Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 28 de junho de 2016

'Proibido é mais gostoso' propaga a juventude de Zé Felipe, filho de Leonardo

Filho do cantor sertanejo Leonardo, José Felipe Rocha Costa - o jovem cantor goiano de 18 anos conhecido nas redes sociais pelo nome artístico de Zé Felipe - não nega a raça, mas segue a onda pop sertaneja da própria geração no segundo álbum, Proibido é mais gostoso, gravado em maio deste ano de 2016 e já lançado no mercado fonográfico brasileiro neste mês de junho em edição da gravadora Sony Music. No álbum, que sucede Você e eu (Sony Music, 2014) na discografia do jovem artista, Zé Felipe dá voz a 14 músicas arranjadas em maioria por Eduardo Pepato, produtor musical do CD. A funkeira pop carioca Ludmilla faz dueto com Zé Felipe em Não me toca (Anselmo Ralph, Erdzan Saidov e Nelson Klasszik em versão em português de Cabrera, Paula Mattos e do próprio Zé Felipe), música angolana em ritmo de quizomba que Zé Felipe traz para o universo pop sertanejo. Já a dupla Pedro Paulo & Alex forma trio com o cantor em Deixa que ela decide (Pedro Paulo, Guilherme Rosa e Ricco Montana). O repertório de Proibido é mais gostoso foi formatado pelo produtor Eduardo Pepato com tom pop sertanejo - eventualmente temperado com pitadas de molho caribenho -  e vibe juvenil já perceptível nos títulos de músicas como Muleke top zica (Diego Monteiro e Vitor de Simone). Produzido em esquema industrial, mercadológico, o álbum propaga com ênfase a juventude do artista.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog:
https://www.facebook.com/blognotasmusicais/

Eduardo Cáffaro disse...

Esse ai só porque tem pai famoso ...cantar que é bom ....

Deassis Medeiros disse...

Mais sertanejo, ninguém merece!