Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 11 de abril de 2015

Navas revela capa de 'Crimes de amor', álbum que vai lançar ainda em abril

Esta é a capa de Crimes de amor, álbum que o cantor paulistano Carlos Navas lança no fim deste mês de abril de 2015. A capa expõe o artista em foto de Izabel Lucas. Anderson Bueno assina o visagismo. Já o projeto gráfico de Priscila Kellen evoca - de forma lúdica - a aura de passionalidade envolta no título Crimes de amor.  O CD tem som calcado em violões e baixos. O repertório inclui Sem destino (Luiz Tatit, 2010), Nadando no seco (Tunai e Sergio Natureza, 1981), Palavras de vento (Alzira E e Tiago Torres da Silva, 2009) e Retirantes (Dorival Caymmi e Jorge Amado, 1975), entre músicas inéditas como Quanto tempo o tempo tem (Anelis Assumpção, Jerry Espíndola e Alzira E), Transeunte marginal (Lucina e Etel Frota) e Esse nosso amor (Filó Machado e Pedro Marcio Agi).  São 13 músicas.

7 comentários:

Mauro Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denilson Santos disse...

Com certeza mais um belo cd do excelente cantor Carlos Navas
Abração
Denilson

BIGODE disse...

O unico crime que eu vejo é o assassinato do bom senso....Essa camisa com esse mamilo aparecendo é terrivel, pior que assisti ele no Ronnie Von e ele estava com a mesma, ou tem dezenas delas.....over demais

Marcelo disse...

Camisa com 2 números a menos...não dá Carlos...

Marcelo Barboza disse...

Linda foto e muito bem bolado o detalhe da foto rasgada e colada com fita adesiva. Boa sacada. Fico feliz também em saber que os comentários prestam serviço de moda, já me poupa de visitar blogs sobre esse assunto. E parabéns Carlos por conseguir vestir uma camisa 2 números a menos, morro de inveja, não consigo vestir nem a camisa com o meu próprio número...para poucos! ;)

BIGODE disse...

Algumas pessoas gostam de tentar defender o indefensável
Acho que nem ele gostou do resultado.

O nome disco é algo forte "Crimes de amor" parece ser algo intenso, mas essa capa parece um scrapbook adolescente de terceira

O blog fala sobre musica, mas nesse caso o Mauro fez um comentário sobre a capa, cada um dá sua opinião