Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 5 de abril de 2015

Camelo joga na rede inédito tema instrumental 'para quem já foi agredido'

Sem alarde e sem avisos prévios à mídia, o cantor e compositor carioca Marcelo Camelo jogou na rede - mais especificamente no portal SoundCloud - um inédito tema instrumental de sua autoria. Intitulada pazpazpazpazpazpaz, a música ganhou ar de tema de faroeste, mas de paradoxal clima zen, na gravação já em rotação na web. A composição é dedicada por Camelo a quem já sofreu violências ou agressões por ser quem é. Eis o comunicado, postado pelo artista em sua página no Facebook,  no qual Camelo explica a inspiração do tema pazpazpazpazpazpaz

“Essa vai pra quem já foi agredido, violentado na sua individualidade. Pra quem já teve no seu corpo, morada da alma, a presença imposta por alguém mais forte, mais oportuno, mais violento. Às mulheres, gays, travestis, crianças, homens. Ao rapaz de São Carlos na capa do UOL. Aos homossexuais espalhados por todo país. Aos pobres, ricos, grandes e baixos, fortes e fracos. A todos que um dia perderam a autonomia irrevogável do seu próprio corpo pra alguém que sentiu-se neste direito. Essa vai pra que não tenhamos vergonha. A vergonha não é sua. Não tenham vergonha. Não tenham vergonha do que sofreram. Não tenham vergonha diante do seu agressor, nem diante dos que fazem piada da sua dor, do seu medo, dos que aproveitam da sua história pra rir por alguns minutos e se imaginam fora e acima dos problemas. Existe um lugar melhor nesse mundo e é pra lá que estamos indo. Vamo?”. Marcelo Camelo

2 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Sem alarde e sem avisos prévios à mídia, o cantor e compositor carioca Marcelo Camelo jogou na rede - mais especificamente no portal SoundCloud - um inédito tema instrumental de sua autoria. Intitulada pazpazpazpazpazpaz, a música ganhou ar de tema de faroeste, mas de paradoxal clima zen, na gravação já em rotação na web. A composição é dedicada por Camelo a quem já sofreu violências ou agressões por ser quem é. Eis o comunicado, postado pelo artista em sua página no Facebook, no qual Camelo explica a inspiração do tema pazpazpazpazpazpaz:

♪ “Essa vai pra quem já foi agredido, violentado na sua individualidade. Pra quem já teve no seu corpo, morada da alma, a presença imposta por alguém mais forte, mais oportuno, mais violento. Às mulheres, gays, travestis, crianças, homens. Ao rapaz de São Carlos na capa do UOL. Aos homossexuais espalhados por todo país. Aos pobres, ricos, grandes e baixos, fortes e fracos. A todos que um dia perderam a autonomia irrevogável do seu próprio corpo pra alguém que sentiu-se neste direito. Essa vai pra que não tenhamos vergonha. A vergonha não é sua. Não tenham vergonha. Não tenham vergonha do que sofreram. Não tenham vergonha diante do seu agressor, nem diante dos que fazem piada da sua dor, do seu medo, dos que aproveitam da sua história pra rir por alguns minutos e se imaginam fora e acima dos problemas. Existe um lugar melhor nesse mundo e é pra lá que estamos indo. Vamo?”. Marcelo Camelo

luis claudio de oliveira disse...

Grande Camelo!!! Arrasou!!