Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Nando Reis grava álbum de músicas inéditas com produção de Barrett Martin

A IMAGEM DO SOM - Postada na página oficial de Nando Reis no Facebook, a foto mostra o artista em estúdio da cidade de São Paulo (SP) com o produtor e baterista norte-americano Barrett Martin, músico da cidade de Seattle (Washington, Estados Unidos). Barrett produz no Brasil a segunda parte das gravações do 13º disco solo de Nando, iniciadas neste mês de fevereiro de 2016. A primeira parte das gravações foi feita em Seattle em junho de 2015 sob a batuta do produtor norte-americano Jack Endino, nome já recorrente nas fichas técnicas dos discos do cantor, compositor e músico paulistano. Previsto para ser lançado no segundo semestre deste ano de 2016, o álbum de Nando tem repertório formado por músicas inéditas e autorais. Uma desss composições inéditas se chama 4 de março. O último álbum de estúdio de Nando foi  Sei (Relicário,  2012),  disco lançado de maneira independente.

5 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A IMAGEM DO SOM - Postada na página oficial de Nando Reis no Facebook, a foto mostra o artista em estúdio da cidade de São Paulo (SP) com o produtor e baterista norte-americano Barrett Martin, músico da cidade de Seattle (Washington, Estados Unidos). Barrett produz no Brasil a segunda parte das gravações do 13º disco solo de Nando, iniciadas neste mês de fevereiro de 2016. A primeira parte das gravações foi feita em Seattle em junho de 2015 sob a batuta do produtor norte-americano Jack Endino, nome já recorrente nas fichas técnicas dos discos do cantor, compositor e músico paulistano. Previsto para ser lançado no segundo semestre deste ano de 2016, o álbum de Nando tem repertório formado por músicas inéditas e autorais. Uma das composições inéditas se chama 4 de março. O último disco de estúdio de Nando foi o indie Sei (Relicário, 2012).

Rafael M. disse...

Estou animado em querer ouvir coisas novas do Nando... Ele é um artista multitalentoso e devemos no mínimo esperar por um grande disco por aí...

italo vinicius disse...

da-lhe Ruivão !!!!

Estalactites hemorrágicas disse...

Músicas simples, mas que não há como não se identificar com as mesmas. Que a inspiração permaneça na cabeça do ruivo.

Ricardo Sérgio

O blog disse...

Que venha um disco criativo. Não aguento mais ouvir sempre as mesmas baladas. É preciso renovação. Podia se inspirar no Arnaldo Antunes.