Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Sambô faz pagode roqueiro com tema de Macalé, inéditas e o novo vocalista

Primeiro álbum do Sambô com o vocalista Hugo Rafael, cantor paulista que assumiu em agosto de 2015 o posto de vocalista do grupo também paulista no lugar de Daniel San, Pediu pra sambar, Sambô (Som Livre, 2015) traz a mesma receita pagodeira da banda. A fórmula consiste em fazer registros de tom pagodeiro - geralmente aditivados com a batida do rock, mas eventualmente com toques de reggae, pop e até de soul music - de sucessos de outros artistas. Entre duas músicas inéditas, Era pra ser (de autoria de Ricardo Gama, produtor musical do Sambô) e Totalmente diferente, o álbum Pediu pra sambar, Sambô alinha músicas como Trem das onze (Adoniran Barbosa, 1964), A estrada (Toni Garrido, Lazão, Da Ghama e Bino Farias, 1998) - sucesso do grupo fluminense de reggae Cidade Negra - e Vapor barato (Jards Macalé e Waly Salomão, 1971), além de outros hits, inclusive do atual cancioneiro internacional.  Pediu pra sambar, Sambô tem 12 faixas.

4 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Curta a página de Notas Musicais no Facebook e acompanhe as atualizações diárias do blog:
https://www.facebook.com/blognotasmusicais/

italo vinicius disse...

Aah esses caras ja deram de boa

Francisco M. Frota disse...

Isso é uma (a)berração. A coisa mais bizarra e trágica que já inventaram no podre (sub)mundo da nossa cultura musical.

Luca disse...

prefiro o Raça Negra ao pagode desse grupo