Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 28 de abril de 2015

Elba canta o que lhe interessa no roteiro de seu show 'Do meu olhar pra fora'

Elba Ramalho alinha assuntos e músicas que lhe interessam no roteiro do show Do meu olhar pra fora, cuja estreia nacional aconteceu em temporada no Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), de 24 a 26 de abril de 2015. O diálogo sutil dos repertórios dos álbuns Do meu olhar pra fora (Coqueiro Verde Records, 2015) e Qual o assunto que mais lhe interessa? (Ramax / Brazilmusica!, 2007) - discos que se afinam pela sonoridade pop contemporânea e pelo leque mais aberto de ritmos - deu o tom do roteiro do show no qual a cantora paraibana também dá sua voz maturada a músicas da inicial fase agreste de sua obra fonográfica, casos de Nó cego (Pedro Osmar, 1980) e Banquete de signos (Zé Ramalho, 1980), recriadas na pegada incandescente do maracatu roqueiro da Nação Zumbi. E por falar no Mangue Beat, a intérprete mergulha na lama recifense para pescar Caranguejo dance (Moraes Moreira, 1995), pérola do álbum Paisagem (PolyGram, 1995). Estruturado em dois atos, o roteiro inclui versos do poema Feitio de oração (2000), da obra do escritor e compositor  baiano Waly Salomão (1943 - 2003). Produtor do álbum Do meu olhar pra fora ao lado de Luã Mattar, Yuri Queiroga pilota sintetizadores e guitarra na banda formada por Anjo Caldas (percussão), Durval Pereira (zabumba), Marcos Arcanjo (violão e guitarra), Meninão (acordeom), Ney Conceição (baixo) e Tostão Queiroga (bateria). Eis o roteiro seguido por Elba Ramalho - em foto de Mauro Ferreira - no teatro do Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), na apresentação de 25 de abril de 2015 do show Do meu olhar pra fora

Ato 1
1. Olhando o coração (Dominguinhos e Climério Ferreira, 2014)
2. Só pra lembrar (Dani Black e Zélia Duncan, 2015)
3. Gostoso demais (Dominguinhos e Nando Cordel, 1986)
4. Árvore (Edson Gomes, 1991)
5. Canta coração (Geraldo Azevedo e Carlos Fernando, 1979)
6. Gaiola da saudade (Jam da Silva e Maciel Salu, 2007)
7. Estrela miúda (João do Valle e Luiz Vieira, 1953)
8. Patchuli (Chico César, 2015)
9. Noite severina (Lula Queiroga e Pedro Luís, 2001)
10. Dois pra sempre (Lula Queiroga, 2007)
11. Nos ares de Lisboa (Dominguinhos e Fausto Nilo, 2014) /
      Um passarinho enganador (Dominguinhos e Fausto Nilo, 2014)
12. Contrato de separação (Dominguinhos e Anastácia, 1979)
13. É o que me interessa (Lenine e Dudu Falcão, 2008)
14. Sebastiana (Rosil Cavalcanti, 1953) /
      Do jeito que a gente gosta (Severo e Jaguar, 1984) /
      Na base da chinela (Jackson do Pandeiro e Rosil Cavalcanti, 1962) 
15.  Feira de mangaio (Sivuca e Glória Gadelha, 1977) - número instrumental 
Ato 2 
    Feitio de oração (Waly Salomão, 2000) - texto
16. Nossa Senhora da Paz (Clayton Barros, Emerson Calado, José Paes Lira, Nego Henrique e Rafael Almeida, 2002)
17. Ave anjo angelis (Jorge Ben Jor, 1964)
18. Marim dos Caetés (Alceu Valença, 1983)
19. Banquete de signos (Zé Ramalho, 1980)
20. Nó cego (Pedro Osmar, 1980)
21. Caranguejo dance (Moraes Moreira, 1995)
22. Risoflora (Chico Science, 1994)
23. Fazê o quê? (Pedro Luís, 1997)
Bis:
24. De volta pro aconchego (Dominguinhos e Nando Cordel, 1985)
25. Dia branco (Geraldo Azevedo e Renato Rocha, 1981)
26. Chão de giz (Zé Ramalho, 1978)
26. Banho de cheiro (Carlos Fernando, 1983)
27. O que será? (À flor da pele) (Chico Buarque, 1976) - a capella
28. Patchuli (Chico César, 2015)

