Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


sábado, 27 de junho de 2015

Fernando Zor produz e arranja - sem músicos - música composta por MC Gui

A IMAGEM DO SOM - A foto de Lan Rodrigues mostra MC Gui (à esquerda) e o produtor Fernando Zor no FS Estúdios, em São Paulo (SP), durante a gravação de Sua história, música do álbum de Gui, nome artístico do cantor e compositor paulistano Guilherme Kaue Castanheira Alves. Zor - metade da dupla Fernando & Sorocaba - produziu a faixa para o jovem ídolo do gênero conhecido como funk ostentação. Composta por Gui, Sua história é homenagem do MC a seu irmão, Gustavo, falecido recentemente. É o próximo single do artista. Zor produziu e arranjou a música inteiramente no computador, sem a participação de músicos, apenas com beats eletrônicos.

3 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ A IMAGEM DO SOM - A foto de Lan Rodrigues mostra MC Gui (à esquerda) e o produtor Fernando Zor no FS Estúdios, em São Paulo (SP), durante a gravação de Sua história, música do álbum de Gui, nome artístico do cantor e compositor paulistano Guilherme Kaue Castanheira Alves. Zor - metade da dupla Fernando & Sorocaba - produziu a faixa para o jovem ídolo do gênero conhecido como funk ostentação. Composta por Gui, Sua história é homenagem do MC a seu irmão, Gustavo, falecido recentemente. É o próximo single do artista. Zor produziu e arranjou a música inteiramente no computador, sem a participação de músicos, apenas com beats eletrônicos.

Rafael M. disse...

Produtor de lixos musicais produzindo mais sujeira para o nosso planeta... Não tá fácil não...

Ramiro Ribeiro disse...

Gosto muito do blog, mas tem notícias que eu leio que eu preferia não ter lido, tamanho o meu assombro diante de tamanha irrelevância. O pseudo sertanejo (isso nunca foi nem nunca será sertanejo) ataca o pseudo funk. Lastimável. Apesar de não gostar, prefiro ler sobre a Alice Caymmi.