Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 20 de fevereiro de 2016

Inédita 'Sinais do sim' é a novidade do show em que Paralamas tocam Cream

Balada em midtempo intitulada Sinais do sim - cujo refrão é "Você vai ver que o dia / Não parece tão ruim / Por muito tempo só se via / A poeira da dor / Nos sinais do sim" - é a única música inédita de Paralamas Trio, show que o grupo carioca Paralamas do Sucesso estreou na noite de ontem, 19 de fevereiro de 2016, no Teatro J. Safra, na cidade de São Paulo (SP). Sempre a sós em cena como um power trio, como era até 1986, Bi Ribeiro (baixo), João Barone (bateria) e Herbert Vianna (voz e guitarra) - vistos na estreia do show na foto postada na página oficial do grupo no Facebook - apresentaram a inédita Sinais do sim entre covers dos grupos ingleses Cream e The Jam, Sunshine of your love (Jack Bruce, Pete Brown e Eric Clapton, 1967) e Running on the spot (Paul Weller, 1982), respectivamente. De autoria dos três integrantes do grupo, Sinais do sim vai integrar o repertório do disco de músicas inéditas que os Paralamas planejam gravar no segundo semestre deste ano de 2016. O roteiro também alinha lados B da discografia da banda, como O rouxinol e a rosa (Herbert Vianna, 1991), e duas músicas do guitarrista e compositor inglês Jimi Hendrix (1942-1970). Eis o roteiro seguido em 19 de fevereiro de 2016 pelos Paralamas do Sucesso na estreia nacional de seu show Paralamas  Trio, no Teatro J. Safra, na cidade de São Paulo (SP):

1. Óculos (Herbert Vianna, 1984)
2. Meu erro (Herbert Vianna, 1984)
3. Fui eu (Herbert Vianna, 1984)
4. Vovó Ondina é gente fina (Herbert Vianna, 1983)
5. Romance ideal (Herbert Vianna e Martim Cardoso, 1984)
6. O rouxinol e a rosa (Herbert Vianna, 1991)
7. Cuide bem do seu amor (Herbert Vianna, 2002)
8. Seguindo estrelas (Herbert Vianna, 2002)
9. Dois elefantes (Herbert Vianna, 1988)
10. Selvagem (Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, 1986)
11. Mensagem de amor (Herbert Vianna, 1984)
12. O calibre (Herbert Vianna, 2002) - com citação de Voodoo child (Jimi Hendrix, 1968)
13. Running on the spot (Paul Weller, 1982)
14. Caleidoscópio (Herbert Vianna, 1987)
15. Sinais do sim (Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, 2016) - música inédita
16. Aonde quer que eu vá (Herbert Vianna e Paulo Sérgio Valle, 2000)
17. Viernes 3 am (Charly García, 1979, em versão em português de Herbert Vianna, 1998)
18. Cuando pase el temblor (Gustavo Cerati, 1985)
19. Lanterna dos afogados (Herbert Vianna, 1989)
20. Little wing (Jimi Hendrix, 1967)
21. Um amor, um lugar (Herbert Vianna, 1997)
22. A novidade (Herbert Vianna, Bi Ribeiro, João Barone e Gilberto Gil, 1986)
23. Melô do marinheiro (Bi Ribeiro e João Barone, 1986)
24. Alagados (Herbert Vianna, 1986)
Bis:
25. Mr. Scarecrow (Herbert Vianna, 2000)
26. Tempos modernos (Lulu Santos, 1982)
27. Sunshine of your love (Jack Bruce, Pete Brown e Eric Clapton, 1967)
28. Trac trac (Fito Paez, 1987, em versão em português de Herbert Vianna, 1991)

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Balada em midtempo intitulada Sinais do sim - cujo refrão é "Você vai ver que o dia / Não parece tão ruim / Por muito tempo só se via / A poeira da dor / Nos sinais do sim" - é a única música inédita de Paralamas Trio, show que o grupo carioca Paralamas do Sucesso estreou na noite de ontem, 19 de fevereiro de 2016, no Teatro J. Safra, na cidade de São Paulo (SP). Sempre a sós em cena como um power trio, como era até 1986, Bi Ribeiro (baixo), João Barone (bateria) e Herbert Vianna (voz e guitarra) - vistos na estreia do show na foto postada na página oficial do grupo no Facebook - tocaram a inédita Sinais do sim entre covers dos grupos ingleses Cream e The Jam, Sunshine of your love (Jack Bruce, Pete Brown e Eric Clapton, 1967) e Running on the spot (Paul Weller, 1982), respectivamente. Houve também lados B da discografia da banda, como O rouxinol e a rosa (Herbert Vianna, 1991), e música de Jimi Hendrix (1942-1970). Eis o roteiro seguido pelos Paralamas do Sucesso - em 19 de fevereiro de 2016 - na estreia nacional do show Paralamas Trio:

1. Óculos (Herbert Vianna, 1984)
2. Meu erro (Herbert Vianna, 1984)
3. Fui eu (Herbert Vianna, 1984)
4. Vovó Ondina é gente fina (Herbert Vianna, 1983)
5. Romance ideal (Herbert Vianna e Martim Cardoso, 1984)
6. O rouxinol e a rosa (Herbert Vianna, 1991)
7. Cuide bem do seu amor (Herbert Vianna, 2002)
8. Seguindo estrelas (Herbert Vianna, 2002)
9. Dois elefantes (Herbert Vianna, 1988)
10. Selvagem (Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, 1986)
11. Mensagem de amor (Herbert Vianna, 1984)
12. O calibre (Herbert Vianna, 2002)
13. Running on the spot (Paul Weller, 1982)
14. Caleidoscópio (Herbert Vianna, 1987)
15. Sinais do sim (Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone, 2016) - música inédita
16. Aonde quer que eu vá (Herbert Vianna e Paulo Sérgio Valle, 2000)
17. Viernes 3 am (Charly García, 1979, em versão em português de Herbert Vianna, 1998)
18. Cuando pase el temblor (Gustavo Cerati, 1985)
19. Lanterna dos afogados (Herbert Vianna, 1989)
20. Little wing (Jimi Hendrix, 1967)
21. Um amor, um lugar (Herbert Vianna, 1997)
22. A novidade (Herbert Vianna, Bi Ribeiro, João Barone e Gilberto Gil, 1986)
23. Melô do marinheiro (Bi Ribeiro e João Barone, 1986)
24. Alagados (Herbert Vianna, 1986)
Bis:
25. Mr. Scarecrow (Herbert Vianna, 2000)
26. Tempos modernos (Lulu Santos, 1982)
27. Sunshine of your love (Jack Bruce, Pete Brown e Eric Clapton, 1967)
28. Trac trac (Fito Paez, 1987, em versão em português de Herbert Vianna, 1991)

Cristiano Rabelo disse...

Bom repertório!

Eduardo disse...

Maravilhosos!

André Nascimento disse...

Esse show tem que ser registrado em dvd