segunda-feira, 5 de março de 2012

Nando finaliza em Seattle gravação de CD de inéditas pilotado por Endino

Nando Reis finaliza em Seattle (EUA), neste mês de março de 2012, a gravação de álbum de inéditas produzido por Jack Endino. Com lançamento previsto para julho ou agosto, o sucessor de Drês (2009) está sendo gravado pelo artista com sua banda Os Infernais. É a segunda vez que o ex-Titã grava um disco solo na terra do Grunge sob a batuta de Endino. Há doze anos, ainda nos Titãs, o cantor e compositor rumou para Seattle para gravar seu segundo disco solo, Para Quando o Arco-Íris Encontrar o Pote de Ouro (2000). Nando - flagrado no estúdio de Seattle em foto tirada da galeria de imagens de seu FlickR - idealizou CD de pegada roqueira.

Veja mais duas fotos de Nando Reis em estúdio na página de Notas Musicais no Facebook

16 comentários:

Mauro Ferreira disse...

Nando Reis finaliza em Seattle (EUA), neste mês de março de 2012, a gravação de álbum de inéditas produzido por Jack Endino. Com lançamento previsto para julho ou agosto, o sucessor de Drês (2009) está sendo gravado pelo artista com sua banda Os Infernais. É a segunda vez que o ex-Titã grava um disco solo na terra do Grunge sob a batuta de Endino. Há doze anos, ainda nos Titãs, o cantor e compositor rumou para Seattle para gravar seu segundo disco solo, Para Quando o Arco-Íris Encontrar o Pote de Ouro (2000). Nando - flagrado no estúdio de Seattle em foto tirada da galeria de imagens de seu FlickR - idealizou CD de pegada roqueira.

Rafael disse...

Parece que vem coisa boa por aí. Vamos esperar para ver!

Luca disse...

Na torcida pra que venha uma obra-prima como A letra A

Rafael disse...

Com toda a sinceridade, é a primeira vez na minha vida em que concordo com algo que esse Luca disse.

Zé Henrique disse...

Sou fã do Nando - a discografia da Marisa sentiu muito a falta de suas músicas - e gosto de quase todos seus discos de estúdio.
Só não gosto daquele, esqueci o nome, que tem Dri pra lá e pra cá.
Vamos torcer pra que depois das férias que ele tirou com o Bailão do Ruivão volte a acertar a mão.

Felipe dos Santos disse...

Se a parceria com Endino emplacar de novo, será ótimo.

Porque minha modesta opinião é de que "Para quando..." é o melhor disco de Nando. De longe.

Tá, não tão de longe, que "A letra A" também é um senhor trabalho. Mas "Para quando..." tem ótimas canções: a faixa-título, "O vento noturno do verão", "Frases mais azuis", "Dessa vez"...

E, por mais que a versão de "Relicário" contida no "Acústico MTV" de Cássia seja definitiva, Nando a defendeu bem.

De certa forma, ali ele definiu a linha-mestra do trabalho solo. "12 de janeiro" me parece um trabalho meio inseguro.

Felipe dos Santos Souza

Carla disse...

Gosto demais do Nando...só esperar agora, ele tem um dom de escrever canções pra fazer sucesso nunca vi desde a época do Titãs, depois com Marisa e Cássia.

PS: Verdade Marisa podia lembrar q o Nando escreve ainda e muito bem!!!

Anderson Nascimento disse...

Desde que ele não cometa deslizes como na música Monoico, fico muito feliz em saber que vem disco novo por aí, e melhor, de pegada roqueira.

Mary disse...

Não gosto dele! péssimo cantor suas composições também não me agradam.

Zé Henrique disse...

Já o meu preferido, Felipe, é o 12 de janeiro.
Marycota anda meio revoltada. rsrrs

PS: Monóico é ótima. Corajosa e libertária como todo artista que se preza deveria ser.

Mary disse...

Que nada Zé Henrique! é só impressão sua estou bem tranquila.

Zé Henrique disse...

Mas revoltada não é sinônimo de estar mal...
Pô, me surpreendeu vc não gostar do Nando.
O cara manda super bem.

Lui disse...

Eu gosto do Nando em estúdio, mas ele cantando ao vivo é um desastre.. Além de dar uma de Marcelo Nova,mudando a linha vocal das músicas, ele desafina como ninguém, fui em 2 shows dele e foi uma tortura, ô coisa chata..fico com os discos de estudio.

Mary disse...

Nando Reis, teve todos os méritos de compor junto com Marisa Monte "Ainda Lembro" uma das melhores músicas que ela já gravou prefiro a versão ao vivo do álbum Barulhinho Bom e também "Diariamente" mas o seu trabalho solo não me apetece questão de gosto pessoal mesmo.

Zé Henrique disse...

Disco é uma coisa e show outra.
Ir a um show querendo ouvir o disco, é preferível ficar em casa ouvindo o próprio.

Lui disse...

Concordo que show é totalmente diferente de disco, mas isso nao significa fazer tudo de qualquer jeito...enfim, é apenas minha opinião. Gosto de algumas canções do Nando, mas não pagaria pra ver um show dele novamente.