Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 13 de março de 2016

Hooker recebe Karina Buhr e Otto no primeiro registro ao vivo da discografia

Johnny Hooker vai receber dois nomes associados à cena musical de Pernambuco, Karina Buhr e Otto, na primeira gravação ao vivo da discografia. Buhr e Otto entrarão em cena na apresentação agendada para 21 de abril de 2016 na casa Classic Hall, no Recife (PE). Cantor, compositor e ator pernambucano, Hooker vai registrar o show baseado no primeiro álbum, Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito! (Independente, 2015) para edição de DVD neste ano de 2016.

11 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Johnny Hooker vai receber dois nomes associados à cena musical de Pernambuco, Karina Buhr e Otto, na primeira gravação ao vivo da discografia. Buhr e Otto entrarão em cena na apresentação agendada para 21 de abril de 2016 na casa Classic Hall, no Recife (PE). Cantor, compositor e ator pernambucano, Hooker vai registrar o show baseado no primeiro álbum, Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito! (Independente, 2015) para edição de DVD neste ano de 2016

Luca disse...

Mauro não resenhou o álbum do cara e agora vive dando nota dele... tá correndo atrás do prejuízo, né?

Victor Moraes, disse...

Mistura vai ficar boa com o Otto! <3

italo vinicius disse...

eu gostei dele mais acho a maior cara de pau dele falar que nunca ouviu o Ney, e que nao se inspirou nem 1% no que ney fez e faz mais humildade acho é o que falta

claudiopaes disse...

Ja tentei ver e ouvir mas confesso que na minha opiniao, nao passa de alguem tentando ser e fazer o que um dos maiores cantores brasileiros ja faz ha muitas decadas, no caso, Ney Matogrosso. Todos tem seu espaço, basta focar e seguir em busca da qualidade para poder ser reconhecido. E apenas mais um na multidâo.

Wanderson Hidayck disse...

Um dos shows mais chatos que vi foi o desse cara, no Recbeat. Ele se preocupa tanto em ser estrela que esquece de fazer música, ou talvez não saiba mesmo. Qualquer artista deveria ter orgulho de ser influenciado por Ney, mas tem que ter cacife.

Douglas Carvalho disse...

Não vejo a menor graça. Não gosto da voz, não gosto das músicas que escutei. Não gosto dessa coisa "bebi da fonte da música brega". Se é por conta da bem vinda franga solta, ainda fico com o Edson Cordeiro.

Marcelo disse...

Alguém avise a essa criatura que Ney Matogrosso e Edson Cordeiro não precisam de cover!!

Rhenan Soares disse...

Que alívio ler os comentários acima. Não estou de todo só no mundo. Criatura mais forçada que apareceu nos últimos anos...

Romani disse...

Voz chata, interpretação sem brilho, repertório enfadonho. Sem contar os figurinos horrendos, como uma versão pobre e mal acabada dos belos figurinos que Versolato cria pra Ney. Por enquanto está tendo algum destaque, pois ainda é considerado novidade. Mas duvido que ao longo do tempo isso aí vá além de um rascunho do brilhante Ney.

ADEMAR AMANCIO disse...

Me parece que Filipe Catto também não ouvia Ney Matogrosso,assim como o João Gilberto não ouviu Mario Reis.Angustia da influência tem limite.