Mauro Ferreira no G1

Aviso aos navegantes: desde 6 de julho de 2016, o jornalista Mauro Ferreira atualiza diariamente uma coluna sobre o mercado fonográfico brasileiro no portal G1. Clique aqui para acessar a coluna. O endereço é http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/


segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Daniela lança composição inédita, 'Cidade da música', em tributo a Salvador

Capital da Bahia, a cidade de Salvador (BA) ganhou da Unesco o título de Cidade da música. Pegando o mote, Daniela Mercury lança música inédita de sua autoria - intitulada Cidade da música - em tributo à cidade onde nasceu há 50 anos. Direcionada ao Carnaval de 2016, a música sai em single nas plataformas digitais. Ao longo de cinco minutos e oito segundos, a cantora exalta a "nação da alegria" em gravação que embute o batuque dos tambores e o toque da guitarra baiana, entre outros elementos musicais. Repleta de adjetivos e expressões recorrentes no universo da música afro-pop-baiana rotulada como axé music, a letra cita os grupos Novos Baianos e Doces Bárbaros. Cidade da música chega ao mundo da música menos de dois meses após Daniela ter lançado o verborrágico álbum Vinil virtual (Biscoito Fino, 2015) com 15 músicas inéditas em disco.

10 comentários:

Mauro Ferreira disse...

♪ Capital da Bahia, a cidade de Salvador (BA) ganhou da Unesco o título de Cidade da música. Pegando o mote, Daniela Mercury lança música inédita de sua autoria - intitulada Cidade da música - em tributo à cidade onde nasceu há 50 anos. Direcionada ao Carnaval de 2016, a música já tem gravação posta em rotação no YouTube. Ao longo de cinco minutos e oito minutos, a cantora exalta a "nação da alegria" em gravação que embute o batuque dos tambores e o toque da guitarra baiana, entre outros elementos musicais. Repleta de adjetivos e expressões recorrentes no universo da música afro-pop-baiana rotulada como axé music, a letra cita os grupos Novos Baianos e Doces Bárbaros. Cidade da música chega ao mundo da música menos de dois meses após Daniela ter lançado o verborrágico álbum Vinil virtual (Biscoito Fino, 2015) com 15 músicas inéditas em disco.

Victor Moraes, disse...

Só falta variedade aqui em Salvador. Tá difícil se sustentar como capital da música quando só uns 3 lugares pequenos e um único teatro conseguem trazer fazer algo diferente do batuque de sempre [ou sertanejo]. E vai dizer que não gosta dos sons afros daqui...

Geilson Lopes disse...

1 mix de samba-reggae + frevo + galope + axé + guitarra baiana.
A folia momesca agradece, não importa se vai ser "povão".
Essa ta doida, após o disco inédito, lança + uma igualmente a Andarilho Encantado...

Gill Sampaio Ominirò disse...

"Ao longo de cinco minutos e oito minutos". Não entendi. São duas versões ou erro mesmo?

Victor, acho que você muito pouco o cenário musical de Salvador. "Dê um rolê!"

Mauro Ferreira disse...

Gill, quis dizer cinco minutos e oito segundo. Grato pelo toque do erro, já corrigido. Abs, MauroF

Cassiano Messias disse...

Mauro, mas cadê o comentário sobre a música?

Joao Neves disse...

Tenho gostado do que a Daniela tem feito ultimamente. Apesar de verborrágico, como diz o Mauro, o disco da Daniela tem vários bons temas, acima do axé que ouvimos durante o ano. Acho que ela continua fazendo a diferença, para melhor.

Rafael M. disse...

Achei a foto da capa desse single bem bonita... Essa sim deveria ter sido a capa de seu disco "Vinil Virtual"...

Rodrigo Caldas disse...

Vinil Virtual é verborragico apesar de ter excelentes momentos nos arranjos e em faixas como De Deus De Allah, De Gilberto Gil, Três Vozes, Alegria e Lamento... Mas nenhuma tinha pegada para a folia baiana, festa que aliás faz tempo que traz uma trilha sonora tenebrosa, Com este single mesmo pouco tempo depois do álbum, a Rainha lança um raio, um trovão de luz e salva o Axé de si mesmo.

Fernando Lima disse...

Parece mesmo com "Andarilho Encantado", mas, pelo menos, ela cantou com mais equilíbrio que em todo o disco Vinil Virtual, onde está cantando muito mal.