Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 18 de maio de 2016

Primeiro álbum solo de Zé da Flauta, 'Psicoativo' tem a participação de Naná

Aos 61 anos, Zé da Flauta - nome artístico do músico, produtor e compositor pernambucano José Vasconcelos de Oliveira - se prepara para lançar o primeiro álbum solo de carreira iniciada no Recife (PE) natal no início da década de 1970. Psicoativo vai ser lançado no segundo semestre deste ano de 2016 pelo selo Passa Disco, vinculado à homônima loja de discos do Recife (PE). Com nove músicas no repertório majoritariamente autoral, o álbum Psicoativo traz a participação de Naná Vasconcelos (1944 - 2016), percussionista pernambucano que saiu de cena em 9 de março. O percussionista gravou as vozes de Nanáturalmente, música dedicada por Zé da Flauta ao colega conterrâneo. Em Psicoativo, Zé da Flauta expande a obra autoral com temas como Ativamente, Influenciadamente, Progressivamente e Propositalmente (todas as dez músicas do álbum trazem o sufixo mente no título). A obra do compositor - cabe lembrar - inclui parcerias com Alceu Valença como Escorregando no pífano (1983), Fé na perua (1981) e Rajada de vento (1984). Psicoativo tem produção assinada pelo próprio Zé da Flauta com o guitarrista Tuca Araújo, compositor das faixas Ludicamente, Pesadamente - tema turbinado com solo de guitarra de Paulo Rafael - e Surubinamente. Embora seja o primeiro álbum solo de Zé da Flauta, Psicoativo é o terceiro título da espaçada discografia do músico, sucedendo Caruá (Independente, 1980) e Engenho de meninos (Independente, 2003), álbuns gravados e assinados por Zé da Flauta com o já citado guitarrista pernambucano Paulo Rafael e com o percussionista (paraibano) Fernando Falcão, respectivamente.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Aos 61 anos, Zé da Flauta - nome artístico do músico e compositor pernambucano José Vasconcelos de Oliveira - se prepara para lançar o primeiro álbum solo de carreira iniciada no Recife (PE) natal no início da década de 1970. Psicoativo vai ser lançado no segundo semestre deste ano de 2016 pelo selo Passa Disco, vinculado à homônima loja de discos do Recife (PE). Com nove músicas no repertório majoritariamente autoral, o álbum Psicoativo traz a participação de Naná Vasconcelos (1944 - 2016), percussionista pernambucano que saiu de cena em 9 de março. O percussionista gravou as vozes de Nanáturalmente, música dedicada por Zé da Flauta ao colega conterrâneo. Em Psicoativo, Zé da Flauta expande a obra autoral com temas como Ativamente, Influenciadamente, Progressivamente e Propositalmente (todas as dez músicas do álbum trazem o sufixo mente no título). A obra do compositor - cabe lembrar - inclui parcerias com Alceu Valença como Escorregando no pífano (1983), Fé na perua (1981) e Rajada de vento (1984). Psicoativo tem produção assinada pelo próprio Zé da Flauta com o guitarrista Tuca Araújo, compositor das faixas Ludicamente, Pesadamente - tema turbinado com solo de guitarra de Paulo Rafael - e Surubinamente. Embora seja o primeiro álbum solo de Zé da Flauta, Psicoativo é o terceiro título da espaçada discografia do músico, sucedendo Caruá (Independente, 1980) e Engenho de meninos (Independente, 2003), álbuns gravados e assinados por Zé da Flauta com o já citado guitarrista pernambucano Paulo Rafael e com o percussionista (paraibano) Fernando Falcão, respectivamente.

Luca disse...

esse cara é querido pelos artistas de Pernambuco

Felippe Rosenburg disse...

Contagem regressiva pra velocidade e torque: impulso de turbina.
Esse som do Zé te pega (re) tomado pelo desejo de largar-se no vento – por isso os ares libertários da psicodelia. Pesado, não, massivo!