Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Yuri azeita groove do Bonsucesso Samba Clube em 'Coração da boca sai'

Resenha de CD
Título: Coração da boca sai
Artista: Bonsucesso Samba Clube
Gravadora: Independente
Cotação: * * * *

Banda de Olinda (PE), liderada pelo vocalista Rogerman, Bonsucesso Samba Clube tem seu groove e suingue azeitados por Yuri Queiroga, produtor do terceiro álbum do grupo, Coração da boca sai (2014). A potência e uniformidade dos beats ouvidos nas 12 músicas do CD fazem com que o sucessor de Bonsucesso Samba Clube (YB Music, 2003) e Tem arte na barbearia (Independente, 2006) se imponha como o melhor título da discografia indie da banda. A única faixa alienígena que quebra a integridade do álbum é Nas ruas, rock que ganhou a pegada hardcore do power trio punk pernambucano Devotos. Isolada, a faixa resulta poderosa, mas soa deslocada no contexto do álbum. De forma geral, o que sai dos sulcos do CD é o suingue pop que dá o tom de Brincadeiras levadas e coisas sérias e da música-título Coração da boca sai logo na abertura do álbum. Coração da boca sai é extrovertido disco de groove, como já sinalizara Superar, música gravada com a adesão vocal de Fábio Trummer (da  banda Eddie) e lançada como single em fevereiro de 2014. Pernambucano radicado no Rio de Janeiro (RJ) desde os anos 1980, Lenine saúda com Rogerman - sem clichês sonoros, vocais e poéticos - a cidade que o acolheu em Dia quente, Rio. Já o lendário cantor, compositor e percussionista pernambucano Erasto Vasconcelos põe sua voz rústica em Beat now. É a mesma voz que pronuncia a última palavra de Coração da boca sai no fim da música que fecha o CD, Hey irmão. Ylana Queiroga aquece a balada Corpo em chamas, mas, a despeito de ostentar diversos convidados, o disco tem coesão, resultante da produção de Yuri Queiroga, da mixagem de Buguinha Dub e da afinidade entre Rogerman (voz), Sanzyo Rafael (bateria), Oroska (percussão), Vitor Magall (guitarra), Rapha Groove (baixo) e Guga Fonseca (teclados). É o toque azeitado da banda que valoriza o groove de temas como Sede de saber e faz com que Coração da boca sai soe como melhor disco do Bonsucesso Samba Clube.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Banda de Olinda (PE), liderada pelo vocalista Rogerman, Bonsucesso Samba Clube tem seu groove e suingue azeitados por Yuri Queiroga, produtor do terceiro álbum do grupo, Coração da boca sai (2014). A potência e uniformidade dos beats ouvidos nas 12 músicas do CD fazem com que o sucessor de Bonsucesso Samba Clube (YB Music, 2003) e Tem arte na barbearia (Independente, 2006) se imponha como o melhor título da discografia indie da banda. A única faixa alienígena que quebra a integridade do álbum é Nas ruas, rock que ganhou a pegada hardcore do power trio punk pernambucano Devotos. Isolada, a faixa resulta poderosa, mas soa deslocada no contexto do álbum. De forma geral, o que sai dos sulcos do CD é o suingue pop que dá o tom de Brincadeiras levadas e coisas sérias e da música-título Coração da boca sai logo na abertura do álbum. Coração da boca sai é extrovertido disco de groove, como já sinalizara Superar, música gravada com a adesão vocal de Fábio Trummer (da banda Eddie) e lançada como single em fevereiro de 2014. Pernambucano radicado no Rio de Janeiro (RJ) desde os anos 1980, Lenine saúda com Rogerman - sem clichês sonoros, vocais e poéticos - a cidade que o acolheu em Dia quente, Rio. Já o lendário cantor, compositor e percussionista pernambucano Erasto Vasconcelos põe sua voz rústica em Beat now. É a mesma voz que pronuncia a última palavra de Coração da boca sai no fim da música que fecha o CD, Hey irmão. Ylana Queiroga aquece a balada Corpo em chamas, mas, a despeito de ostentar diversos convidados, o disco tem coesão, resultante da produção de Yuri Queiroga, da mixagem de Buguinha Dub e da afinidade entre Rogerman (voz), Sanzyo Rafael (bateria), Oroska (percussão), Vitor Magall (guitarra), Rapha Groove (baixo) e Guga Fonseca (teclados). É o toque azeitado da banda que valoriza o groove de temas como Sede de saber e faz com que Coração da boca sai soe como melhor disco do Bonsucesso Samba Clube.

Luca disse...

Banda boa, gosto do Tem arte na barbearia

Claudio Marcelo disse...

Sem dúvida alguma, um CD viciante! Muito bom!!!