Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 24 de maio de 2016

Dois primeiros álbuns de Cartola serão encaixotados com compilação inédita

A gravadora Universal Music produz, para o segundo semestre deste ano de 2016, caixa com reedições em CD dos dois primeiros álbuns do cantor, compositor e músico carioca Angenor de Oliveira (1908 - 1980), o Cartola. Intitulada Todo tempo que eu viver, a caixa tem curadoria de Eduardo Magossi, feita sob a supervisão de Luiz Garcia. Com capas restauradas e reproduções das letras das músicas e dos textos dos LPs originais, os dois álbuns do artista - ambos intitulados Cartola e editados em 1974 e 1976, respectivamente, pela gravadora Discos Marcus Pereira - serão encaixotados em edições remasterizadas ao lado de coletânea inédita do bamba da escola de samba Mangueira. Intitulada Tempos idos, a compilação vai reunir fonogramas avulsos até então dispersos na discografia de Cartola. São gravações feitas por Cartola - visto no traço de Elifas Andreato - para projetos especiais e discos de outros artistas. A caixa vai trazer textos inéditos - escritos por Magossi - sobre os álbuns e sobre as gravações reunidas na inédita compilação, produzida especialmente para o projeto.

14 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A gravadora Universal Music produz, para o segundo semestre deste ano de 2016, caixa com os dois primeiros álbuns do cantor, compositor e músico carioca Angenor de Oliveira (1908 - 1980), o Cartola. A caixa se chama Todo tempo que eu viver e tem curadoria de Eduardo Magossi, feita sob a supervisão de Luiz Garcia. Com capas restauradas e com as reproduções das letras das músicas e dos textos dos LPs originais, os dois álbuns do artista - ambos intitulados Cartola e editados em 1974 e 1976, respectivamente, pela gravadora Discos Marcus Pereira - serão encaixotados em edições remasterizadas ao lado de coletânea inédita do bamba da escola de samba Mangueira. Intitulada Tempos idos, a compilação vai reunir fonogramas avulsos até então dispersos na discografia de Cartola. São gravações feitas por Cartola - visto no traço de Elifas Andreato - para projetos especiais e discos de outros artistas. A caixa vão trazer textos inéditos - escritos por Magossi - sobre os álbuns e as gravações reunidas na inédita compilação, produzida para o projeto.

Locomotiva Discos disse...

Muito bom. A Sony vai relançar o terceiro álbum do Cartola em vinil. A Universal poderia aproveitar e relançar todos esses discos em vinil também.

Rafael M. disse...

Ótima notícia... Adoro Cartola, um gênio das composições musicais... Poderiam lançar uma caixa contendo todos os seus discos, né? Não custava nada...

Léo Alves disse...

Bom dia, Mauro!
Voce tem alguma informação sobre o possível lançamento do albúm físico TERESA CRISTINA CANTA CARTOLA? Abraço!

Mauro Silva disse...


Mauro,

O texto não deixa claro, se esta caixa é vinil ou CD.
É vinil ou CD ?

Mauro Ferreira disse...

Léo, o álbum da Teresa Cristina sai somente em digital, como já noticiado. Mauro, a caixa é de CDs. Abs, MauroF

BIGODE disse...

Excelente noticia....Cartola é sempre bem vindo, ainda mais com essa compilação

BIGODE disse...

Mauro pode dizer o que tem na compilação??? Quais faixas???

Mauro Silva disse...


Ufa!

Que bom que é CD! Os 2 primeiros do Cartola remasterizados e com bônus! Aí que delícia! Viva o CD e a música digital!

Vinil é atraso de vida....ninguém merece.

Mauro Ferreira disse...

Bigode, ainda não disponho da lista de fonogramas da compilação. Abs, MauroF

Unknown disse...

Bem que poderia incluir também o seu primeiro e rarísssimo compacto duplo feito na época da turnê do show que ele participou num navio para a Europa!

Edu M disse...

Querido desconhecido,

vc juntou um monte de informações desconexas.
a) ele gravou uma faixa em um navio de guerra estacionado no Rio de Janeiro para um projeto internacional dentro da política de boa vizinhança dos EUA em 1940. Não tinha turnê nenhuma.
b) o compacto duplo foi gravado em 1964.

italo vinicius disse...

Poderiam relançar todos os álbuns seria melhor

Martins disse...

Tenho os 2 - cds da Marcus Pereira, tem uma diferença grande entre os dois na sonoridade
Cartola(foto preto e branco) tem um som com graves mas evidentes soa melhor.
Cartola (foto c/Dona Zica) tem um som quase ausente de graves não soa nada bom.
Não sei se uma simples remasterização vai resolver esta sonoridade o correto seria remixar
como foi feito com alguns cds do Caetano e ficou ótimo. O repertório não se discute, clássico.