Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Chico Rey sai de cena e deixa álbum gravado em dupla com o irmão Paraná

♪ Francisco Aparecido de Jesus Gomes (Arapongas - PR, 9 de novembro de 1952 / Maceió - AL, 26 de fevereiro de 2016) - o cantor conhecido no universo sertanejo como Chico Rey, partner do irmão José Cláudio Gomes, o Paraná, na dupla paranaense projetada na década de 1980 - foi um ídolo do Brasil de dentro, dos interiores de um país. É esse Brasil interiorano, longe demais das capitais que ditam modismos musicais, que mais chora a saída de cena de Chico Rey, ocorrida na última sexta-feira, na capital de Alagoas. Vítima de parada cardíaca decorrente de problemas renais, o artista saiu de cena aos 62 anos. Chico Rey & Paraná foi uma dupla sertaneja nascida de forma profissional em 1977, em Brasília (DF), com o nome de Devanil e Denival. Nascidos em Arapongas (PR), os irmãos cantavam juntos desde a infância vivida na cidade também paranaense de Ivaiporã (PR), mas foi em 1981 que, já com o nome de Chico Rey & Paraná, a carreira da dupla começou a ganhar projeção no circuito sertanejo. Chico Rey & Paraná gravaram discos desde esse início dos anos 1980, década em que o som sertanejo já estava eletrificado e absorvia influências da música romântica sentimental de cantores como Amado Batista, mas o primeiro grande sucesso veio somente em 1988 com a música Quem será seu outro amor, incluída no quinto álbum da dupla. Com 35 anos de vida, a dupla Chico Rey & Paraná se desfaz com mais de 20 álbuns em discografia que alcançou outro pico de popularidade em 2006 com a gravação de Amor transparente, feita com a adesão do cantor goiano Leonardo. Chico Rey & Paraná nunca estiveram na linha de frente do mercado sertanejo, mas conquistaram público fiel com músicas como Canarinho prisioneiro e Leão domado, entre outros hits que tocaram corações interioranos. A saída de cena de Chico Rey desfaz forçosamente a dupla Chico Rey & Paraná, mas a voz do cantor ainda vai ecoar ao longo deste ano de 2016. Um álbum já em fase de finalização, Minha inspiração, vai ser lançado postumamente - promovido nas rádios pela música Amo até seus defeitos - (ainda) neste primeiro semestre do ano.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog:
https://www.facebook.com/blognotasmusicais/

Luca disse...

Nunca tinha ouvido falar

ADEMAR AMANCIO disse...

A dupla já passou fazendo shows por aqui (interiorzão),onde eles são popularíssimo.