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Elba Ramalho alinha assuntos e músicas que lhe interessam no roteiro do show Do meu olhar pra fora, cuja estreia nacional aconteceu em temporada no Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), de 24 a 26 de abril de 2015. O diálogo sutil dos repertórios dos álbuns Do meu olhar pra fora (Coqueiro Verde Records, 2015) e Qual o assunto que mais lhe interessa? (Ramax / Brazilmusica!, 2007) - discos que se afinam pela sonoridade pop contemporânea e pelo leque mais aberto de ritmos - deu o tom do roteiro do show no qual a cantora paraibana também dá sua voz maturada a músicas da inicial fase agreste de sua obra fonográfica, casos de Nó cego (Pedro Osmar, 1980) e Banquete de signos (Zé Ramalho, 1980), recriadas na pegada incandescente do maracatu roqueiro da Nação Zumbi. E por falar no Mangue Beat, a intérprete mergulha na lama recifense para pescar Caranguejo dance (Moraes Moreira, 1995), pérola do álbum Paisagem (PolyGram, 1995). Estruturado em dois atos, o roteiro inclui versos do poema Feitio de oração (2000), da obra do escritor e compositor baiano Waly Salomão (1943 - 2003). Produtor do álbum Do meu olhar pra fora ao lado de Luã Mattar, Yuri Queiroga pilota sintetizadores e guitarra na banda formada por Anjo Caldas (percussão), Durval Pereira (zabumba), Marcos Arcanjo (violão e guitarra), Meninão (acordeom), Ney Conceição (baixo) e Tostão Queiroga (bateria). Eis o roteiro seguido por Elba Ramalho - em foto de Mauro Ferreira - no teatro do Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), na apresentação de 25 de abril de 2015 do (retumbante) show Do meu olhar pra fora:

Ato 1
1. Olhando o coração (Dominguinhos e Climério Ferreira, 2014)
2. Só pra lembrar (Dani Black e Zélia Duncan, 2015)
3. Gostoso demais (Dominguinhos e Nando Cordel, 1986)
4. Árvore (Edson Gomes, 1991)
5. Canta coração (Geraldo Azevedo e Carlos Fernando, 1979)
6. Gaiola da saudade (Jam da Silva e Maciel Salu, 2007)
7. Estrela miúda (João do Valle e Luiz Vieira, 1953)
8. Patchuli (Chico César, 2015)
9. Noite severina (Lula Queiroga e Pedro Luís, 2001)
10. Dois pra sempre (Lula Queiroga, 2007)
11. Nos ares de Lisboa (Dominguinhos e Fausto Nilo, 2014) /
Um passarinho enganador (Dominguinhos e Fausto Nilo, 2014)
12. Contrato de separação (Dominguinhos e Anastácia, 1979)
13. É o que me interessa (Lenine e Dudu Falcão, 2008)
14. Sebastiana (Rosil Cavalcanti, 1953) / Do jeito que a gente gosta (Severo e Jaguar, 1984) / Na base da chinela (Jackson do Pandeiro e Rosil Cavalcanti, 1962)
15. Feira de mangaio (Sivuca e Glória Gadelha, 1977) - número instrumental
Ato 2
♪ Feitio de oração (Waly Salomão, 2000) - texto
16. Nossa Senhora da Paz (Clayton Barros, Emerson Calado, José Paes Lira, Nego Henrique e Rafael Almeida, 2002)
17. Ave anjo angelis (Jorge Ben Jor, 1964)
18. Marim dos Caetés (Alceu Valença, 1983)
19. Banquete de signos (Zé Ramalho, 1980)
20. Nó cego (Pedro Osmar, 1980)
21. Caranguejo dance (Moraes Moreira, 1995)
22. Risoflora (Chico Science, 1994)
23. Fazê o quê? (Pedro Luís, 1997)
Bis:
24. De volta pro aconchego (Dominguinhos e Nando Cordel, 1985)
25. Dia branco (Geraldo Azevedo e Renato Rocha, 1981)
26. Chão de giz (Zé Ramalho, 1978)
26. Banho de cheiro (Carlos Fernando, 1983)
27. O que será? (À flor da pele) (Chico Buarque, 1976) - a capella
28. Patchuli (Chico César, 2015)

Marcelo disse...

Elba Canta Chico....URGENTE!!!!

Rafael M. disse...

Gostaria de ouvir também um CD da Elba cantando o Chico Buarque... Há tempos ela promete um disco só com músicas dele e nada até agora...

BC disse...

Elba canta Chico, Elba canta Dominguinhos, Elba canta Luiz Gonzaga, Elba canta Caetano, Elba canta Luiz Melodia, Elba canta Rita Lee, Elba canta Gil, Elba canta Mc Catra, Elba canta Valesca, Elba canta Trio Esperança, Elba canta Roberto, Elba canta Dudu Nobre, Elba canta Marina Lima, Elba canta Gusttavo Lima, Elba canta Jorge & Matheus, Elba canta, Elba canta, Elba canta... deixa a menina cantar em paz, minha gente. Adorei esse disco novo e espero que ela continue olhando pra frente, recuperando algumas canções meio esquecidas ou que passaram sem a repercussão ideal e que apresente compositores novos, autores novos, músicos novos, tudo novo. Elba continua olhando para frente, mesmo que com um pé fincado na sua (deliciosa) história. Elba, cante!