Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 15 de junho de 2016

Disco raro do grupo Brazilian Octopus é reeditado na série 'Clássicos em vinil'

Um dos títulos mais raros e inusitados da discografia brasileira, o álbum instrumental Brazilian Octopus (Fermata, 1969) ganha reedição em LP de 180 gramas dentro da série Clássicos em vinil, da Polysom. Trata-se do único álbum do grupo Brazilian Octopus, criado em 1968, na cidade de São Paulo (SP), por iniciativa de Lívio Rangan, executivo de empresa da área textil. Formado por Lanny Gordin (guitarra), Hermeto Pascoal (flauta), , Cido Bianchi (piano), Douglas de Oliveira (bateria), João Carlos Pegoraro (vibrafone), Carlos Alberto de Alcântera Pereira (sax e flauta), Nilson da Matta (baixo) e Olmir Stocker (violão e guitarra), o Alemão, o Brazilian Octopus foi supergrupo criado para fazer um som instrumental que animasse os teatrais desfiles de moda promovidos pela empresa dirigida por Rangan. Viabilizado por iniciativa do mesmo Rangan, o álbum Brazilian Octopus reúne 12 músicas gravadas com produção musical de Mario Albanese e Fausto Canova. Entre abordagens de músicas alheias como Casa forte (Edu Lobo, 1968), o repertório do disco apresentou temas inéditos de autoria dos próprias integrantes do octeto. Hermeto contribuiu com Chayê e Rhodosando, músicas que deram tratamento pop ao chá-chá-chá, ritmo cubano em voga na época. Lanny forneceu O pássaro. Já Alemão é o compositor de Canção latina, letrada por Vitor Martins, futuro parceiro de Ivan Lins. O álbum já tinha sido editado em CD,  mas estava fora de catálogo e circulava em valorizados bootlegs.

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog:
https://www.facebook.com/blognotasmusicais/

Mauro Silva disse...


Que bosta o formato!

Ainda bem que ele já foi reeditado em CD na caprichosa série 'Som Livre Masters', com um som limpo e poderoso!

Esta album em CD REMASTERIZADO é dos Deuses!
É a estréia do Hermeto.

ADEMAR AMANCIO disse...

Não sabia que o saudoso radialista Fausto Canova tivesse produzido discos.

Manoel Junior disse...

Mauro, você é um cara chato... Sinceramente! Não agrega em nada nos seus comentários, entende pouco sobre música e não entende nada sobre o mercado fonográfico. Mas continue sendo babaca: eu dou risadas com seus posts!

Rafael Feitosa disse...

Palmas para a Polysom, que ela merece!
Está surpreendendo (positivamente) nos lançamentos de 2016. Mais um garantido pra minha coleção.

Vida longa ao vinil!