Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 20 de abril de 2015

Erasmo finaliza DVD com 'lados B' e tem reeditado em vinil disco de 1972

Enquanto se prepara para lançar em junho de 2015 o DVD Meus lados B, com o registro ao vivo do show em que canta 22 músicas menos conhecidas de seu repertório, Erasmo Carlos aguarda a reedição em vinil de um de seus mais cultuados álbuns da fase pós-Jovem Guarda. Decorridos 43 anos de seu lançamento, o álbum Sonhos e memórias 1971 - 1972 (Polydor, 1972) vai voltar ao seu formato original de LP através de parceria formada entre a Coqueiro Verde Records, a gravadora Universal Music e a fábrica Polysom. Em Sonhos e memórias, o Tremendão lançou três músicas que ora rebobina no projeto Meus lados B, gravado ao vivo em show na casa Tom Jazz, em janeiro de 2015. Trata-se de Grilos (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972), Mané João (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972) e  de  Meu mar  (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972). 

11 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Enquanto se prepara para lançar em junho de 2015 o DVD Meus lados B, com o registro ao vivo do show em que canta 22 músicas menos conhecidas de seu repertório, Erasmo Carlos aguarda a reedição em vinil de um de seus mais cultuados álbuns da fase pós-Jovem Guarda. Decorridos 43 anos de seu lançamento, o álbum Sonhos e memórias 1971 - 1972 (Polydor, 1972) vai voltar ao seu formato original de LP através de parceria formada entre a Coqueiro Verde Records, a gravadora Universal Music e a fábrica Polysom. Em Sonhos e memórias, o Tremendão lançou três músicas que ora rebobina no projeto Meus lados B, gravado ao vivo em show na casa Tom Jazz, em janeiro de 2015. Trata-se de Grilos (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972), Mané João (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972) e de Meu mar (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1972).

Rafael M. disse...

Na ânsia para ouvir logo esse disco de lados B dele. Erasmo Carlos é o Rei, sempre se reinventando na música e alternando o leque de parceiros musicais, ao contrário de Roberto Carlos! Salve Erasmo!

Mauro Silva disse...

Seu cometário 'Rafael M.', é tão medíocre..tão baixo, completamente sem noção. Dizer que um é melhor que o outro, é um comportamento muito infantiloide, cada um tem a sua beleza e a sua importância. Amo o Erasmo tando quanto Amo o Roberto. Gostaria sim que o Roberto lançasse um disco de inéditas,claro!! Mas ele tem seu valor e que valor, QUE VOZ! Jogar no lixo 3 décadas 60,70 e 80, só por que ele não esta lançando nada inédito é no mínimo um ato covarde. E outro detalhe importante: Um não seria NADA sem o outro, ou seja; o Roberto não seria sem o Erasmo e nem o Erasmo seria sem o Roberto. Este disco de 1972 que esta sendo relançado por exemplo, que eu adoro, é INTEIRO só de composições de Roberto e Erasmo, então o Roberto tem seu valor SIM. Se hoje o Erasmo tem parceria com novos compositores, isso se deve a grande base criada lá atrás com o Roberto.E sinceramente os melhores discos do Erasmo, os clássicos são os feitos com o Roberto. Neste último dia 18/04, o Roberto fez 74 anos e fez um show lotado no estadio do Palmeiras, com todo tipo de gente,todo tipo de idade,cantando no gogó sem 'Play Back', as mesmas músicas e certamente emocionando diferentes gerações. Como diria Milton Nascimento que eu Amo também: "A voz do povo é a voz de Deus",então se o povo há décadas lota os estádios para ver o Roberto, é por que ele consegue ainda com os mesmos clássicos tocar e motivar as pessoas, dando assim uma razão maior para termos Alegria e Força na Vida! Salve Erasmo e Roberto :)

Rafael M. disse...

Mauro Silva, se atenha aos fatos e preste atenção melhor no que eu escrevo... Em nenhum momento disse não gosto de RC... Ele foi genial, mas até a década de 70, depois parou no tempo.

Rafael M. disse...

Infantil é quem consegue gostar de RC nessa fase que ele anda vivendo... Só relembrando esses sucessos do passado... Haja paciência...

Rafael M. disse...

Erasmo Carlos é o verdadeiro Rei da música popular brasileira... RC não seria nada sem ele ter criado os arranjos que criou para suas canções...

Damião Costa disse...

Parabéns pelo comentário Mauro Silva,assino embaixo.

Rafael M. disse...

Viva Erasmo!!! Adoro aquela música do Caetano em que ele o homenageia dizendo: "eu já fiquei com Erasmo sentando à margem das estradas, à espera de uma palavra na boca, um gesto nas mãos. O Tremendão é fera!!!

Rafael M. disse...

RC é peça de musei, ultrapassado já... Já deu o que tinha que dar...

Rafael M. disse...

Na frase acima, quis dizer "museu".

ADEMAR AMANCIO disse...

Tudo tem seu tempo.Feliz de quem morre no auge.