Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 19 de abril de 2015

Disco de Zé Guilherme 'abre janela' de tributos aos 100 anos de Orlando Silva

Orlando Silva (3 de outubro de 1915 - 7 de agosto de 1978) - o maior cantor do Brasil na fase pré-Bossa Nova, a ponto de ter influenciado João Gilberto mais do que Mário Reis (1907 - 1981), seu contemporâneo e conterrâneo carioca de voz macia - completaria 100 anos neste ano de 2015. Efeméride que exige atenção da indústria do disco e do showbiz, o centenário de nascimento do Cantor das multidões - de canto imbatível na fase áurea dos anos 1930 e 1940 - tem ao menos um tributo em fase de gravação. Cantor cearense radicado em São Paulo (SP), Zé Guilherme dedica seu terceiro álbum ao repertório de Orlando. Produzido por Cezinha Oliveira, o CD Abre a janela - Zé Guilherme canta Orlando Silva alinha 18 músicas gravadas pelo cantor carioca nas décadas áureas de 1930 e 1940. Eis a seleção de repertório feita por Zé Guilherme - visto em foto de Alessandra Fratus - para o álbum que sucederá Recipiente  (2001) e Tempo ao tempo  (2006) em sua discografia independente:

♪ Alegria (Assis Valente e Durval Maia, 1937)
♪ Abre a janela (Roberto Roberti e Arlindo Marques Jr., 1938)
♪ Cidade brinquedo (Silvino Neto e Plínio Bretas, 1939)
♪ Malmequer (Newton Teixeira e Cristóvão de Alencar, 1940)
♪ A jardineira (Benedito Lacerda e Humberto Porto, 1938)
♪ A primeira vez (Alcebíades Barcelos e Armando Marçal, 1940)
♪ Pela primeira vez (Noel Rosa e Cristóvão de Alencar, 1936)
♪ Curare (Alberto Simões e Bororó, 1940)
♪ Dama do cabaré (Noel Rosa, 1936)
♪ Lábios que eu beijei (J. Cascata e Leonel Azevedo, 1937)
♪ Preconceito (Marino Pinto e Wilson Batista, 1941)
♪ Aos pés da cruz (Marino Pinto e José Gonçalves, 1942)
♪ O homem sem mulher não vale nada (Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti, 1939)
♪ Meu consolo é você (Nássara e Roberto Martins, 1938)
♪ Lealdade (Wilson Batista e Jorge de Castro, 1942)
♪ Meu romance (J. Cascata, 1938)
♪ Cidade do arranha céu (Edgard Cardoso, Ranchinho e Alvarenga, 1936)
♪ Faixa de cetim (Ary Barroso, 1942)

6 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Orlando Silva (3 de outubro de 1915 - 7 de agosto de 1978) - o maior cantor do Brasil na fase pré-Bossa Nova, a ponto de ter influenciado João Gilberto mais do que Mário Reis (1907 - 1981), seu contemporâneo e conterrâneo carioca de voz macia - completaria 100 anos neste ano de 2015. Efeméride que exige atenção da indústria do disco e do showbiz, o centenário de nascimento do Cantor das multidões - de canto imbatível na fase áurea dos anos 1930 e 1940 - tem ao menos um tributo em fase de gravação. Cantor cearense radicado em São Paulo (SP), Zé Guilherme dedica seu terceiro álbum ao repertório de Orlando. Produzido por Cezinha Oliveira, o CD Abre a janela - Zé Guilherme canta Orlando Silva alinha 18 músicas gravadas pelo cantor carioca nas décadas áureas de 1930 e 1940. Eis a seleção feita por Zé Guilherme - em foto de Alessandra Fratus - para o álbum que sucede Recipiente (2001) e Tempo ao tempo (2006) em sua discografia indie:

♪ Alegria (Assis Valente e Durval Maia, 1937)
♪ Abre a janela (Roberto Roberti e Arlindo Marques Jr., 1938)
♪ Cidade brinquedo (Silvino Neto e Plínio Bretas, 1939)
♪ Malmequer (Newton Teixeira e Cristóvão de Alencar, 1940)
♪ A jardineira (Benedito Lacerda e Humberto Porto, 1938)
♪ A primeira vez (Alcebíades Barcelos e Armando Marçal, 1940)
♪ Pela primeira vez (Noel Rosa e Cristóvão de Alencar, 1936)
♪ Curare (Alberto Simões e Bororó, 1940)
♪ Dama do cabaré (Noel Rosa, 1936)
♪ Lábios que eu beijei (J. Cascata e Leonel Azevedo, 1937)
♪ Preconceito (Marino Pinto e Wilson Batista) - 1941)
♪ Aos pés da cruz (Marino Pinto e José Gonçalves, 1942)
♪ O homem sem mulher não vale nada (Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti, 1939)
♪ Meu consolo é você (Nássara e Roberto Martins, 1938)
♪ Lealdade (Wilson Batista e Jorge de Castro, 1942)
♪ Meu romance (J. Cascata, 1938)
♪ Cidade do arranha céu (Edgard Cardoso, Ranchinho e Alvarenga, 1936)
♪ Faixa de cetim (Ary Barroso, 1942)

Marcelo Barbosa disse...

Bom gosto na escolha do repertório, Mauro! Infelizmente não conheço o cantor, mas espero que tenha distribuição nacional. A conferir!

Rafael M. disse...

Nuca ouvi falar do cantor. Prestarei atenção no disco...

Mauro disse...

Excelente cantor, seus trabalhos anteriores são primorosos! Aguardando ansiosamente pelo novo CD

Marília De Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marília De Lima disse...

Oi Mauro
adorei a matéria. Obrigada.
Estou na produção do disco e posso confirmar que está uma lindeza. Em breve teremos novidades. Informações no manager@zeguilherme.com.br ou na fanpage do Zé
https://www.facebook.com/oficialzeguilherme?ref=hl

obrigada.
Marília