Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


domingo, 28 de fevereiro de 2016

Som Livre afirma ser a (única) gravadora oficial dos jogos olímpicos Rio 2016

Em comunicado expedido nesta última semana de fevereiro de 2016, a gravadora carioca Som Livre afirmou ser a companhia fonográfica oficial dos jogos olímpicos Rio 2016. De acordo com o anúncio, a Som Livre é a única gravadora licenciada pela organização do Rio 2016 para vendas e exploração de produtos musicais - tanto no mercado físico quanto nas plataformas digitais - associados às marcas oficiais dos Jogos olímpicos e paralímpicos que vão acontecer na cidade do Rio de Janeiro (RJ). O primeiro produto do licenciamento é a coletânea Brasil encanta - Bossa Nova, já à venda. A compilação reúne gravações de músicas como Aquarela do Brasil (Ary Barroso, 1939), Brasil pandeiro (Assis Valente, 1941), Fato consumado (Djavan, 1975), Garota de Ipanema (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1962), Mas que nada (Jorge Ben Jor, 1963), Que maravilha (Jorge Ben Jor e Toquinho, 1969), Samba de verão (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, 1964), Samba do avião (Antonio Carlos Jobim, 1962) e Tô voltando (Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro, 1979) - ouvidas na compilação em registros do pianista Pedrinho Matta, do grupo Novos Baianos, do cantor Djavan, do poeta Vinicius de Moraes (1913-1980) com Maria Creuza e Toquinho, da cantora Cláudia, do grupo Os Brazões, de Marcos Valle, do conjunto Os Cariocas e do pianista Sergio Mendes, respectivamente. A seleção extrapola a Bossa Nova posta no subtítulo da coletânea.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog:
https://www.facebook.com/blognotasmusicais/

italo vinicius disse...

Super chata essa essa coletânea aii até os gringos estão cansados dessa bossa nova, tanta música nova artistas novos para se mostrar tantos para se fazer conhecer acorda o gravadora dos jogos olímpicos

Luca disse...

Isso é produto pra gringo