. Cada música é assinada por pelo menos um integrante do Casuarina, a sós ou com parceiros como Aluísio Machado, Sérgio Fonseca, João Martins, Alaan Monteiro e o já mencionado Moacyr Luz. O repertório é inédito, com exceções de Queira ou não queira e de Chicala, música de João Cavalcanti lançada pela cantora paulistana Fabiana Cozza no álbum Partir (Agô Produções, 2015). Eis, na ordem do disco, as 13 músicas e os respectivos compositores de 7, álbum viabilizado através de parceria do Casuarina com a empresa Superlativa:

1. Ambidestra (Daniel Montes e João Cavalcanti, 2016)
2. Firme e forte (Daniel Montes, Gabriel Azevedo e Sérgio Fonseca, 2016)
3. Quiproquó (João Cavalcanti, 2016)
4. Sumidouro (João Cavalcanti e João Martins, 2016)
5. Casa minha (João Fernando, 2016)
6. Quando você deixar (João Cavalcanti, 2016)
7. Eu já posso me chamar saudade (João Cavalcanti e Moacyr Luz, 2016) - com Maria Rita
8. Rasteira (Gabriel Azevedo, 2016)
9. Deixa sangrar (Daniel Montes, Gabriel Azevedo e Sérgio Fonseca, 2016)
10. A matemática do amor (Gabriel Azevedo e Aluísio Machado, 2016)
11. Chicala (João Cavalcanti, 2015)
12. Pé de vento (Daniel Montes, Rafael Freire e Sérgio Fonseca, 2016)
13. Queira ou não queira (João Cavalcanti e Alaan Monteiro, 2015)

Rodrigo Francisco disse...

Ansioso pra escutar o trabalho dessa rapaziada. Um dos culpados por hoje eu gostar tanto de samba!

Pedro Progresso disse...

até quando disco com nome de número????

Peu Principe disse...

"até quando disco com nome de número????" kkkkkkk

O disco é deles, caceta. Essa galera é foda... reclama de graça. heheh

Victor Moraes, disse...

Adorei a notícia, com Maria Rita adorei em dobro.