Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Warner Music reforça o elenco de funk pop com a contratação de MC Guimê

Uma das revelações da música brasileira em 2012, MC Guimê é o novo contratado da Warner Music, gravadora que já tem no elenco nomes em alta cotação no mercado do funk pop, como as cantoras Anitta e Ludmilla. Guimê - nome artístico do cantor e compositor paulista de funk Guilherme Aparecido Dantas - vai lançar pela Warner neste ano de 2016 o primeiro álbum de discografia até então composta por singles editados em formato digital. Previsto para ser lançado no segundo semestre de 2015 e inicialmente intitulado Sou filho da lua, o disco de Guimê foi gravado com convidados como Claudia Leitte, Emicida, Lexa (na música Fogo), MC Lon, MC Rodolfinho e Negra Li.  Aos 23 anos, Guimê quer ir além do universo do funk ostentação com o CD.

8 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Uma das revelações da música brasileira em 2014, MC Guimê é o novo contratado da Warner Music, gravadora que já tem no elenco nomes em alta cotação no mercado do funk pop, como as cantoras Anitta e Ludmilla. Guimê - nome artístico do cantor e compositor paulista de funk Guilherme Aparecido Dantas - vai lançar pela Warner neste ano de 2016 o primeiro álbum de discografia até então composta por singles editados em formato digital. Previsto para ser lançado no segundo semestre de 2015 e inicialmente intitulado Sou filho da lua, o disco de Guimê foi gravado com convidados como Claudia Leitte, Emicida, Lexa (na música Fogo), MC Lon, MC Rodolfinho e Negra Li. Aos 23 anos, Guimê quer ir além do universo do funk ostentação com o CD.

Rafael M. disse...

A Warner está indo de mal a pior mesmo... O que tem na cabeça os produtores dessa gravadora em contratar esse daí?

Douglas Carvalho disse...

Resposta ao Rafael: dinheiro. É isso que há na cabeça dos cartolas da gravadora.

Douglas Carvalho disse...

Resposta ao Rafael: dinheiro. É isso que há na cabeça dos cartolas da gravadora.

CLECIO JAYRON DA SILVA disse...

Esse cidadão pensa q o mundo gira ao redor do gosto dele, e ainda diz q tem q ser respeitado, as gravadoras sempre querem lucro como toda empresa comercial, o MC dá lucro e pronto.

Rafael M. disse...

O mundo não tem que girar em torno do meu gosto musical, mas há de se ter as pessoas bom senso e bom gosto... E a recente lista das 100 músicas mais tocadas no Brasil publicadas recentemente aqui no blog mostra que o brasileiro está consumindo cada vez mais porcaria em matéria de música... Exijo ser respeitado sim, pois minha opinião também é importante e necessária.

Eduardo Cáffaro disse...

Se ele quer ir alem do universo Funk ostentação,o que demonstra ambição artística, deveria estudar um pouco de música e canto, pois o seu funk original era mais falado, agora ele tenta cantar, mas quando incorporou na sua banda instrumentos como guitarra, baixo, teclados, fica evidente que ele não tem afinação. Bora trabalhar rapaz ...ta com tudo na mão ...é aproveitar ou cair no esquecimento daqui um tempo.

Deassis Medeiros disse...

Onde iremos parar? As gravadoras têm um acervo gigantesco de pérolas que deveriam ser relançadas em digital, mas preferem $aturar o mercado com barulho de péssimo gosto, o que empobrece ainda mais a tão decadente atual música brasileira.