Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Chico César regrava tema popular de Schubert para a trilha de 'Velho Chico'

Um dos temas mais populares da obra erudita do compositor austríaco Franz Schubert (1797 - 1828), Serenata - título em português de Standchen, composição criada em 1826 com versos escritos pelo poeta Ludwig Rellstab (1799 - 1860) - ganha a voz do cantor paraibano Chico César em gravação inédita feita para a trilha sonora de Velho Chico, novela programada pela TV Globo para ser exibida a partir de 14 de março de 2016. Incluída no disco com as músicas do primeiro volume da trilha sonora da novela, previsto para ser lançado já em março, a Serenata gravada por Chico César tem os - românticos - versos em português escritos pelo compositor Arthur Nestrovski.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Um dos temas mais populares da obra erudita do compositor austríaco Franz Schubert (1797 - 1828), Serenata - título em português de Standchen, composição criada em 1826 e letrada posteriormente pelo poeta Ludwig Rellstab (1799 - 1860) - ganha a voz do cantor paraibano Chico César em gravação inédita feita para a trilha sonora de Velho Chico, novela programada pela TV Globo para ser exibida a partir de 14 de março de 2016. Incluída no disco com as músicas do primeiro volume da trilha sonora da novela, previsto para ser lançado já em março, a Serenata gravada por Chico César tem os - românticos - versos em português escritos por Arthur Nestrovski.

Rafael M. disse...

Essa trilha já nasceu clássica! Quantas boas gravações estão surgindo nesse meio todo... Pena que "O Ciúme", do Caeatano, vai ficar de fora...

Rafael M. disse...

Essa trilha já nasceu clássica! Quantas boas gravações estão surgindo nesse meio todo... Pena que "O Ciúme", do Caeatano, vai ficar de fora...

Pedro Bó disse...

Mário,
A Serenata faz parte do último ciclo de canções e de Schubert, publicado postumamente. O ciclo compreende líder já concebidos sobre os poemas, no caso de Resstab, Heine e Seidl, não se trata de uma letra posterior.
Fico feliz com a gravação do Chico, conhecia a letra do Nestrovski na bela gravação de Celso Sim.
Abraço.