Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 6 de junho de 2015

'Sambabook' de Ivone Lara é lançado com Adriana, Bethânia, Elba e Vanessa

A IMAGEM DO SOM - Postada na página do projeto Sambabook no Facebook, a foto flagra a cantora e compositora carioca nas gravações realizadas em novembro de 2014 na Grande Sala da Cidade das Artes, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Quarto volume do projeto, o Sambabook de Ivone Lara vai ser lançado neste mês de junho de 2015. Registros inéditos da musicografia da artista - feitos por elenco que inclui Adriana Calcanhotto, Áurea Martins, Beth Carvalho, Carminho, Criolo, Caetano Veloso, Diogo Nogueira, Elba Ramalho, Jongo da Serrinha, Maria Bethânia, Mariene de Castro, Teresa Cristina, Vanessa da Mata e Zeca Pagodinho, entre vários outros nomes - estão perpetuados em gravação ao vivo editada nos formatos de CD, DVD e blu-ray. Áurea Martins, por exemplo, dá voz a Alvorecer (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1974). Bethânia regrava Sonho meu (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1978), samba que lançou em dueto com Gal Costa. Elba Ramalho reanima A sereia Guiomar (Ivone Lara, 1980). Já Vanessa da Mata reaviva Acreditar (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1976) enquanto o Jongo da Serrinha revive Axé de Ianga (Pai maior) (Ivone Lara, 1980). Projeto inclui também discobiografia e livro de partituras com as músicas mais expressivas do cancioneiro solar de Dona Ivone Lara, compositora que desbravou caminhos no mundo do samba.

17 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A IMAGEM DO SOM - Postada na página do projeto Sambabook no Facebook, a foto flagra a cantora e compositora carioca nas gravações realizadas em novembro de 2014 na Grande Sala da Cidade das Artes, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Quarto volume do projeto, o Sambabook de Ivone Lara vai ser lançado neste mês de junho de 2015. Registros inéditos da musicografia da artista - feitos por elenco que inclui Adriana Calcanhotto, Áurea Martins, Beth Carvalho, Carminho, Criolo, Caetano Veloso, Diogo Nogueira, Elba Ramalho, Hamilton de Holanda, Jongo da Serrinha, Maria Bethânia, Reinaldo, Vanessa da Mata e Zeca Pagodinho, entre vários outros nomes - estão perpetuados em gravação ao vivo editada nos formatos de CD, DVD e blu-ray. Áurea Martins, por exemplo, dá voz a Alvorecer (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1974). Bethânia regrava Sonho meu (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1978), samba que lançou em dueto com Gal Costa. Elba Ramalho canta A sereia Guiomar (Ivone Lara, 1981). Já Vanessa da Mata reaviva Acreditar (Ivone Lara e Délcio Carvalho, 1976) enquanto o Jongo da Serrinha revive Axé de Ianga (Pai maior) (Ivone Lara, 1981). Projeto inclui também discobiografia e livro de partituras com as músicas mais expressivas do cancioneiro solar de Dona Ivone Lara, compositora que desbravou caminhos no mundo do samba.

Marisa de Souza disse...

Com todo o respeito, Maria Bethânia anda muito preguiçosa! Além de cantar em todo show "o que é o que é" e "Gita", ainda regrava "Sonho meu" no Songbook? Pelas hóstias!

Bruno disse...

Achei as escolhas bem preguiçosas... Dona Ivone Lara tem músicas lindas, menos conhecidas, que poderiam ganhar muito brilho nas vozes desse elenco estelar. Mas já vi que vai ser tudo "mais do mesmo". Bethânia cantando "Sonho meu" outra vez?

Rafael M. disse...

Merecida homenagem a grande dama do samba...

Marcelo Barbosa disse...

Maravilhosa! Ansioso por esse lançamento e para ouvir Bodas de Ouro na voz da Rainha do Samba.
Quanto a Bethânia, acho muito válida a regravação de Sonho Meu, pois através dela e de Rosinha de Valença, veio o maior sucesso da compositora Ivone.

Marcelo Barbosa disse...

E desta vez acertaram na diversidade dos convidados. Claro que Beth, Martinho, Zeca, Mariene, .... não podem faltar, mas tem que variar.

luis claudio de oliveira disse...

Penso que não poderia ser diferente Bethânia gravar Sonho Meu já que este junto com Alguém Me Avisou foram enormes sucessos na voz da cantora. Parece que ela canta um outro samba também. Não sei ao certo. Espero ansioso.

luis claudio de oliveira disse...

Acabei de ler que Bethânia também canta Mais Quem Disse Que Eu Te esqueço. Então, este samba mais Sonho Meu faz perfeita Homenagem.

Dona Emengarda disse...

Se não estiverem presentes as duas grandes vozes do samba, Alcione e Fabiana Cozza, vai ser mais do mesmo!
De qualquer forma, vamos ver quem vai gravar "Alvorecer", primeiro sucesso de Dona Ivone Lara, gravada por Clara Nunes em 1974!

Marcelo Barbosa disse...

Mas o maior sucesso de Dona Ivone quem deu foi Maria Bethânia. Alvorecer de fato foi sucesso na voz de Clara Nunes que depois deixou Dona Ivone de LADO aderindo a panela de compositores do novo marido (PCP).
E tomara que as duas citadas pela "Emengarda" tenham sido excluídas do projeto (ao menos pra mim não fazem falta). Que venham Luiza Dionísio, Lu Carvalho, Dorina, Nilze, Teresa e tantas outras novatas ótimas.

Dona Emengarda disse...

Marcelo, a história é essa e você não pode ser mudá-la. Para seu desespero, "Alvorecer" foi o primeiro sucesso de Dona Ivone Lara e na voz de Clara Nunes! E tenho dito!

Marcelo Barbosa disse...

O MAIOR sucesso foi SONHO MEU. Em momento algum eu disse que não foi sucesso o Alvorecer, "Emengarda". Vamos aprender a interpretar textos!

Dona Emengarda disse...

Clara Nunes, Maria Bethânia, Roberto Ribeiro e Elizeth Cardoso cantaram os maiores sucessos de Dona Ivone Lara!
O resto, para seu desespero, não entraram nesse time. Ficaram no fundo do Quintal!

Marcelo Barbosa disse...

Coitada!

Dona Emengarda disse...

"Raiou, resplandeceu, iluminou..."

Um bom dia para você também!

Marcelo Barbosa disse...

Extraído do Blog Notas Musicais:
------------------------------------------------------------
12 de agosto de 2009

Beth grava 'Sonho Meu' com Ivone em belo take

Foi tão bonito que o público pediu para Beth Carvalho continuar no palco e repetir o número, mas o fato é que, na avaliação do diretor Túlio Feliciano, já valera o primeiro e único take de Sonho Meu (1978). Lançado por Maria Bethânia em dueto com Gal Costa, o samba ganhou contracanto de Ivone no registro dividido com Beth, que saudou a anfitriã. "É uma das maiores compositoras do mundo", sentenciou Beth. "VOCÊ GRAVA TUDO QUE É MEU", devolveu Ivone, citando o fato de Beth ser constante intérprete de sua obra.
-------------------------------------------
Precisa dizer MAIS NADA! E na certa a pessoa acima nunca ouviu Tendência, Não chora Neném e Nos combates desta vida. Não foi APENAS UM!

Dona Emengarda disse...

Não disse que não gravou. Disse que não está entre os que fizeram GRANDE sucesso!