Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Sony corrige erros da coletânea de raridades incluída na caixa de Djavan

Lançada no mercado fonográfico em novembro de 2014, a caixa Djavan - que reúne 18 álbuns e duas coletâneas com gravações avulsas da obra do artista alagoano - chegou às lojas com três graves erros na compilação intitulada Raridades. A relação das 15 faixas da coletânea - tanto na contracapa quanto no libreto - não correspondia ao que era ouvido no CD embalado na caixa. Mas a gravadora Sony Music corrigiu o erro, fabricando nova tiragem da coletânea com as faixas certas. Antes, a contracapa da edição original indicava que a nona faixa é Eu te amo (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1980) quando, na realidade, ouvia-se Aboio blues (André Luiz), fonograma de 1998 (corretamente creditado no libreto). Da mesma forma, contracapa e libreto relacionavam entre as 15 faixas as gravações de Melodia sentimental (Floresta do Amazonas) (Heitor Villa-Lobos) e Sorriso de luz (Nelson Wellington e Gilson Peranzetta), feitas por Djavan em 2003 e 1996, respectivamente. Só que, no lugar dessas faixas, o CD tocava Calmaria e vendaval (Toquinho & Vinicius de Moraes) e o samba Presunçosa (Antonio Carlos & Jocáfi), músicas gravadas em 1974 pelo então iniciante cantor para as novelas Fogo sobre terra e Supermanoela, respectivamente. A edição correta da coletânea foi produzida com a mesma tiragem - três mil cópias - da desatenta edição original de Raridades. Os consumidores deverão poder fazer a troca.

14 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Lançada no mercado fonográfico em novembro de 2014, a caixa Djavan - que reúne 18 álbuns e duas coletâneas com gravações avulsas da obra do artista alagoano - chegou às lojas com três graves erros na compilação intitulada Raridades. A relação das 15 faixas da coletânea - tanto na contracapa quanto no libreto - não correspondia ao que era ouvido no CD embalado na caixa. Mas a gravadora Sony Music corrigiu o erro, fabricando nova tiragem da coletânea com as faixas certas. Antes, a contracapa da edição original indicava que a nona faixa é Eu te amo (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1980) quando, na realidade, ouvia-se Aboio blues (André Luiz), fonograma de 1998 (corretamente creditado no libreto). Da mesma forma, contracapa e libreto relacionavam entre as 15 faixas as gravações de Melodia sentimental (Floresta do Amazonas) (Heitor Villa-Lobos) e Sorriso de luz (Nelson Wellington e Gilson Peranzetta), feitas por Djavan em 2003 e 1996, respectivamente. Só que, no lugar delas, o CD tocava Calmaria e vendaval (Toquinho & Vinicius de Moraes) e o samba Presunçosa (Antonio Carlos & Jocáfi), músicas gravadas em 1974 pelo então iniciante cantor para as novelas Fogo sobre terra e Supermanoela, respectivamente. A edição correta da coletânea foi produzida com a mesma tiragem - três mil cópias - da desatenta edição original de Raridades. Os consumidores deverão poder fazer a troca.

Rafael M. disse...

Tem que corrigir mesmo... Só espero que quem já comprou a caixa consiga trocá-la sem problemas...

Telmo disse...

Então é esse o motivo pelo qual o box não se encontra mais nas lojas? Eu achei que já tinha se esgotado e fiquei apreensivo porque ainda não comprei o meu.

Edu M disse...

Mauro, bom dia. Qual o caminho para quem tem o disco errado fazer a troca? Existe algum e-mail ou telefone? Grato

Cláudio disse...

Mauro, como deverá proceder quem comprou a caixa com o CD defeituoso?

Mauro Ferreira disse...

Telmo / Edu / Claudio: na segunda-feira, o assessor da Sony Music volta de férias e eu vou perguntar como proceder para fazer a troca do CD. Abs, MauroF

Artur Torres disse...

Bom, pela primeira vez eu vejo um erro de de gravadora ser corrigido dessa forma. Apenas lamento que ainda não vejam o problema da falta dos encartes internos do Box do Djavan.

Mauro Ferreira disse...

Artur, eu lamento pela falta dos encartes internos. Mas aí não foi um erro. Foi uma opção do Djavan, que produziu a caixa. Abs, MauroF

CARLOS EDUARDO FEIJO BITTENCOURT disse...

Mauro, por favor, pergunte para o pessoal da Sony se eles irão trocar toda a caixa, ou apenas o CD "Raridade" e o libreto

Edu M disse...

Obrigado, Mauro!

Mauro Ferreira disse...

Carlos Eduardo, imagino que apenas o CD será trocado, já que não há erro no libreto. Abs, MauroF

CARLOS EDUARDO FEIJO BITTENCOURT disse...

Mauro, já tem alguma posição de como teremos que fazer para trocar o CD "Raridades" da caixa do Djavan?

Cláudio disse...

Oi Mauro, também estou acessando a resenha deste box para saber alguma informação sobre como fazer a troca do CD.

Mauro Ferreira disse...

Carlos Eduardo, Claudio e demais leitores: desculpas pela demora na resposta. Estava viajando. Já tenho uma posição oficial da Sony Music. Hoje vou pôr no ar novo post sobre o assunto. Abs, MauroF