Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


quarta-feira, 10 de junho de 2015

João faz 84 anos com disco à vista que registra show feito com Getz em 1976

Visto recentemente em vídeos nos quais canta com sua filha, João Gilberto completa hoje, 10 de junho de 2015, 84 anos de vida e - vale o clichê - o presente quem pode ganhar é o público que admira a genialidade do cantor, compositor e violonista baiano. A gravadora norte-americana Resonance Records tem possibilidade de lançar Getz / Gilberto '76, inédito disco ao vivo com o registro de show feito por João com o saxofonista norte-americano de jazz Stan Getz (1927 - 1991) em maio de 1976 no clube Keystone Korner, em São Francisco (Califórnia, EUA). Revelado em 17 de janeiro deste ano de 2015 na página da gravadora no Facebook, o disco pode sair em 2015 ou em 2016, de acordo com o post da Resonance Records, feito para anunciar um single em vinil de cor verde e selo amarelo (capa acima), com quatro faixas, produzido pela gravadora para ser vendido em abril no Record Store Day como um aperitivo (de tiragem limitada) do álbum. A pintura exposta na capa é assinada por Olga Albizu. Já o design do disco é de Burton Yount. Já item de colecionador, o single duplo em vinil Selections from Getz/Gilberto '76 traz quatro músicas - É preciso perdoar (Alcivando Luz e Carlos Coqueijo, 1967) e Doralice (Dorival Caymmi e Antonio Almeida, 1945) no lado A e Eu vim da Bahia (Gilberto Gil, 1965) e Retrato em branco e preto (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1968) no lado B - captadas no show feito por João e Getz com os músicos norte-americanos Billy Hart (na bateria), Clint Houston (no baixo) e Joanne Brackeen (no piano). Se o disco for efetivamente lançado, a distribuição vai ser em escala mundial.

8 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Visto recentemente em vídeos nos quais canta com sua filha, João Gilberto completa hoje, 10 de junho de 2015, 84 anos de vida e - vale o clichê - o presente quem pode ganhar é o público que admira a genialidade do cantor, compositor e violonista baiano. A gravadora norte-americana Resonance Records tem possibilidade de lançar Getz / Gilberto '76, inédito disco ao vivo com o registro de show feito por João com o saxofonista norte-americano de jazz Stan Getz (1927 - 1991) em maio de 1976 no clube Keystone Korner, em São Francisco (Califórnia, EUA). Revelado em 17 de janeiro deste ano de 2015 na página da gravadora no Facebook, o disco pode sair em 2015 ou em 2016, de acordo com o post da Resonance Records, feito para anunciar um single em vinil de cor verde e selo amarelo (capa acima), com quatro faixas, produzido pela gravadora para ser vendido em abril no Record Store Day como um aperitivo (de tiragem limitada) do álbum. A pintura exposta na capa é assinada por Olga Albizu. Já o design do disco é de Burton Yount. Já item de colecionador, o single duplo em vinil Selections from Getz/Gilberto '76 traz quatro músicas - É preciso perdoar (Alcivando Luz e Carlos Coqueijo, 1967) e Doralice (Dorival Caymmi e Antonio Almeida, 1945) no lado A e Eu vim da Bahia (Gilberto Gil, 1965) e Retrato em branco e preto (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1968) no lado B - captadas no show feito por João e Getz com os músicos norte-americanos Billy Hart (na bateria), Clint Houston (no baixo) e Joanne Brackeen (no piano). Se o disco for efetivamente lançado, a distribuição vai ser em escala mundial.

Mauro Silva disse...

Ótima notícia! Eu adoro esta parceria do João com o Stan Getz. Só tenho uma curiosidade que não ficou clara nas matérias da internet; é se existe o registro de imagens(video) deste show ou é só o áudio? De qualquer forma é muito bem vindo :)

noca disse...

Existem dois gênios da MPB que carregam sensualidade,tesão e sedução na voz até para falar:João Gilberto e Nana Caymmi.São os maiores e mais elegantes também.Que venha logo esse Getz/Gilberto,poxa!!

ADEMAR AMANCIO disse...

O João é voz e violão.Eu fico imaginando ele cantando sem o instrumento.Deve ser o único caso de cantor que transformou a arte de cantar e de tocar numa coisa só,indissociável

Mauro Ferreira disse...

Mauro Silva, até onde sei, existe somente o áudio. Abs, MauroF

Mauro Silva disse...

Obrigado pelo retorno Mauro!

Rafael M. disse...

Esperando ansioso por este lançamento do grande João G|ilberto.

Fernando Lima disse...

Que maravilha!! Embora ache que o sax de Stan Getz só serve para atrapalhar o canto e o violão de João, o lançamento é bem vindo! Espero que João lance logo seus três primeiros discos e cujos masters garantiu via processo contra a EMI.