Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Leila busca financiamento coletivo para gravação de um EP, 'Por onde eu for'

Embora tenha recebido convite da gravadora carioca Deck para fazer disco produzido por Rafael Ramos, a cantora paraense Leila Pinheiro optou por recorrer a uma plataforma de financiamento coletivo - a Kickante - para viabilizar a gravação de seu próximo projeto fonográfico. Trata-se do EP Por onde eu for. O disco terá quatro músicas, sendo três inéditas e uma regravação. Os nomes e os compositores das músicas ainda não foram divulgados pela artista. A meta é atingir R$ 95 mil. O EP Por onde eu for dá origem ao show que Leila estreia em 24 de junho deste ano de 2015 em turnê nacional iniciada por São Paulo (SP). As quatro músicas do EP estarão no roteiro do show. Clique aqui se quiser colaborar com o financiamento coletivo do 19º título da (irregular) discografia de Leila Pinheiro.

14 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Embora tenha recebido convite da gravadora carioca Deck para fazer disco produzido por Rafael Ramos, a cantora paraense Leila Pinheiro optou por recorrer a uma plataforma de financiamento coletivo - a Kickante - para viabilizar a gravação de seu próximo projeto fonográfico. Trata-se do EP Por onde eu for. O disco terá quatro músicas, sendo três inéditas e uma regravação. Os nomes e os compositores das músicas não foram divulgados pela artista. A meta é atingir R$ 95 mil. O EP Por onde eu for dá origem ao show que Leila estreia em 27 de junho deste ano de 2015 em turnê nacional iniciada por Belo Horizonte (MG). As músicas do EP estarão no roteiro do show. Clique aqui se quiser colaborar com o financiamento coletivo do 19º título da discografia de Leila Pinheiro.

Rafael M. disse...

Arrecadar 95 mil para a produção de um EP de 4 músicas? Quanto exagero... Seria muito melhor ela aceitar logo o convite da gravadora Deck e gravar o seu álbum de inéditas.

Fabio disse...

Nossa, quase R$100.000 pra míseras 4 músicas?

lurian disse...

Q musicas caras dona Leila...

Unknown disse...

Amo Leila Pinheiro que maravilha, que venha o EP!

Unknown disse...

Leila Pinheiro <3

Ju Civita disse...

Uai tá louca??? Aqui em BH se produz um disco cheio (12 faixas em média) com os melhores instrumentistas do cenário nacional, mixagem, masterização e prensagem de 1000 cópias por R$ 40 mil

Luca disse...

de mim, ela não ganha nem um centavo

noca disse...

Seria mais interessante que o artista apresentasse uma planilha de custos do projeto e um detalhamento mais preciso do que pretende elaborar.

Rafael M. disse...

Alguém tem que avisar ela que ela está fora da realidade...

Vladimir disse...

Vergonha alheia!!! Que falta de noção em buscar financiamento para gravação de um EP!!!! Isso me cheira fim de carreira!!!

Eduardo disse...

Eu contribuo com o dinheiro que for preciso, desde que seja para que ela NÃO grave!

ADEMAR AMANCIO disse...

É Leila,podia dormir sem essa.

Cris Jacques disse...

Para quem ainda não está habituado com essa ferramenta de financiamento colaborativo, vale lembrar que o valor total solicitado abrange o não só produto em questão (gravação do EP) como todas as despesas relativas à confecção e envio das recompensas, direitos autorais, assessoria jurídica, divulgação e impostos.